Os cães entendem o que dizemos?

Uma das frases que mais usam os donos de cães é que só falta falar.

Isto é, nosso cão nos faz pensar que somente seria necessário que ele pudesse nos responder quando lhe falamos, porque, muitas vezes, temos a sensação de que ele é quase humano.

Se usamos esta frase, é porque estamos convencidos de que eles compreendem a nossa linguagem.

Mas, será que é realmente assim? Os cães entendem o que dizemos a eles?

Os cães entendem parte do que os humanos dizem

Segundo um estudo da Universidade de Sussex (Reino Unido), os cães entendem parte do que lhes dizemos de maneira similar a dos seres humanos.

Cada um dos dois hemisférios cerebrais do cão está preparado para compreender diversas facetas da linguagem, tanto da verbal como a da não verbal.

Isso é possível, já que esta classe de animais tem uma verdadeira inteligência que, em alguns casos, não é muito diferente da humana.

Uma das autoras deste estudo afirma que os cientistas não podem garantir quanta informação eles compreendem e nem como a compreendem, mas apenas que os cães entendem várias partes da conversa. Por exemplo, eles entendem frases simples como: ‘Vem aqui’.

A comunicação entre cães, de humanos para cães e de cães para humanos…

Comunicação

Todos sabemos que o processo de comunicação envolve bem mais do que palavras simples ou complexas. Envolve gestos, entonação e outros detalhes que empregamos. Uma informação que é absorvida por diferentes partes de nosso cérebro.

Até agora, sabia-se que, quando dois cães se comunicavam entre si, ambos os hemisférios cerebrais cumpriam funções diferentes na hora de processar a linguagem. Este estudo mostrou que o mesmo acontece quando a comunicação é com os humanos.

O hemisfério esquerdo das pessoas assimila a informação inteligível, isto é, os fonemas que compõem as palavras e as frases.

O direito, por sua vez, encarrega-se de compreender o tom ou a entonação. Portanto, ambos os hemisférios são imprescindíveis para a assimilação da linguagem entre humanos.

O que esta pesquisa vem demonstrar é que os cães são capazes de dividir em ambos os hemisférios, tudo o que a linguagem engloba para, assim, poderem vir a assimilá-la.

Conclui-se que os cães têm uma inteligência equiparável à de uma criança de 2 anos.

O estudo para saber se os cães entendem

No estudo, participaram 250 cães e, segundo os resultados obtidos, esta capacidade está presente em certas espécies de mamíferos que, possivelmente, a desenvolveram graças a séculos de convivência com os seres humanos.

A prova à que se submeteu este tipo de animal, consistiu na reprodução, em sua presença, de diferentes mensagens previamente gravadas, para assim os cientistas poderem estudar como o animal reagia em cada ocasião.

Algumas vezes eles escutavam o chamado: ‘Vem aqui’, sem entonação. Em outras, nada que tivesse um sentido, mas de maneira positiva.

Para saber qual dos dois hemisférios estava processando a informação, os cientistas se concentravam em verificar se o cão tinha olhado para a esquerda, o que significaria que foi o hemisfério direito que processou a informação, e vice-versa.

Então, os cientistas puderam comprovar como os cães assimilam as informações de forma parecida com a dos humanos.

Outros estudos para saber se os cães entendem a linguagem

Linguagem

Este não é o primeiro estudo realizado sobre a comunicação entre cães e humanos, não podia ser de outra maneira.

Outros estudos realizados anteriormente assinalavam, por exemplo, que os animais não olham para o dedo quando alguém lhes indica algo, mas sim para o objeto indicado.

Além disso, eles conseguem reconhecer se seu interlocutor é um homem ou uma mulher, como qualquer um de nós. Inclusive, podem relacionar uma voz com um rosto, especialmente se este for o de seu dono.

Dentre todos os cães, parece ser o Border Collie que conta com a maior inteligência, pelo menos foi o que se constatou em um estudo de 1994. Afirmou-se que o Border Collie consegue diferenciar pelo nome mais de 1.000 objetos e que, também, ele é capaz de entender termos genéricos como brinquedo ou bola.

É certo que, após este artigo, você passará a valorizar bem mais as aptidões de seu animal peludo favorito, de entender aquilo que você está dizendo a ele. E, esperamos que sejam sempre coisas muitos positivas e que favoreçam este vínculo tão especial.