Perigo mortal: coleiras antiparasitas para gatos

Gato com coleira anti-parasita

Se há algo que muitos de nós odiamos nos meses de verão é que esta uma temporada como nenhuma outra… surgem todos os tipos de chatos insetos que tanto nos incomodam.

Muitos de nós sofremos ao ver como somos as vítimas prediletas dos mosquitos e tentamos todos os tipos de remédios para lutar contra eles, uns mais científicos e outros que poderíamos qualificar como mais tradicionais.

O mesmo pode acontecer com os nossos animais de estimação, isto é, podemos tentar uma infinidade de métodos para evitar que estes pequenos animais se aproximem deles.

Um dos mais habituais são as coleiras antiparasitas para gatos, no entanto, hoje diremos a você como o seu uso pode colocar em perigo não apenas o seu gato.

As coleiras antiparasitas para gatos

Gato de coleira

As coleiras antiparasitas para gatos estão a nossa disposição há muitos anos. Posteriormente, outros métodos foram introduzidos no mercado, como os sprays e pipetas.

O sucesso deste tipo de dispositivos deve-se, em grande parte, a sua eficácia e durabilidade, já que duram vários meses, até 6 meses.

Eles têm grande popularidade também pelo fato de não necessitarem de um grande investimento financeiro.

No entanto, ainda que a luz do que vimos até agora esta possa nos parecer a melhor opção para manter o nosso gato livre de insetos e parasitas, veremos a seguir que as coleiras antiparasitas para gatos podem não ser a opção mais indicada.

Os perigos das coleiras antiparasitas para gatos

Diferentes problemas podem ocorrer para aqueles que escolhem utilizar as coleiras antiparasitas para gatos.

Acidentes ao tentar tirar a coleira

Os gatos não são amigos de nenhum acessório, portanto é provável que, se você tentar colocar um item deste tipo nele, ele não se contentará apenas em resistir a ela.

Uma vez colocada, ele poderá tentar tirá-la, correndo o grave perigo de se asfixiar com ela.

Dentes

Alguns gatos têm perdido seus dentes, principalmente no caso dos filhotes, ao tentarem arrancar a coleira. Se isso acontecer com o seu gato, pode ser que ele tenha que encarar a vida com muitos problemas.

Enforcamento

Outro risco que seu o melhor amigo corre é o de enganchar a coleira em algum local pontiagudo de sua casa. Principalmente em algum local alto, ele pode acabar se enforcando ao não poder se soltar sozinho.

Alergias

Não se esqueça que você estará colocando um produto químico em seu pescoço de forma permanente. É verdade que as coleiras antiparasitas para gatos estão devidamente legalizadas pelos órgãos competentes, mas isso não exclui o seu gato da possibilidade de vir a sofrer uma reação alérgica com graves consequências.

Envenenamento

Alguns componentes destas coleiras anti-insetos para gatos podem ser altamente tóxicos para o seu animal. Podem, inclusive, causar envenenamento. Isso poderia resultar em danos como náuseas, vômitos, diarreias entre outros efeitos, ou até mesmo matar o gato.

Doenças

Esses tóxicos que comentamos no ponto anterior podem provocar danos a longo prazo, que poderiam prejudicar o sistema nervoso, o fígado ou, inclusive, causar um câncer.

Pele

Um dano menor, mas que nem por isso devemos esquecer, é o que pode ser produzido na pele e na pelagem de nosso gato. Podem causar irritações na pele ou feridas de diferentes graus, principalmente se a coleira não estiver bem fechada.

Além disso, o atrito e as tentativas do animal de se libertar da coleira, poderiam causar a perda de seus pelos.

As coleiras antiparasitas para gatos e as crianças

Gato em árvore

Está claro que queremos muito bem aos nossos animais de estimação e que nos preocupamos enormemente com eles, mas o amor que sentimos por nossos filhos é ainda maior, por isso não devemos nos esquecer jamais que as coleiras antiparasitas para gatos podem ser um perigo para eles.

As crianças não têm um organismo maduro que seja capaz de metabolizar certas substâncias da mesma maneira que os adultos, portanto a toxicidade destas coleiras pode prejudicá-las.

Não se esqueça que, quanto menores forem seus filhos, mais riscos de que eles toquem o objeto ou, inclusive, que levem-no à boca.

Por isso, se além de conviver com animais você também convive com crianças, você deve se questionar se este tipo de coleiras é a opção mais conveniente para o seu gato. Não queremos que, em nenhum caso, uma má escolha pese na consciência durante toda a nossa vida.