Os ursos polares e o aquecimento global

Ursos polares

O fato de que os nossos atos causam danos aos animais é algo que já sabemos, mas parece que não nos importamos muito com isso. Na verdade, o aquecimento global vai de mal a pior, e está destruindo os lares de muitas espécies. Por isso, se a situação não melhorar, eles deixarão de existir.

Vamos ver como tudo isso está afetando um dos animais mais divertidos e queridos por todos: os ursos polares.

Os ursos polares e a destruição do seu habitat

Urso polar

Os ursos polares só podem viver no Ártico, pois foram feitos para viver e andar no gelo. As mudanças climáticas, ou aquecimento global, estão fazendo com que o gelo do Ártico derreta, chegando ao cúmulo de desaparecer.

Essa situação faz com que o lugar deixe de ser tão frio para espécies, como por exemplo, as focas, o principal alimento dos ursos. Devido ao aquecimento global, as focas se veem obrigadas a se mudar constantemente em busca de alguma coisa para comer, e isso faz com que os ursos polares tenham cada vez mais dificuldade para encontrar comida. Como se diz: é um ciclo vicioso. 

Esse fato resultou no desaparecimento de diversas espécies de ursos polares devido a vários fatores:

  • Um deles é que a falta de alimento já matou muitos ursos polares;
  • O calor está matando outros animais;
  • Por fim, alguns ursos mais aventureiros ousaram buscar comida em lugares onde se sentem à vontade, e acabaram se aproximando demais dos humanos, que os caçam por mero prazer ou para satisfazer seus desejos mais sofisticados.

O gelo derretido

Os ursos polares utilizam o gelo como uma ponte entre a terra e a água. Eles vão da terra ao gelo, saltam dele para caçar e voltam a usar a plataforma de gelo para voltar à terra. O problema é que o gelo derrete tão rápido que os obriga a voltar à terra e a permanecer ali, se contentando com o alimento que possuem, se é que há algum. Que triste!

O gelo também transforma, ou transformava, o Ártico em um dos lugares mais frios da Terra, local cujo clima é propício para os ursos polares. Muitas vezes, nos perguntamos por que eles vivem lá com todo aquele frio. Bom, o seu corpo tem a capacidade de alcançar 10 graus Celsius. Por isso, se alguma vez você for ao Ártico de férias e sentir frio, aproxime-se de um urso polar.

O estado dos ursos polares

É evidente que tudo isso causou um enorme impacto nos ursos. Muitos estão desnutridos e outros estão morrendo. Há cada vez menos variedades dessa espécie, e os especialistas afirmam que, se continuarmos nesse ritmo, os ursos polares desaparecerão por completo da Terra em menos de 100 anos.

Essa é outra consequência da má gestão e da ambição do homem. Além do egoísmo. Todos sabemos que, se não usarmos perfumes, nem sprays para cabelo, e substituirmos as sacolas de plástico por reutilizáveis, poderemos ajudar, não só as mudanças climáticas, como também para perpetuar várias espécies.

Urso polar

Por que não tomamos essas atitudes? Porque estamos acomodados e estamos vivendo uma era em que o consumismo e as aparências estão acima de tudo, inclusive da vida de muitos animais.

Há 100 anos existiam centenas de espécies animais, porém nossos filhos jamais as conhecerão, porque nossa avareza e egoísmo as destruíram.

Se continuarmos reproduzindo nossas atitudes erradas, é muito provável que os filhos dos nossos filhos vivam em um mundo sem animais, ou pior ainda, em um mundo onde não seja possível existir vida na Terra.

A Terra foi criada para se autorregenerar e se autoabastecer sozinha. No entanto, o ser humano está acabando tão rápido com os seus recursos para satisfazer a sua sede de dinheiro e de ambição que estamos chegando a extremos mais perigosos do que a nossa mente é capaz de enfrentar.

O Meus Animais pede a você que faça tudo que esteja ao seu alcance para melhorar essa situação.