Piloto desvia voo internacional para salvar cão

Voo é desviado para salvar Buldogue

Se você é dos que viaja com seus animais de estimação onde quer que vá, esta história vai te deixar encantado. Os heróis da vida real existem sim, e cada dia mais nos surpreendemos com ações incríveis de pessoas e animais que atuam de maneira desinteressada pelo bem-estar dos outros. Tal é o caso que contaremos neste artigo: piloto desvia voo internacional para salvar cão.

O caso ocorreu durante um voo entre Tel Aviv e Toronto, em um voo da Air Canadá. Antes de iniciar a decolagem, foram feitas no avião todas as verificações de controle. Entretanto, não foi encontrada nenhuma falha e os passageiros iniciaram a viagem.

Porém, o que ninguém se deu conta é de que neste voo viajava um pequeno Buldogue francês de sete anos chamado Simba, que foi transportado no compartimento de carga, segundo as recomendações das normas aeroportuárias.

O dono de Simba, German Kontorovich, é um amante dos animais e tem uma relação muito forte com o seu pequeno Buldogue francês. E mais, em uma entrevista concedida a CNN, ele disse que o cão era virtualmente seu filho, e que significava tudo para ele.

Buldogue francês

O voo transcorria com normalidade quando o avião entrou no Atlântico, mas poucos minutos após entrar nessa zona o piloto se deu conta de que a calefação não estava funcionando.

Apesar deste ligeiro enguiço no sistema de calefação, isso não representava um risco para a segurança do voo e tampouco isto causaria algum tipo de desconforto aos passageiros.

Uma situação muito diferente se apresentaria na cabine de carga, pois a temperatura nessa área do avião cairia abaixo do nível de congelamento, entre os -40° e os -60°, o que levaria o cão, que se encontrava no compartimento, à morte por congelamento.

Uma decisão heroica

O piloto se deu conta de que a calefação estava com problemas. Além disso, ele sabia que o cão se encontrava na área de carga do avião.

Como o piloto tinha experiência pilotando naquela região, ele sabia que a temperatura poderia cair muito na zona, ele então tomou uma decisão que poucos tomariam.

Ele reportou que o avião apresentava uma falha mecânica, alterou o itinerário do voo e aterrissou o avião no aeroporto do Frankfurt, na Alemanha, onde o cão teve sua saúde verificada e, por sorte, ele se encontrava bem, devendo sua vida à rápida decisão deste novo herói.

Durante esta parada foi feita uma segunda revisão no avião, para se ter certeza de que não havia nenhum outro inconveniente e, depois de duas horas, o avião voltou a decolar. Nenhum passageiro reclamou, mesmo sabendo que o motivo da inesperada parada era salvar o cão de uma morte por congelamento.

Cabe esclarecer que nesta ocasião Simba teve que esperar para ser transportado em outro avião, um no qual a sua segurança estivesse garantida.

Filhote de cachorro

Autor: MickiTakesPictures

Repercussões sobre o caso do piloto que desviou voo internacional para salvar cão

Uma situação que muitos pontuaram como uma injustiça é a investigação que está sendo feita contra o piloto, motivo pelo qual não se revelou sua identidade, pois esta inesperada parada custou a Air Canadá perto de 10.000 dólares, em direitos de aterrissagem e combustível extra.

Quando o piloto foi perguntado sobre sua atuação, este se limitou a dizer “Sou responsável por todas as vidas do avião, tanto as humanas como as não-humanas”.

Este é um bom exemplo do que as pessoas podem chegar a fazer além do cumprimento do simples dever. Algumas pessoas não pensam duas vezes para se esforçarem um pouco mais e protegerem a quem necessita e, principalmente, quando a decisão se encontra em suas mãos.

 

Créditos da imagem: Satorre GONZALEZ.