É possível ter uma raposa como animal de estimação e adestrá-la?

Se, em algum momento, você já pensou que seria impossível domesticar uma raposa, se enganou. No final da década de 60, um geneticista soviético chamado Dmitry K. Belyaev, começou seus experimentos com filhotes de raposas e conseguiu algo que, para muitos, até esse momento, era inaudito: domesticar raposas.

Várias décadas (mais de 50 anos) já se passaram desde então, e milhares de exemplares de raposas foram domesticadas, mas o projeto segue vigente e continua obtendo grandes resultados.

Na atualidade, através do Instituto de Citologia e Genética em Novosibirsk (Sibéria), têm-se domesticado raposas cujo o comportamento pode chegar a ser similar ao de um cão.

Não são agressivas, se adaptam ao espaço, são inteligentes e respondem às ordens de seus donos. Mas, como domesticar uma raposa? Pode-se cruzá-las e criá-las? Elas podem ser compradas?

Neste artigo compartilharemos as respostas para algumas destas perguntas.

Como domesticar uma raposa?

Domesticando raposas

É importantíssimo saber que domesticar não é o mesmo que domar. Muitos animais selvagens podem ser domados para que não nos matem, mas isso é simplesmente um comportamento aprendido.

A domesticação, na realidade, significa mudar geneticamente um animal no transcorrer das crias. E isso foi o que fez o experimento realizado por Belyaev.

Foi selecionada, geneticamente, a docilidade em vez da agressividade. Ambas as condutas têm raízes biológicas que podem ser encontradas na neuroquímica corporal e nos hormônios.

Nos anos 60, a equipe de Belyaev recolheu raposas de prata das fazendas de pele na Sibéria e, depois de várias décadas de estudo, conseguiu domesticá-las.

Além das crias, o processo também implicou em alguns passos de domesticação, tais como a captura, o isolamento em jaulas e a separação do resto dos filhotes.

As raposas não foram treinadas, mas sim escolhidas dentre os exemplares que demonstravam serem os mais dóceis e, então, estes foram cruzados durante várias gerações, até se chegar a uma ninhada que demonstrou ser 0% agressiva e cujo caráter era similar ao de um cão.

Estes tipos de raposas, por exemplo, não podem fugir ou atacar e, ainda que soe estranho, podem ser abraçadas. Além disso, elas se deixam acariciar e são muito boas companheiras.

Se estas pequenas tivessem que regressar aos frios campos siberianos, elas não poderiam sobreviver, já que foram alteradas geneticamente.

Estas raposas, cria após cria, foram demonstrando maior adaptação aos humanos e, também, desenvolvendo traços físicos comuns, tais como os padrões de pelagem com manchas, orelhas caídas, caudas curtas e enroladas que, até aquele momento, eram totalmente desconhecidas nas espécies selvagens.

Onde posso conseguir uma raposa?

Raposa domesticada

Segundo diferentes publicações, nos anos 70, existiu uma empresa que vendia estas raposas criadas em laboratório. Porém, existe um pouco de mito a respeito e diferentes posições são encontradas.

Alguns sustentam que as raposas domesticadas procedentes da Sibéria, terminaram em um santuário dos Estados Unidos.

Atualmente, no país das estrelas de cinema, principalmente no estado de Indiana, existe a venda ilegal de animais exóticos, algumas empresas afirmam vender raposas aptas para a convivência com os humanos (da espécie cinza, vermelha e do Ártico), mas nenhuma delas foi domesticada.

A diferença destas, para as raposas domesticadas da Sibéria, é que estas últimas são animais de estimação, enquanto as dos norte-americanos são raposas selvagens.

Em relação à agressividade que pode apresentar este tipo de animal selvagem, alguns dono sustentam que existe um lado oculto dominante, no desejo de adquirir animais de estimação exóticos. É uma noção muito masculina e muito machista de poder.

Por outro lado, se a raposa não foi domesticada, adquiri-la pode ser muito perigoso.  Por isso é importantíssimo que você não esqueça que a domesticação é um processo genético, não um processo de comportamento aprendido.

Mas não se desespere. Se você procura uma raposa domesticada da Sibéria, ela já pode ser conseguida nos Estados Unidos por uma significativa cifra, que poderá chegar aos 8000 dólares.

Parece que o Instituto sofreu um corte orçamentário e está vendendo alguns de seus tesouros. Nesse sentido, você poderá escolher dentre várias cores e sua compra é totalmente legal.

São animais de estimação e a forma de adaptação destas raposas aos espaços é muito parecida com a dos cães.

Obviamente, se você optar por uma delas, é melhor tê-la em um lugar espaçoso, e não reduzido, como pode ser um apartamento.