Os gatos adaptam seu comportamento ao dos humanos

Os gatos adaptam seu comportamento

Os gatos são membros da família dos Felinos. Isso quer dizer que nosso gato não é um animal doméstico e, assim como seus parentes próximos como o leão, apresenta um comportamento selvagem que devemos conhecer. Trata-se de um animal de caça, por isso sobe em árvores e telhados. Entretanto, os gatos adaptaram o seu comportamento para se comunicarem com os humanos.

Os gatos são animais muito inteligentes e observadores, motivo pelo qual miam para nos indicar suas necessidades. Ao miar, eles estão nos dizendo que têm fome e frio, ou para chamar nossa atenção e ganhar carinho.

Nosso gato nos escuta quando falamos com ele, podendo, inclusive, nos olhar nos olhos. Entretanto, graças ao seu instinto selvagem, dificilmente ele apresenta um comportamento dócil. Em geral, não são muito sociáveis, mas se adaptaram à convivência com os seres humanos para sobreviver.

Os gatos sabem expressar as suas necessidades através de sinais como o ronronar, a forma que encontraram de nos dizer que estão felizes. Os pequenos felinos mostram o seu afeto através da linguagem corporal. Se nosso gatinho esfrega seu corpo em nossas pernas, está marcando seu território e mostrando sua ternura.

Quando o gato mantem a sua cuada apontada para cima, isso indica que ele está submisso e feliz ao nosso lado.

Os gatos são inteligentes e aprendem os costumes de seu dono, como a hora de comer e dormir, a hora em que seu dono sai de casa e quando volta, podendo permanecer sentado por um longo tempo esperando.

Sinais de comportamento

gato idoso

Como podemos compreender o comportamento do nosso gato? Basta observarmos as suas orelhas. Se elas estão levantadas, significa que o animal está em alerta. A posição de sua cauda também é indicativa de seu comportamento. Se o gato a agita de um lado para o outro, significa que está nervoso, irritado e agitado.

Devemos nos fixar também em sua postura corporal. O gato, assim como nós humanos, pode sentir medo ou alegria. Se observarmos bem, seremos capazes de descobrir se ele está relaxado e tranquilo ou agitado, alerta e com o corpo erguido.

Um indício muito importante de como o humor do gato se manifesta são suas pupilas. Se o felino está com o olhar fixo e tenso, significa que está em alerta porque viu outro animal de sua espécie ou está defendendo sua comida.

Se os olhos do gato estão estreitos, ele estará receptivo às nossas carícias. Agora, se suas pupilas estão dilatadas, com certeza ele está com medo ou atento a alguma ameaça.

O bigode também nos ajuda a interpretar os sinais corporais dos gatos, já que eles usam essa estratégia para comunicar se estão tranquilos e felizes. Se os pelos do bigode estão estendidos, enquanto o corpo está relaxado, é um sinal de confiança e relaxamento. No entanto, se o bigode aponta para trás e o corpo está tenso, o animal está com medo.

Sons felinos

Gato

Autor: B .Y

Como um sinal e ameaça, os gatos emitem sons similares a grunhidos. Não se esqueça de que eles são felinos e, com a chegada da noite, ficam mais destemidos e precisam caçar ou pelo menos simular a caça. Por isso devemos brincar ou dar ao nosso gato objetos com os quais ele possa liberar a tensão que ele naturalmente possui.

Às vezes, podemos observar que nosso gato mostra os dentes. Curiosamente, essa uma forma de apreciar os aromas.

O nariz dos gatos

Para terminar, uma curiosidade sobre o focinho dos felinos. Ao contrário dos humanos, o nariz dos gatos possui diversas utilidades. Utilizando o olfato, esses animais conseguem descobrir qual é o seu território, capacidade que desenvolvem ao nascer. Também podem encontrar comida e identificar se ela está em boas condições para consumi-la.

O nariz dos gatos tem cores diferentes de acordo com a raça e também indica o seu humor. Se o animal está nervoso, a sua cor rosada será acentuada graças à agitação de seu corpo.

Os bichanos usam todos esses sinais para falar com a gente. Só nos resta saber interpretá-los para compreendermos melhor nosso animal de estimação.