Como os cães ajudam as pessoas

Como os cães ajudam as pessoas

No dia a dia, na convivência com os nossos cães, os vemos como animais de estimação que precisam do nosso carinho. Estamos acostumados a pensar que lhes oferecendo um teto, comida e levando-os para passear, eles já devem ser gratos por isso. Mas há uma outra versão da realidade. Eles nos ajudam muito. A seguir lhe contaremos como os cães ajudam as pessoas.

Todos já vimos cães guardando casas, acompanhando cegos e realizando um importante trabalho com pastores e boiadeiros na ordenação de rebanhos.

Bem adestrados, os cães têm um potencial enorme para ajudar as pessoas. Eles têm a capacidade de salvar vidas humanas e também de serem um valioso instrumento no caso de catástrofes, ajudando os bombeiros, ajudando no amparo civil, no resgate de montanhistas e podendo ser adestrados para a busca e localização de drogas, etc.

Estudos e investigações

Cães na grama

Há países onde se leva a fundo programas para que os cães ofereçam sua valiosa ajuda a pessoas paralíticas, epiléticas, com enfermidades mentais graves, autistas, pessoas deprimidas e inclusive vítimas de violência. Há muitos casos nos quais a ajuda dos cães é imprescindível para se conseguir resultados positivos.

Embora um bom adestramento seja uma excelente opção, na maioria dos casos heróicos que vemos nos meios de comunicação, os animais o fazem graças a sua predisposição biológica para ajudar, apesar de que não conheçam sequer a pessoa a que ajudam.

Diferentes estudos realizados neste sentido chegaram a conclusão de que a motivação dos cães para ajudar o ser humano é inata. Conheça ou não conheça a pessoa a quem ajuda. Basta que ele compreenda ou intua que a pessoa está em apuros.

Os cães ajudam na melhoria da saúde física e mental

Os cães se transformaram em um elemento muito importante para a vida de muitas pessoas. Oferecem carinho, afeto e lealdade sem limites. Além de se integrar às nossas famílias e de formar parte dela, eles têm a capacidade de nos fazer nos sentirmos mais saudáveis e felizes. Está comprovado que os cães são benéficos para a nossa saúde física, uma vez que ajudam também no tratamento de problemas da mente.

Os que possuem um cão como animal de estimação já conhecem a alegria que eles trazem, mas atualmente os estudos científicos confirmam esta tese. Os cães verdadeiramente melhoram a nossa saúde, mental e física. Mais que qualquer outro animal.

Isso não significa de forma alguma que ter outros animais não seja muito benéfico para a nossa saúde mental, mas os estudos realizados certificam que o caso dos cães se destaca mais nessa contribuição.

Doenças que podem ser curadas com a ajuda de nosso cão

Quais doenças os cães podem ajudar a curar? Em estudos realizados, pôde-se demonstrar que os donos de cães tendem a ter baixos níveis de colesterol, a pressão arterial correta, e são mais saudáveis e com menos doenças.

No caso de pessoas que sofreram um infarte, estatisticamente aquelas que tinham cães puderam se refazer e recuperar sua saúde mais facilmente do que as que não tinham um cão em casa.

Uma das razões de tudo isto é a atividade. Os donos de cães são mais ativos do que quem não os tem. Embora possa ser apenas um passeio diário, uma corrida e brincadeiras com eles, tudo isso resulta ser uma atividade física altamente benéfica.

Mas há mais: na fase de crescimento das crianças, conviver com cães reduz o risco de desenvolver alergias e asma. Pode parecer incrível, mas assim constataram muitos estudos levados.

Auxiliam a curar doenças mentais

Idosa com cão

Para os problemas mentais, os cães são um importante remédio. Um dos males de nossa sociedade moderna, o estresse, pode ser combatido de uma forma eficaz acariciando e brincando com um cão. Com isto se reduz a ansiedade, a depressão e a pressão arterial.

No caso de enfermidades mentais mais graves, como é o caso do Alzheimer, estresse pós-traumático e outro tipo de doenças mentais, há provas contundentes que demonstram que a interação com cães supõe transformações bioquímicas no cérebro que ajudam a reduzir a ansiedade.

Com todas estas razões podemos chegar à conclusão de que a nossa companhia é importante para os nossos animais de estimação, sem dúvida é muito o que lhes damos; mas não há nenhuma dúvida de que eles também contribuem em muitos aspectos de nossa vida.