Por que os cães arranham o chão após fazerem suas necessidades?

Todos os donos se orgulham do comportamento incomum que, muitas vezes, seus animais de estimação têm.

Enquanto alguns destes comportamentos estão fortemente ligados com o instinto, muitas vezes, os donos não sabem por que eles fazem isso. Para que você se livre dessa dúvida, hoje iremos lhe dizer porque os cães arranham o chão após fazerem suas necessidades.

Como se sabe, os cães têm um curioso ritual para depois de fazerem suas necessidades, que é o de arranharem o chão ou, eles o fazem na terra, no concreto, no azulejo, etc., mas poucos pararam para se perguntar por quê eles o fazem.

Vamos rever algumas destas ideias mais profundamente:

Eles tentam cobrir seus excrementos

Por que os cães fazem isso?

A cobertura das fezes é, geralmente, associada aos gatos e, acredita-se que isso se dê a partir da perspectiva da higiene. No entanto, nenhuma destas ideias é verdadeira.

Há muitas espécies que cobrem suas fezes ou urina com terra, incluindo os felinos, os cães e até mesmo os roedores.

No entanto, esta atividade não está relacionada com a higiene e, pelo menos no caso de cães, responde a uma necessidade de comunicação.

Ao arranharem o chão onde eles urinam, eles estão espalhando seu odor para enviar a outros cães mensagens olfativas. E é, precisamente por esta razão e não por acaso, que outros cães chegam à mesma área que eles e, também, depositam a sua própria informação.

De onde vem as mensagens

O olfato como parte da comunicação

Como no caso dos gatos, os cães têm sobre o ânus as chamadas glândula anais, que são responsáveis pela geração de um óleo contendo diferentes tipos de informações sobre o cão, através de feromônios, tais como sobre a sua saúde, o sexo e o período de reprodução (isto é especialmente importante no caso das fêmeas).

O sistema de comunicação dos cães está fortemente ligado à produção de feromônios. Considerando-se que o olfato é sentido mais forte que eles têm, podemos dizer que os cães transformam cheiros em informação, o que explica outro de seus comportamentos particulares, o de cheirar o traseiro.

No entanto, esta teoria é uma contradição e, qualquer pessoa que já tenha tido um contato contínuo com um cão, poderá identificá-la.

Embora seja um fato que os cães deixam mensagens olfativas através de suas glândulas anais, também é verdade que é raro que entrem em contato com as próprias fezes. Na verdade, a maioria dos cães evita a todo custo entrar em contato com os seus próprios excrementos.

O hábito de arranharem o chão para aumentar a gama de informações deixadas aos seus congêneres, parece ser a causa mais provável deste comportamento. No entanto, observando o comportamento de seus parentes distantes, os lobos, várias conclusões podem ser tiradas.

Os lobos, assim como os cães, arranham os locais onde eles fazem as suas necessidades, embora no caso dos lobos há duas razões:

  • A primeira tem a ver com a necessidade de permitir marcações visuais para outros animais, juntamente com um backup das informações olfativas. Basicamente, através da marcação visual, os lobos percebem os outros, não só a presença e o ciclo reprodutivo, mas também o tamanho e a força do outro animal.
  • A segunda também envolve as glândulas do lobo, mas desta vez não são as anais, mas uma série de glândulas nas patas que também transmitem informações. Isso faz muito sentido quando se considera que uma das áreas onde a espécie canina mais sua são as patas.

Então agora você já sabe porque os cães arranham o chão. Nunca se envergonhe de perguntar coisas cuja a resposta pode parecer óbvia, porque em muitos casos, a resposta poderá vir a nos surpreender.

Créditos da imagem: Javi