Por que os gatos deixam a boca aberta?

Talvez você já tenha notado um gesto especial dos gatos, ficar um longo tempo contemplando qualquer coisa com a boca aberta. Isso geralmente ocorre quando eles estão farejando alguma coisa, ou porque eles estão na rua, ou porque um perfume chamou a atenção deles. Enquanto nós temos gestos semelhantes, por exemplo, diante de um espanto ou surpresa, nos gatos, a boca aberta ocorre por uma razão um pouco diferente, vamos ver o que é.

Por que eles fazem isso?

Por que os gatos ficam de boca aberta?

A resposta para essa pergunta, mais do que um padrão de comportamento, corresponde a uma capacidade morfológica. Nós explicaremos melhor.

Os gatos têm uma anormalidade anatômica que lhes provoca sinestesia entre o sentido do olfato e do paladar. Isso significa que os gatos podem, literalmente, saborear os aromas.

A sinestesia é uma condição na qual um animal ou pessoa faz uma assimilação a partir do mesmo estímulo que produz sensações em diferentes sentidos.

Um exemplo claro disso são as pessoas que alegam ouvir cores e ver sons, como foi o caso de Syd Barrett, fundador do grupo de música Pink Floyd, e do poeta simbolista Arthur Rimbaud.

Aparentemente, o que acontece com os gatos é que, através do órgão de Jacobson (também conhecido como o órgão vomeronasal), eles recebem estímulos de partículas transportadas no ar, principalmente com informação relacionada com animais no cio.

Este órgão está localizado na boca do gato e as partículas são retidas pela língua, por isso a boca aberta. Os gatos apertam a língua no palato (apenas na abertura dele), o que lhes permite receber não só informações de maneira olfativa, mas também através de seu sabor.

No entanto, isto não é encontrado apenas em gatos. Isto também aparece em outros animais vertebrados, como veados, algumas cobras e nos cavalos.

Devido ao cheiro e ao sabor estarem diretamente relacionados com a natureza química dos elementos (por exemplo, os feromônios) isso mostra quanto os gatos são mais sensíveis a estes estímulos.

Portanto, podemos dizer que os gatos têm um sentido extra, pois isso é o que acontece quando o cheiro e o gosto se reúnem, não seriamos sequer capazes de imaginar que tipo de experiências eles podem ter.