Por que o meu gato mia de forma agitada?

Qualquer pessoa que compartilha sua vida com um gato, provavelmente já notou, em algum momento, que seu animal de estimação não só se expressa através do corpo, mas também o faz miando de forma hesitante e descontínua, que variam de tempo e intensidade, dependendo sempre da situação e de seu humor.

Graças à sensibilidade de seus ouvidos, os gatos respondem a estímulos vocais e, através deles, têm a capacidade de determinar o estado de espírito de seu proprietário e dos outros membros da família, de acordo com o tom de voz e volume no qual eles falam.

Notavelmente, com essa informação, eles vão responder de uma forma ou outra e quanto mais falarmos com eles, mais respostas vocais serão obtidas.

Tipos de som

 

Sons provocados pelos gatos

Antes de falar do miado, é importante salientar que vários especialistas sobre o assunto, identificaram que os gatos emitem pelo menos 16 vocalizações diferentes e que há ainda muito mais para ser descoberto.

Eles também concordam que a linguagem dos felinos é composta por três categorias de som: altos ruídos, sussurros e vozes.

Altos ruídos: durante a transmissão do som, a boca do gato está constantemente aberta e normalmente realizam este barulho quando estão em situações de ansiedade extrema ou perigo. Neste som podem ser ouvidos gritos, rugidos, bufos, etc.

Sussurros são sons que os felinos normalmente emitem com a boca fechada, como cumprimentos, ronronar, expressão de aprovação ou de reconhecimento e as chamadas de atenção.

Vozes: a emissão destes sons são sempre feitas com a boca aberta e, quando terminam, a fecham. Esses são os sons que os gatos usam para se comunicar com a gente e, nesta categoria, está o miado.

Com base científica

Nem todos os gatos miam de maneira agitada, mas se você tem um que faz isso, podemos dizer que isso geralmente acontece quando eles identificam um objeto voador, como um pássaro, uma mosca, etc., ou quando veem sinais luminosos em movimento refletidos na parede.

Especialistas asseguram que este ato é instintivo e que todos os gatos fazem isso no momento da caça, embora muitos deles não se expressem da mesma maneira.

Quando os gatos localizam suas presas e se concentram na captura, emitem este tipo de miado agitado, com o intuito de imitar o som de um pássaro e confundir suas presas.

No entanto, existem outras teorias que afirmam que os gatos se comportam desta forma pois estão se preparando para capturar presas, pois eles estão praticando uma “mordida” especial.

Tipos de Miado

Miados curtos: este tipo de miado é emitido pelo gato quando o animal quer chamar a atenção para algo que precisa ou para expressar insegurança, solidão ou qualquer outra queixa. O animal, às vezes, mia desta maneira quando olha para o dono.

Miados prorrogados: se o gato estiver com fome, provavelmente irá emitir um miado amargo e constante.

Miados de filhotes: gatinhos de alguns dias de nascimento emitem miados (como um bebê) quando estão com frio, fome ou sentem a falta da mãe.

Miados assustadores: o gato adulto mia antes de uma luta com o outro, eles podem causar calafrios devido seu timbre e intensidade.

Miados instáveis: as fêmeas, quando estão no cio, podem emitir miados constantes e um pouco agitados.

Miados do gato como uma forma de expressão

Até agora não é conhecido porque os gatos emitem estes sons nem exatamente como funciona o aparato do funcionamento vocal dos felinos.

Durante muito tempo, pensava-se que eles tinham uma glote dupla com duas cordas, chamadas superior e inferior. Além disso, acreditava-se também que os miados eram produzidos pela vibração das cordas vocais inferiores e que o ronronar era realizado com as cordas superiores, mas esta teoria foi contestada por outras que afirmam que as cordas superiores não estão envolvidas na emissão da voz, mas que são pregamentos da faringe.

O que se afirma é que os gatos produzem sons alterando a tensão nos músculos da boca e da garganta, além de velocidade do ar.

Gostaria de saber por que o seu gato mia? Você tem outras teorias?