Os cães Westie e suas características

Os cães Westie

O Westie, também conhecido como West Highland White Terrier, é um dos cães mais bonitos que existem, pelo menos na minha opinião. De fato eu não conheço ninguém que ao ver um deles não tenha falado algo como “Ah, que lindo!” E há vários motivos por trás desta exclamação, já que o Westie tem um pelo branco brilhante e apaixonante, que vem acompanhado da sua personalidade muito amigável. Você gostaria de saber mais sobre esta raça? Continue lendo e você vai conhecer várias curiosidades interessantes.

Origem do Westie

Westie correndo

 

Westie é somente um apelido carinhoso para o seu nome real: West Highland White Terrier. Como o próprio nome indica, eles pertencem à raça dos Terriers, e portanto, assim com eles, são provenientes da Escócia, principalmente das Terras Altas deste pequeno país.

Devido a sua coloração branca, eles foram usados durante muitos anos para a caça, já que os donos pensavam que a sua cor faria com que fosse fácil diferenciá-los das presas, que geralmente têm uma coloração mais escura.

Por volta do século XIX o Coronel Malcolm de Poltalloch se apaixonou por esta raça e garantiu que ela tinha todas as qualidades necessárias tanto para um cachorro de casa, quanto para um que vive no campo ou que é usado para a caça. Assim, este coronel colocou todo o seu empenho em criá-los e ajudar o seu crescimento. Obrigada, Malcolm, por ajudar a propagar uma raça tão bela quanto os Westie.

Características dos Westie

Seu tamanho varia entre os 28 e 30 centímetros, e seu peso entre 5kg e 10kg, sendo considerado um cão de tamanho pequeno-médio.

Seu pelo totalmente branco, sem nenhum tipo de mancha, é sem dúvida a característica mais reconhecida por todos. É curioso porque seus antecessores, os Cairn Terriers, chegaram a ser conhecidos como os “cairns brancos”, já que não eram aceitos os animais que nasciam totalmente brancos. Eles podiam ser de qualquer cor, menos brancos. Que ironia! A pureza do branco do pelo dos Westie é o que o torna tão bonito.

Além disso, seu pelo é grosso e fácil de lidar. Suas orelhas pontiagudas dão a ele uma aparência carinhosa, e graças ao seu pequeno focinho ele se parece com um bicho de pelúcia.

Personalidade do Westie

Por terem sido educados durante anos para a perseguição de presas, isso é algo que eles levam dentro de si e que faz parte da sua personalidade. Por isso, não é recomendável deixar animaizinhos pequenos sozinhos com um Westie. Isso fez com que ele tivesse um temperamento tenaz e persistente, fazendo com que muitos acreditem que são cães grandes presos em um corpo de cão pequeno.

Sua descendência, os Terriers, têm uma personalidade teimosa e são difíceis de adestrar (ainda que não seja impossível), por isso deve-se ensiná-lo desde o primeiro momento que é você quem manda, e não deixá-lo fazer as coisas quando e como quiser.

Ele sempre se manterá alerta e diante de ruídos ou pessoas estranhas pode sentir que seu território está ameaçado, o que fará com que ele fique bravo e lata bastante. Por este motivo, a socialização e o adestramento são muito importantes desde quando eles são filhotes.

O Westie precisará de uma boa dose de exercícios diários, não muito intensoa, mas constante. Digamos que isso é importante para que ele se acalme.

Mas como todos os cães, se você der carinho e cuidar bem de um Westie, você terá o que corresponde a um cão fiel, leal, amoroso e disposto a fazer tudo para agradá-lo.

Cuidados com o Westie

Dois cães brincando juntos

Como são o seu pelo e a sua pele?

O pelo do Westie não costuma ficar embaraçado nem formar muitos nós, mas se você quer mantê-lo brilhante e bonito, é preciso lembrar-se de escová-lo todos os dias.

A sua pele tende a ser ressecada, por isso é recomendável não dar banho nele mais de uma vez por mês, e utilizar xampus neutros ao fazê-lo, ou até xampus para bebês ou cachorros, que equilibrem o pH da sua pele e evitem o surgimento de eczemas e outras irritações.

Não se esqueça da sua limpeza

Suas orelhas são muito importantes. Por sua posição (pontiagudas apontando para cima), as orelhas estão muito expostas à sujeira e às bactérias que podem entrar por seus orifícios. Por isso, faça uma limpeza diária com um pano úmido, e sem apertar com muita força.

Também é fundamental que seu focinho e suas patas sejam mantidos limpos, principalmente se você não quiser que ele perca a pureza do seu pelo branco. Quando os cães passeiam e se lambem, vai sendo formada uma tonalidade marrom nos pelos, fruto da sujeira e das bactérias recolhidas da rua e transmitidas pela sua saliva. Por isso, limpe bem suas patinhas toda vez que ele voltar da rua, e também o seu focinho sempre depois de comer.

Se você está buscando um cão como animal de companhia, esperamos que este artigo tenha servido para decidir se o Westie pode ou não ser uma boa opção para você.