Os cães mais caros do planeta

cães mais caros

Em um mundo onde existe a crença de que quanto mais caro melhor, não é de se estranhar que alguns pets tenham um alto custo no mercado, ainda que existam tantos animais abandonados em busca de um lar. Contaremos a seguir quais são os cães mais caros do planeta.

Saiba por que uma raça de cão se tornou a mais cara

O Mastim Tibetano se transformou na raça de cães mais cara quando, pouco tempo atrás, um multimilionário chinês comprou um exemplar por volta de 1,6 milhão de dólares.

cao-mastin

Esse fato fez com que a raça entrasse “na moda” e se tornasse a raça das classes altas da China, que consideram um sinal de status e de poder econômico possuir um Mastim. Entretanto, o preço habitual destes cães costuma rondar os 7 mil dólares.

Este verdadeiro gigante que pode alcançar os 90 quilos  parece ter suas origens na região do Himalaia, onde era utilizado como cão de pastoreio e onde também ganhou sua fama como guardião dos templos tibetanos.

Inteligente, independente, tranquilo e de aspecto imponente, mas bondoso, seu dobro e denso manto é uma de suas principais características.

Algumas raças de cães têm um alto valor no mercado, onde tudo se compra e se vende. Saiba quais são os cães mais caros do planeta. E não despreze a adoção.

Tirando o talão de cheques…

Há algumas raças de cães pelas quais se costuma pagar mais do que custa normalmente um Mastim Tibetano. Elas são:

  • Cavalier King Charles Spaniel. Seu ar de realeza já está em seu nome, são animais carinhosos, ativos e alegres. Às vezes perseguem tudo o que se move. Embora seu tamanho seja pequeno, cada exemplar pode chegar a custar 14 mil dólares.
  • Samoyedo. Trata-se de uma das raças mais antigas de cães; o nome se refere a uma região do norte da Rússia, onde estes animais eram utilizados para o pastoreio e para puxar trenós. Tenros e de brancura impecável, é difícil resistir a eles, exceto se você não possuir os 10 mil dólares que custam.
  • Rottweiler. Apesar da legislação espanhola considerá-los como “potencialmente perigosos”, estes belos grandões são tranquilos, dóceis e grandes protetores do lar. São avaliados em torno de 8 mil dólares.

Outras raças que integram a lista dos cães mais caros do mundo

Outras raças que formam parte da exclusiva lista dos cães mais caros do planeta são:

  • Pharaoh Hound. São originários de Malta. Têm um aspecto magro e altivo que, indefectivelmente, os remete ao antigo Egito dos faraós. São vendidos por 6,5 mil dólares.
  • Buldogue Inglês. De aspecto amigável e simpático, caracterizam-se por seus largos ombros e sua grande cabeça. Além disso, costumam ter grossas dobras de pele na parte da frente. O preço que normalmente se paga por um destes animais é de cinco mil dólares.
  • Akita Inu. Este tipo de cão se tornou famoso graças ao filme Hachiko, sempre a seu lado, uma história sobre a fidelidade de um cão por seu dono, além da morte. O custo de um destes exemplares ronda os 4,5 mil dólares.

Não importa o quanto ele custe no mercado, ame muito o seu peludo

adotar-a-um-novo-cao

Comprado ou adotado, o mais importante é amar um cão. Se for ter um apenas por moda ou representação de status, certamente você irá por um mau caminho.

Ter um pet implica numa responsabilidade permanente em diferentes aspectos alimentação, saúde, educação, higiene, etc.  mas, sobretudo, significa sentir afeto pelo bichinho.

Por outro lado, um peludo será seu fiel amigo e companheiro além de sua raça ou de quanto pagou por ele.

E, embora esteja claro que cada um faz o que quer com seu dinheiro, possivelmente não seria ruim investir, ainda que uma parte pequena, em ajudar uma associação protetora ou um abrigo de animais abandonados.