Os cachorros e o veterinário

Sabemos bem que os cachorros não gostam muito de ir ao veterinário. Isso ocorre por muitas razões que estressariam qualquer um: um ambiente desconhecido, pisos escorregadios e, muitas vezes, exames pouco agradáveis com vacinação e desparasitação incluídas.

Além disso, os consultórios dos veterinários sempre estão cheios de muitos cheiros, sons estranhos e gente desconhecida: o que torna um pouco difícil que os cães gostem de visitar os consultórios.

Por isso, daremos a vocês algumas dicas para que as visitas dele sejam as mais agradáveis possíveis.

Passe a cumprimentar o veterinário com o seu cão

Os lugares desconhecidos costumam causar ansiedade nos animais. Por isso, nada melhor que familiarizar a seu cão com o consultório de seu médico.

Se fica no seu bairro, passe lá de vez em quando, quando sair para passear com o seu cão, peça a eles que o pesem. Isso fará com que ele se familiarize com o lugar e que não lhe seja tão estranho quando for a sua consulta.

Se quiser fazer ainda melhor, leve alguns “prêmios” em alimento que ele goste e faça com que todos os que trabalham na clínica lhe deem alguns destes prêmios.

Se ele ainda for um filhote, trate de fazer isto o quanto antes.

Toque o seu cão todos os dias em diferentes áreas de seu corpo

Carícias em diversas partes do corpo

Se você acostumar o seu cão a ser tocado, ele não estranhará tanto quando você o levar ao veterinário.

Nos exames de rotina, examinarão os olhos, as orelhas, a boca, escutarão seus pulmões e coração e o tocarão para verificar que não tenha lesões. Se isso for algo que você faz diariamente, será menos provável que ele se sinta invadido.

Do mesmo modo, isto servirá para que você se familiarize com sua anatomia e descubra se tem algum tumor, ferimento ou anormalidade, para que o leve de imediato ao especialista caso algo estranho seja encontrado.

Brinque com a boca de seu cão

O mais difícil é fazer seu cão deixar alguém mexer na boca dele, principalmente quando se trata de uma limpeza dental. É algo que a maioria dos donos de cães não fazem e é fundamental para a saúde do animal.

Para acostumar o seu pequeno peludo a isso, é recomendável que, desde filhote, seja criada a rotina de abrir sua boca, fazer uma pequena inspeção e lhe dar, depois, um prêmio.

Assim seu cão acabará entendendo, e associando, que a cada vez que examinarem ou limparem sua boca, ele receberá um petisco como prêmio.

Acostume o seu cão a se deitar e a virar de barriga para cima

Mesmo os cães mais sociáveis e que se deixam tocar pelas pessoas, têm problemas quando se trata de virá-los.

No entanto, nas visitas ao veterinário, em particular quando se trata de uma emergência, estes procedimentos serão fundamentais para salvar a vida de seu cão.

Se ao brincar com o seu cão ou levá-lo para passear, você praticar tal ações, nestas situações, o seu cão entenderá que isto não é algo violento quando feito por outros humanos, assim ele será mais tolerante em situações que requeiram procedimentos semelhantes.

Vire-o suavemente e lhe acaricie a barriga e vá aumentando o tempo que você mantém o seu animal nesta posição

Ensine-o a sentar, ficar em pé, deitar e virar

O adestramento de cães

O treinamento básico é de uma ajuda enorme na hora de visitar o veterinário.

Se você pedir ao seu cão que faça os movimentos iniciais, por não ser manipulado por alguém estranho, será menos estressante para ele.

Além dos comandos de sentar, ficar de pé, deitar ou virar, ensine seu cão a dar a pata, a seguir seu dedo com os olhos ou a fixar os olhos deles nos seus, isto será de grande ajuda para certos tratamentos médicos.

Familiarize o seu cão com uma focinheira

As focinheiras não são só para cães ferozes. Para muitos exames, sobretudo em zonas sensíveis, seu veterinário provavelmente colocará uma focinheira em seu cão.

Se você acostumar o seu peludo a usar uma, será menos traumático para ele no caso de precisar usá-la em uma urgência médica.

Peça ao especialista alguma dica de focinheira de treinamento que você possa colocar de vez em quando em seu animal.

Lembre-se que tudo isso é para tornar a visita de seu melhor amigo ao veterinário a mais cômoda e agradável possível.