Os cães podem dançar?

Já falamos em outras ocasiões sobre o valor que os cães dão à música e o que sentem ao escutá-la, ou o que ela é capaz de transmitir a eles. Mas essas emoções chegam ao ponto de fazer eles mexerem o esqueleto? Os animais têm alguma noção de ritmo para dançar?

O efeito da música nos cães

cães nunca morrem

A música pode fazer com que nosso cão fique relaxado, que se acostume a ficar sozinho em casa e até mesmo que durma. Pode também amenizar a sua ansiedade e melhorar o seu humor. Mas uma coisa é certa, é raro que um cão comece a dançar ao escutar alguma música.

A capacidade de sincronizar os ritmos parece ser mais um mecanismo evolutivo utilizado de formas diferentes de acordo com as espécies e circunstâncias.

Charles Darwin

A música preferida dos cães é a música clássica, que tem a capacidade, inclusive em seres humanos, de despertar os cinco sentidos e criar emoções. Ela pode ser utilizada antes de realizar qualquer atividade com o animal que possa submetê-lo ao estresse, como ir ao veterinário, ou ficar sozinho em casa, por exemplo.

Então, se a música exerce um efeito sobre nossos animais, será possível que eles tenham noção de ritmo e que sejam capazes de dançar?

Os cães podem dançar?

A resposta é simples: sim. O senso de ritmo dos animais pode ser estimulado com um pouco de treinamento e a prova está nas exposições de cavalos. São muito comuns os cães que ajudam nos espetáculos artísticos de seus donos dançando. Vejamos alguns.

  • Didi. Ela é uma cachorrinha de 4 anos de idade, sem raça determinada, de cor branca, que acompanha seu dono toda semana para dançar merengue ao ritmo de latidos.
  • Noa. Uma bela fêmea golden retriever, de propriedade da polícia do Peru, que, anualmente, protagoniza um bonito espetáculo durante as festas em seu país dançando Marinera, uma dança típica da região.

Além delas, existem vários cachorrinhos e cachorrinhas que são capazes de dançar e que inclusive ajudam seus donos a ganharem a vida com apresentações artísticas. Em todos os casos, foi necessário muito treinamento.

Como ensinar um cão a dançar

cachorro contente

  • Escolha alguns “presentes comestíveis” de que seu cão goste. Decida que guloseimas serão usadas para motivar o seu animal, mas certifique-se de que sejam fáceis de mastigar e rápidos de engolir, caso contrário o animal irá descer para o chão para comer e ignorar completamente a música e, portanto, você.
  • Escolha um lugar tranquilo Você deve escolher um lugar calmo para ensinar o seu cão os passos desejados. Deve ser um ambiente amplo, mas não o suficiente para que o seu pet tente correr com pequenas distrações.  Um ambiente plano e fechado, sem muitos vasos e cadeiras, é o ideal.
  • Coloque uma das guloseimas em sua mão, mas feche os dedos para que o cão não seja capaz de agarrá-la, apenas cheirar. Comece a mover a sua mão ao som que você quer que o seu cão dance enquanto a música está tocando. Levante alternadamente a pata dianteira até que seu cão consiga ficar sobre as patas traseiras e comece a dançar.
  • Observe-o de perto para evitar que perca o equilíbrio ou possa cair e bater no chão. Continue encorajando-o a andar sobre as patas traseiras, mas não se separe dele. Se você quer que ele dê piruetas, é fácil. Faça círculos com a sua mão sobre a cabeça do cão e ele começará a girar até você parar. Não faça isso por muito tempo ou ele pode ficar tonto.
  • Faça seu cão relacionar o gesto com uma ordem. Você pode escolher a palavra “dance” para que o cão comece a dançar sem que seja preciso ter um petisco em sua mão. Se o comando for utilizado desde as primeiras vezes, com o cão ainda nas patas traseiras, e continue a ser utilizado toda vez que for treinar o truque, o animal irá aprender rapidamente.

Não podemos garantir ou prometer que o seu cão vai dançar da primeira vez que você  tentar com essas instruções. Mas se você for persistente, paciente e amoroso, conseguirá que seu cão comece a dançar depois de algum tempo de treinamento.