Por que não se deve deixar o seu cachorro dentro do carro?

Nós não gostamos quando temos que nos separar de nosso bichinho porque temos que sair para ir a algum compromisso ou para fazer compras e, por isso, muitas vezes decidimos levá-lo com a gente. No entanto, não são em todos os lugares que nossos animais de estimação são bem-vindos e alguns donos decidem deixar seu cachorro dentro do carro enquanto fazem as suas tarefas. Mas será que isso deve ser feito?

Não importa a época do ano, nunca se deve deixar o cachorro sozinho dentro do carro, muito menos durante o verão. Mas por quê?

Você não deve deixar o seu cachorro dentro do carro

No verão, as temperaturas sobem e, às vezes, atingem níveis extremos. Ficar trancado no carro não será nada agradável para o seu animal de estimação, pois ele poderá sofrer insolação e, inclusive, pode até mesmo morrer.

Para que você tenha uma ideia melhor disso, tente experimentar permanecer meia hora dentro do carro debaixo do sol e veja como você se sente. Já foram feitos estudos com pessoas que receberam cem dólares para aguentar dez minutos debaixo do sol, trancadas dentro de um carro, e nenhuma delas conseguiu! Se elas não conseguiram, por que você acha que o seu cachorro conseguiria aguentar isso?

cabeça na janela

O carro acumula no seu interior uma enorme quantidade de calor, fazendo com pareça um forno, que inclusive poderia matar o seu animal.

Apesar das pessoas que se submeteram ao experimento terem sofrido bastante, os animais como o seu cachorro sofrem ainda mais. Mas isso acontece por quê? Porque eles não suam.

Qualquer pessoa em uma situação de extremo calor começará a suar de forma excessiva. E por que isso acontece? O suor atua como uma espécie de termostato que consegue reduzir a temperatura corporal e levá-la a um nível normal. Isso é um mecanismo de defesa que o próprio corpo ativa quando se encontra em perigo.

Os animais, em especial os cachorros, não têm glândulas sudoríparas na mesma quantidade que as nossas. O único mecanismo que o seu corpo pode acionar para vencer o calor extremo é a respiração ofegante. Isso por sua vez dificultará a respiração do animal e pode levá-lo a morrer afogado.

Somado a isso, os cachorros têm uma maior temperatura corporal que nós, o que fará com que a temperatura deles suba muito mais rápido.

O que fazer se você vir um cachorro trancado dentro de um carro?

Possivelmente, este artigo conscientizou você do fato de que não pode deixar seu cachorro dentro do carro e que seu cão irá preferir não acompanhá-lo e recebê-lo com alegria quando retornar para casa, ao invés de acompanhá-lo, arriscando a sua saúde ou a sua vida trancado dentro de um veículo.

Entretanto, é provável que muitos continuem fazendo tal coisa, e, talvez, um dia, você seja testemunha disso. De fato, na Internet circula uma grande quantidade de vídeos nos quais se vê a polícia resgatando cachorros trancados dentro de carros. E tiveram que quebrar as janelas e, inclusive, arrombar as portas. Mas como eles souberam disso? O que deve ser feito se você vir um cachorro trancado dentro de um carro?

  • Procurar o dono. Você deve agir de forma precipitada, sem pensar mal do dono. Talvez o dono não tenha se dado conta de que seu cachorro estava dentro do carro, ou o desconhecimento sobre o tema tenha-o levado a deixá-lo no automóvel. É importante agir de forma tranquila e se você estiver em frente de uma casa, toque a campainha para tentar localizá-lo e adverti-lo do perigo. Se você estiver em um shopping center, peça que façam contato com ele através dos alto-falantes.

cao-no-carro-com-cinto-de-segursnca

  • Ligar para as autoridades. Talvez você não consiga localizar o dono ou, inclusive, ele pode ser desagradável. Não se intimide e chame a polícia. Deixar um cachorro dentro do carro é considerado abuso contra os animais e quem o faz deve prestar contas à Justiça.
  • Tire ele de lá. No caso extremo em que não tenha sido possível localizar o dono, as autoridades não responderam ou pareça que elas demoram muito, você deve agir. Você terá que quebrar o para-brisa e tirar o animal para salvar a sua vida. Contudo, isso pode acabar envolvendo você em uma encrenca. Para evitá-la, busque testemunhas que afirmem que o animal corria perigo e que você não teve outra opção. Deixe claro que você não queria roubar, mas sim salvar a vida do cachorro.

Uma vez que você já tenha retirado o cachorro de dentro do carro, tente conseguir panos umedecidos, sem encharcá-los totalmente. Você deverá esfriá-lo de forma gradual para que ele não sofra um choque. Ponha um bebedouro com água limpa e fresca para que ele beba quando quiser, mas não o force a nada.