Os cães de resgate no Equador: um grande apoio

Cães de resgate

Em algumas circunstâncias extremas, o chamado melhor amigo do homem continua sendo insubstituível. É o caso do recente terremoto que devastou o noroeste do Equador. Ali, o trabalho dos cães de resgate se tornou uma ferramenta fundamental para encontrar pessoas soterradas sob os escombros.

Os cães de resgate e o trabalho imprescindível deles em meio as catástrofes

Uma média de cento e vinte cães foram especialmente treinados para desempenhar este tipo de tarefa, – tanto cães locais quanto cães pertencentes a brigadas de ajuda provenientes de diferentes países – foram enviados às áreas mais afetadas pelo terremoto, que alcançou uma magnitude de 7,8 na escala Richter e que teve numerosas réplicas.

Cão de resgate

Os cães de resgate costumam ser mais eficientes e rápidos do que as máquinas para detectar sobreviventes. Mas, além disso, eles conseguem algo que nenhum aparelho jamais conseguiu até o momento: poder localizar rapidamente corpos sob escombros.

É que na busca por pessoas presas sob escombros, foi comprovado que os cães podem rastrear 100 metros quadrados em 5 minutos. Um humano, com os instrumentos adequados, desenvolveria a mesma tarefa em 45 minutos. Em situações onde o tempo é fundamental para conseguir salvar uma vida, não existem dúvidas sobre o trabalho insubstituível destes seres.

Quando se produz uma situação de catástrofe – como a do recente terremoto no Equador – o trabalho dos cães de resgate é insubstituível para que se encontre vítimas presas sob os escombros.

Como os cães de resgate trabalham

A grande capacidade olfativa e auditiva destes animais se soma a intuição e a obstinação que eles demonstram em sua função de resgate. Quando um cão detecta uma pessoa – viva ou morta – ele busca uma forma de chamar a atenção dos brigadistas. Por exemplo:

  • Começando a latir;
  • Dando voltas ao redor do lugar;
  • Se sentando no lugar indicado e não se movendo.

Um cão de qualquer raça supera muitíssimo a tecnologia mais sofisticada. Um exemplo concreto desse fato é o de alguns instrumentos técnicos que podem encontrar vítimas até no máximo 5 metros de profundidade, enquanto os cães o fazem até 10 metros e, é óbvio, muito mais rápido.

Os cães de resgate também podem ser vítimas

Mas enquanto realizam seu trabalho, se movendo entre os escombros, os cães sofrem cortes em suas patas e muitos ferimentos. Por esse motivo, foi pedido a doação de sapatos ou botas com solas de borracha e ataduras elásticas autoadesivas para proteger estes verdadeiros heróis.

Tampouco os cães de resgate estão isentos de se tornarem vítimas em meio a situações de desastre. Foi o caso do Dayko, um Labrador de quatro anos que morreu por um quadro de desidratação enquanto resgatava várias pessoas.

Ao que se sabe, os profissionais médicos conseguiram estabilizá-lo e ele foi transportado para outra cidade, mas o bichinho não pôde resistir as dificuldades da área do desastre nas suas intensas jornadas de busca por sobreviventes.

Características procuradas nos cães de resgate

Embora, como já dissemos, qualquer cão esteja em condições de ser um bom cão de resgate, costuma-se utilizar mais aqueles exemplares que:

cães de resgate

  • São de um tamanho entre médio e grande. (Embora alguns animais menores possam acessar lugares onde os de maior porte não podem chegar);
  • Têm o olfato e a audição mais desenvolvidos, assim como o instinto de caça;
  • Têm um bom estado de saúde;
  • Dão demonstrações de inteligência, docilidade (adestrabilidade) e sociabilidade;
  • São ágeis e resistentes;
  • Estão acostumados a cenários estressantes.

Outras áreas em que são utilizados os cães de resgate

Além do desempenho excelente dos cães na busca por sobreviventes de desmoronamentos, eles também são insubstituíveis para encontrar:

  • Pessoas perdidas em bosques, montanhas, pântanos, etc;
  • Soterrados em avalanches de neve ou terra;
  • Fossas comuns;
  • Náufragos, banhistas arrastados pela água, afogados.

O ideal é começar com o treinamento destes louváveis seres desde filhotes. Com uma educação constante e precisa se conseguirá fazer com que eles aprendam a desempenhar a tarefa fundamental de salvar as vítimas de diferentes catástrofes.