Por que os cães ficam com a língua de fora?

Por que os cães ficam com a língua de fora?

Queremos fazer uma foto do nosso cão. Ele está tão bonito! Todos pensamos isso de nosso animal de estimação. Mas é sempre a mesma coisa, toda vez que vamos fazer uma foto e ele nos vê, abre a boca e coloca a língua para fora, acabando com todo o encanto do olhar inocente e doce que tinha quando estava com a boca fechada. Não é verdade?

Não podemos deixar de nos perguntar por que os cães estão sempre com a língua de fora? Existem vários motivos para isso e a língua canina possui características muito diferentes da língua do ser humano.

Características da língua do cão

Diferentemente de nós, para os cães a língua serve muito mais do que para simplesmente identificar sabores ou beber água. Ela tem características que ajudam o animal em várias de suas funções fisiológicas. Por exemplo:

 

cachorro com língua de fora

 

  • Regula a temperatura. A língua atua como um “radiador” nos cães. Suas narinas não são muito extensas, portanto a sua língua supre suas funções e também permite que o animal transpire ou sue por ela. Ao entrar em contato com o ar, a umidade da língua esfria o fluxo sanguíneo, regulando a temperatura.
  • Favorece a circulação sanguínea. Já notou como a língua dos cães cresce quando eles estão cansados? Isso ocorre porque o sangue flui mais por ela, permitindo que ele se recupere com mais facilidade.
  • Método de higiene. Os cães também usam a língua para limpar certas áreas do corpo ou ferimentos.
  • Socializar. Sim, é isso mesmo, ela serve para socializar. A língua dos cães é uma das partes do corpo mais sensíveis do cão, portanto lamber um outro cão significa tentar acalmar ou impedir qualquer gesto hostil, mesmo antes que ele aconteça. Digamos que é a forma deles de hastearem a bandeira branca.

Sabemos, por todas essas razões, que os cães não colocam a língua para fora da boca apenas por diversão, mas porque têm um ou mais motivos biológicos para isso. Vejamos alguns!

Por que os cães colocam a língua para fora?

  • Sede. Se a garganta e a boca ficam secas em algum momento, é normal que deixe a língua de fora, fazendo com que ela se umidifique em contato com a atmosfera.
  • Cansaço. Quando os cães estão cansados, a língua concentra maior fluxo sanguíneo. Portanto eles colocam para fora da boca para que o fluxo volte livremente ao seu lugar.
  • Excitação. Quando um cão está excitado, é possível que não consiga respirar, já que suas cavidades nasais são extremamente curtas, de modo que deixar a língua para fora vai ajudá-lo a respirar melhor.
  • Dor. Se o animal sente dor, nem sequer será capaz de manter o focinho fechado e a língua dentro da boca. É por isso que às vezes vemos cães doentes com a língua “morta” para fora.
  • Frio ou calor. Como vimos no início do artigo, a língua é o radiador canino. Dessa forma, seu animal de estimação a usará de forma instintiva se tiver frio ou calor para regular a temperatura corporal. Se ele respirar ruidosamente de forma repetitiva, não entre em pânico, é uma maneira de acelerar esse processo.
CACHORRO

Autor: Ana Fuentes

Essas são algumas das razões pelas quais seu cão deixa a língua para fora da boca. Claro, se não notar que há alguns dos motivos anteriores relacionados quando seu cão ficar com a língua de fora e isso for acompanhado de respiração ruidosa e repetitiva, pode ser que haja algo mais grave envolvido.

Em casos como esse, o melhor a se fazer é consultar um veterinário. Pode ser que seu cão tenha alguma enfermidade ou vírus que talvez ocasione febre, ou alguma bactéria que esteja causando problemas em seu organismo e que não poderíamos reconhecer.

Nós humanos e os animais somos tão parecidos em algumas coisas, porém tão diferentes em outras… Às vezes não conseguimos entender todas as causas pelas quais eles fazem algum gesto. Então, como sempre dizemos, é importante observar seu cão sempre que esteja com ele. Verifique se ele tem atitudes diferentes do normal.

Às vezes os cães mostram através de atitudes que algo não está bem. Não espere que seu animal de estimação sempre grite ao se sentir mal ou que chore se estiver com dor.

Esteja atento, seja persistente e ajude seu cão sempre que ele precisar.