Por que os gatos arranham a água?

Muitos gatos gostam de arranhar a água. Enquanto a sabedoria convencional pode dizer o contrário, alguns gatos adoram. Claro, contanto que ela não seja dirigida a eles de maneira abrupta. 

Para muitos gatos o líquido da torneira é como um brinquedo. Eles podem passar longas horas olhando para a torneira, esperando cair algumas gotas.

A origem deste hábito não é certa. No entanto, ocorre em todas as raças. Muitos pesquisadores identificam, neste tipo de prática, a necessidade dos gatos de se manterem limpos e hidratados.

Lembre-se que os gatinhos devem beber água fresca todos os dias.

Na falta de encontrá-la em seus circuitos habituais, como em sua vasilha, recorrem então a uma fonte alternativa que lhes forneça água limpa e, para isso, nada melhor do que a torneira do banheiro.

Alguns detalhes do por quê de os gatos arranham a água

gato-e-torneira

Os gatos tendem a arranhar a água por motivos diferentes, e um deles é para se divertir.

Os bichanos gostam de saltar sobre o vaso sanitário e molharem suas patas.

É uma brincadeira que eles não podem perder. Além disso, desta forma fresca, eles se lavam e, é claro, bebem água.

Por que os gatos gostam de derrubar a vasilha de água? Assim como eles fazem no banheiro, por pura diversão.

Quanto mais respingos, mais a água se move e mais chama a atenção deles. Os Gatos que não recebem estímulos suficientes, muitas vezes sentem-se entediados e veem nisso uma oportunidade de praticar alguma forma de entretenimento.

Outros gatos recorrem frequentemente a tigela porque detestam colocar o rosto nos bebedouros.

Por isso, normalmente, eles bebem água mergulhando suas patas dianteiras e lambendo a água de sua pele.

Se o gato tem um recipiente de metal é muito provável que quando ele se aproxime da água e veja um reflexo.

Dependendo de como é o temperamento de seu gato, ele provavelmente vai saltar sobre a vasilha derramando todo o líquido.

Para modificar as travessuras de seu gato, você deve avaliar o tipo de vasilha que você escolheu. Invista em um recipiente de cerâmica ou vidro pesado, a ideia é que seja mais difícil para ele derrubá-la.

Preste muita atenção no tamanho da vasilha, e escolha aquela que atenda às necessidades do seu gato.

Por exemplo, os persas precisam de bacias profundas, de modo que quando inclinados não mergulhem o nariz.

Se o seu gato gosta de beber água direto da torneira, e gosta de brincar com as gotas, estimule esta brincadeira, você pode comprar uma fonte para animais de estimação.

Dessa forma, você evita que eles se inclinem no vaso sanitário ou na pia.

Então, os gatos gostam de água?

banho-gatos-3

Os gatos gostam de brincar com água, mas não sentem a mesma simpatia se eles estão imersos em uma banheira para um banho.

Existem algumas raças que são mais propensas a se molharem. Um exemplo é o Van turco. Estes animais adoram se molhar.

Seus antepassados, durante o verão, mergulhavam os bichanos durante vários minutos nas águas quentes do Lago Van, na Turquia.

Outra raça que gosta de água é o gato de Bengala. Estes gatos tendem a entrar na banheira sem grandes problemas.

Definitivamente uma torneira pingando é como um ímã para um gato, um brinquedo interativo que atrai as patas brincalhonas de seu animal, que querem tirar uma por uma das gotas que caem.

Mas embora não haja gotejamento, ainda assim o felino olha para a torneira na esperança de ver algumas gotas.

Ao contrário dos cães, os gatos raramente precisam tomar banho.

Mas se o seu bichano cheira mal ou se você nota que em sua pelagem tem algo pegajoso, faça então todo o possível para que ele supere qualquer experiência ruim com a água.

Se você começar a banhar seu gato em uma idade ainda precoce, ele vai se acostumar com a sensação de água e não haverá inconvenientes no futuro.

Para que o seu pequeno amigo se acostume com a água, primeiro coloque-o em uma banheira vazia ou pia. Converse, tranquilizando-o.

Se ele estiver calmo, comece a encher a banheira ou use jarras de água morna. Nunca o banhe com água muito quente, porque você pode queimar a pele dele.

Repita este processo pelo menos uma vez por semana, até que ele se acostume.