Porque os cachorros sentem amor por nós?

Os cachorros sentem amor por nós

Para todo mundo é amplamente conhecido que o amor dos cães pelos seres humanos é uma das coisas mais incríveis e emocionantes que existem no mundo, já que estes belos animais permanecem fiéis e leais para sempre.

Se alguma vez você se perguntou por que os cães nos amam tanto, vamos te dar a explicação a seguir.

O hormônio do amor

Menina abraçando cachorro

Embora pareça uma situação de ficção científica, os cães, assim como seres os humanos, possuem um hormônio chamado oxitocina, o qual permite ativar uma série de circuitos cerebrais que estão relacionados com todos os tipos de sensações agradáveis, entre as quais se inclui o sentimento de amar uma pessoa.

É claro, os cães não sentirão amor por literalmente qualquer um que esteja no meio da rua, mas sim por aqueles que lhe derem tratamento digno, assim, é bastante comum encontrar casos em que os caninos não amam seus próprios donos, por estes serem muito irresponsáveis e não lhes dar atenção suficiente.

De fato, de acordo com uma pesquisa aprofundada feita pela psicóloga Andrea Beetz, estes pequenos amigos de quatro patas e os seres humanos que estão com eles conseguem experimentar um aumento de oxitocina semelhante em seu sangue depois de terem passado cerca dez minutos em contato, mas isso não acontece apenas com as pessoas que já conhecem.

Além disso, esta prestigiada cientista assegurou que a presença deste tipo semelhante de interruptor do amor, tanto em seres humanos quanto em cachorros, poderia ser uma das consequências do carácter social e divertido que estes belos animais demonstram normalmente.

Por outro lado, a doutora Kerstin Moberg, que também estudou minuciosamente os efeitos da oxitocina no relacionamento com outras pessoas, revelou que este hormônio do amor pode fortalecer o apego e as emoções dos caninos, bem como diminuir o estresse.

Eles nos vêem como sua família

Sem qualquer dúvida, esta é uma das principais razões pelas quais os cães amam os seres humanos, já que ao nos identificar como se fossemos parte de sua família, não apenas desperta neles um senso de confiança e conforto, mas também um sentimento de amor e fidelidade, que muitas vezes os acompanham mesmo após a morte.

Como foi possível determinar tudo isso? A Universidade Emory decidiu realizar uma série de experimentos com diferentes cães, onde procederam a realizar ressonâncias magnéticas enquanto faziam eles cheirarem diferentes tipos de odores, tanto cheiros estranhos e alheios, como cheiros familiares.

O que surgiu como uma verdadeira surpresa foi que ao fazer os cães cheirarem aromas correspondentes aos seus donos, o centro de recompensa desses pequenos amigos se ligava intensamente, enquanto nada acontecia quando cheiravam aromas de pessoas desconhecidas.

Diante desses fatos, os pesquisadores chegaram a conclusão que estes belos animais não apenas têm muitos sentimentos por seres humanos, mas também vêem seus donos como se fossem sua mãe, por isso, é muito comum que além de serem mais amorosos e protetores com nós, sejam também tão incondicionalmente fiéis.

“Isto porque, quando os mestres cuidam e tratam adequadamente do seu cão, este imediatamente relaciona tudo isso com as ações e atitudes naturais dos pais.”

Outros experimentos esclarecedores

Por outro lado, a Universidade de Budapeste fez outra engenhosa e interessante experiência em que apresentavam uma série de vozes aos caninos, correspondentes tanto à pessoas desconhecidas, quanto aos seus donos.

O que se mostrou esclarecedor foi que os animais não manifestaram qualquer tipo de emoção ou atitude ao ouvir àqueles que não conheciam, enquanto que ao perceber as vozes de seus mestres, eles expressaram ansiedade e gestos de carinho.

As conclusões que estes cientistas da instituição húngara chegaram foi que os cães têm o estranho hábito de depender de seus donos ou de suas vozes quando se sentem tristes, deprimidos ou estressados, igual acontece com as crianças e seus pais.

Esta impactante declaração deve nos fazer compreender a importância que nós, como mestres e amigos, temos para os nossos cães e, por isso, é sempre aconselhável cuidar deles e amá-los da mesma maneira em que eles nos amam, já que estes são seres que precisam do nosso amor e cuidados para viver tranquilos e felizes.

 

Créditos da imagem: Josh G..