Por que o meu gato espirra?

O amor que sentimos por nosso animal de estimação nos deixa preocupados quando percebemos que algo não vai bem com ele. Claro que, muitas vezes, nos preocupamos desnecessariamente. No entanto e infelizmente, às vezes sim, estávamos certos.

Então o melhor é nos mantermos bem informados para, assim, preservarmos a calma ou agir frente a qualquer alteração na saúde de nossos animais.

Hoje, neste artigo, iremos lhe dar a resposta a uma pergunta que, talvez, você já tenha feito mais uma vez: por que meu gato espirra?

Espirros em gatos

Vamos começar fazendo uma pergunta, sempre que você espirra é porque você está doente? Com certeza, antes de termos terminado a pergunta os seus lábios já verbalizaram a resposta: Não. Com o gato também é assim.

Por definição, os espirros consistem em jogar ruidosamente pelo nariz e pela boca o ar inspirado de maneira involuntária, provocada por um estímulo na mucosa nasal .

Assim, sempre que um gato espirra é para eliminar qualquer causa que seja irritante a mucosa do nariz. Tenha em mente que se o seu gato o faz de vez em quando, você não precisa se preocupar.

No entanto, quando os espirros são acompanhados de corrimento nasal ou são muito comuns, poderemos, então, a começar a sentir uma preocupação moderada, que deve ser aumentada, caso o nariz de seu gato esteja entupido, o que perceberemos facilmente caso ele não seja capaz de cheirar a comida.

Um fato que evidenciará isso, é se notarmos que o animal se recusa a comer ou diminui significativamente a ingestão de alimentos. Assim que percebermos isso, será necessário que levemos o gato ao veterinário, para que ele possa avaliar o estado de saúde de nosso bichano.

Outros sintomas que devemos observar em nosso gato

Sintomas

Como mencionado no parágrafo anterior, chegou a hora de agir e permitir que um profissional avalie o por quê do nosso gato espirrar.

É importante que você comente com o veterinário quaisquer outros sintomas que acompanhem os espirros, como estes:

  • Muco nasal verde ou amarelo, que poderá ser causado por uma infecção;
  • Secreção ou inflamação dos olhos;
  • Falta de ar;
  • Perda de peso ou apetite;
  • Apatia;
  • Febre;
  • Glândulas inchadas;
  • Tosse.

Possíveis razões para o seu gato espirrar

A seguir, indicaremos as causas mais comum que causam espirros nos gatos:

  • Infecções virais. Nesse caso, ela pode ser causada pelo contato com outros gatos ou pelo compartilhar de algo com eles, como as tijelas. Você deve ter muito cuidado porque as infecções podem se desdobrar em uma pneumonia, o que pode ter consequências fatais.
  • Problemas dentários. Problemas de todos os tipos que o animal possa ter em seu dentes poderão levá-lo a espirrar.
  • Corpos estranhos. Tudo o que se assentar nas narinas do animal irá causar espirros.
  • Vírus da imunodeficiência felina. Essa doença, que é muito comum em gatos que têm contato com o exterior, merece uma atenção especial. Ela se espalha de diversas maneiras, quando os gatos brigam e mordem uns aos outros, por exemplo.
  • Uma questão muito séria: ignorar os sintomas fará com que o gato não se cure, o que trará consequências graves, portanto é necessário um atendimento veterinário de urgência.
  • Alergias. Qualquer tipo de alérgeno que irrite o nariz do seu animal de estimação poderá levar o seu gato a espirrar. Mas os espirro também podem ser causados por certos alimentos, então é necessário determinar primeiro o que causa este tipo de transtornos em nosso amigo e, então, tratar.

Tratamentos para os espirros dos gatos

Tratamento para os gatos

Como em qualquer outro caso, o tratamento para controlar os espirros depende do fator desencadeante, diagnosticado como a causa pelo seu veterinário. Em alguns casos será suficiente melhorar o ambiente da casa com um umidificador.

Quando a origem é uma alergia, provavelmente será feita a administração de anti-histamínicos, nos casos mais leves, ou de esteroides, em casos mais severos – eles vão ajudar a reduzir os sintomas da alergia.

É possível que ele também precise de um tratamento com antibióticos, dependendo da fonte do problema. Em outras ocasiões será suficiente o uso de descongestionantes nasais.

Não podemos descartar a intervenção cirúrgica em nosso bichano, caso não consigamos acabar com os espirros.

Como já vimos, quando o seu gato espirra, não necessariamente tem sempre que ser algo sério, mas é sempre melhor conhecer as causa e o que o seu veterinário poderá lhe indicar.

Então agende uma consulta e alivie qualquer sofrimento em seu gato e qualquer preocupação em você.