Por que buscam atenção constante?

Cachorro procurando atenção

Não é nenhum segredo que os cães adoram chamar a atenção. Seja por um toque de carinho, mimos, massagem ou guloseimas, os cães estão sempre atrás de você para receber alguma recompensa. Ainda que, na maioria das vezes, isso não represente nenhum inconveniente, pode acabar se tornando um problema muito sério, se isso resultar em personalidades ciumentas ou em comportamentos destrutivos.

No entanto, parte das solução dos problemas (ou evitá-los) é entender por que os cachorros procuram por atenção constante.

Normalmente, os cães têm diferentes maneiras de chamar a nossa atenção, mas em geral, o que desencadeia comportamentos patológicos é o excesso da mesma.

Da mesma forma, um ambiente pouco saudável onde o cão é submetido a uma quantidade significativa de estresse, também pode resultar com que ele queira receber mais atenção de sua parte, ou desenvolva um comportamento estranho para liberar a tensão, o excesso de energia ou tédio.

As formas mais comuns de doenças causadas por isso são aquelas originadas pela ansiedade (por exemplo, a ansiedade de separação), o ciúme e a personalidade destrutiva. Mas vamos falar da atenção um pouco mais a fundo.

Quando querem chamar a atenção?

Cachorro destruindo travesseiro

Em razão dos cães e os seres humanos não poderem comunicar entre si da mesma maneira que fazem com seus similares (ou congêneres), os cães tiveram que desenvolver uma série de estratégias para atingir suas necessidades básicas (alimentação, abrigo, carinho…).

Portanto, chamar a atenção torna-se uma resposta evolutiva que a domesticação tem proporcionado aos cães para garantirem, desta forma, a sua subsistência.

No entanto, quando estas situações se tornam patológicas? Estes comportamentos tornam-se problemáticos porque eles tendem a serem reforçados por cuidadores/donos que, involuntariamente, acabam recompensando os cães e acentuando a persistência dos hábitos do cão.

Uma das maneiras mais comuns, por exemplo, é quando chegamos em casa, pois nós acabamos acentuando a ansiedade que o nosso cão sente durante nossas ausências quando nós o acariciamos com entusiasmo, enquanto ele nos recebe animado.

A mesma situação ocorre diante de latido excessivo. É comum que, quando o nosso cachorro se excede com seus latidos, para tentar acalmá-lo o seu cuidador acaricie o dorso e produza uma sensação de relaxamento no cão.

O que isso faz é reforçar a má conduta, porque ele entenderá que latir excessivamente é uma maneira de ganhar carinho.

Algumas soluções

Cachorro

Embora evitar um comportamento seja mais fácil do que corrigir, existem muitas estratégias que você pode tomar para cortar os maus hábitos que o cão tenha desenvolvido para chamar a sua atenção.

Antes de qualquer coisa, tenha em mente que não é ruim mimar o seu animal de estimação. Pelo contrário, o amor é algo que eles precisam para um desenvolvimento mental adequado.

O que você deve aprender é saber exatamente o que é exigido de você e, se o comportamento do animal é devido a uma razão válida (por exemplo, alguém rodeando a sua propriedade), tudo bem recompensá-lo por isso.

No entanto, se os comportamentos são derivados de algo que não é indicado, como é o caso dos ataques de ciúme ou medo, então você não deve apoiar essa atitude.

O que o cão e você devem entender é que para tudo existe um momento, seja para carícias, para brincar ou para comer. Então, estas são algumas dicas que você pode seguir:

Estabeleça um cronograma rigoroso quanto à alimentação de seu animal de estimação. Assim ele irá se acostumar a comer em determinados momentos do dia.

Não o alimente na mesa, assim, ele se acostumará a não pedir.

Acostume-o a ficar sozinho desde filhote, mas nunca o deixe sozinho de imediato por um período prolongado. Saia primeiro por alguns minutos e depois prolongue esses períodos.

• Ensine-o que não é bom rosnar para outros cães ou pessoas, a menos que seja como uma medida defensiva e não motivado pelo ciúme.

• Tenha em mente que as punições são compreendidas pelos cães como uma forma de receber atenção, portanto, usando essa estratégia você apenas vai reforçar o comportamento negativo.

A melhor coisa que você pode fazer é ignorar o animal de estimação. Então, ele vai perceber que agindo de tal maneira, ele não conseguirá nada de você.

Observe atentamente o comportamento do seu animal de estimação, especialmente os relacionados à ansiedade (o mais importante é se ele deixar de comer) ou a agressividade, se necessário, consulte um especialista em comportamento animal ou o seu veterinário.