Posso dormir com o gato?

dormir com o gato

Antes da chegada de um novo pet em casa, prometemos que não vamos permitir que ele suba na cama…, mas depois chega o inverno e bate aquela pena de deixá-lo sozinho, por isso aceitamos que ele nos faça companhia. Muitos se perguntam se podem dormir com o gato e neste artigo responderemos a essa pergunta.

Os contras de se dormir com o gato

Começaremos detalhando as desvantagens de aceitar que o gato durma conosco na cama (ou no mesmo quarto). O primeiro e principal tem a ver com a higiene. Embora os felinos sejam mais limpos que os cães, também acumulam bactérias e vírus em suas patas e genitais.

amante-dos-gatos

Para evitar que o animal pise em seus lençóis depois de sair da caixa de areia, você pode por exemplo colocar uma manta velha para que ele durma nela.

Se é alérgico a gatos, você não deveria ter um, mas se mesmo assim você decidiu adotar um felino e deixar as janelas abertas para que seus pelinhos não lhe façam espirrar, então pode se esquecer de dormir com ele. Parece duro, mas é a única opção.

Durante as noites tudo costuma estar fechado em nossa casa e, por mais de que o animal também durma, um pouco de pelos voará pelos ares… e isso fará você ficar com o nariz irritado a noite inteira.

Outra das razões pelas quais você poderia despertar no meio da noite se dormir com o seu gato é que… os felinos são animais noturnos! Por isso, dormem durante o dia e ficam alertas quando o sol se põe. Eles terão vontade de brincar ou de sair a caçar, mas não de ficar ao seu lado como se fossem de pelúcia.

E justamente em relação a isso é que você deve ter muito cuidado ao dormir com o gato, porque ante o menor movimento que você faça, ele pulará em cima de você, como um predador encontrando sua presa. Ele não sabe distinguir se debaixo do cobertor há um pé ou um dedo e não pensará duas vezes em mordê-lo ou arranhá-lo quando se mover. Você será caçado por seu pet!

Além dos alérgicos, há outros grupos de pessoas que não deveriam dormir com o gato: os asmáticos, os bebês, as crianças pequenas e as grávidas. Se você adotou um gatinho bebê, tem que saber que, além da saudade que ele sentirá de sua mamãe, é provável que de noite ele chore e fique muito perto de você para receber calor.

As vantagens de dormir com o gato

Nem tudo são más notícias se você está pensando em permitir que o seu felino durma com você (na cama ou no quarto). Por isso destacamos as “vantagens de se dormir com o gato”:

A relação entre o pet e o dono se vê reforçada. Se compartilharem uma atividade tão bonita como dormir, você será respeitado pelo animal e também muito amado. Pode ser que você seja a única pessoa que ele procure de toda a família.

Sentir o gato aos pés da cama é uma sensação muito gostosa, sobretudo quando faz frio e ele esquenta os nossos pés. Além disso, pode ser que você escute o seu gatinho ronronar de felicidade e se sinta o dono mais feliz do planeta.

Se o gato for tranquilo e durante o dia não dorme o suficiente, de noite ele estará tão cansado quanto você, assim você não o escutará mais do que o suficiente para respirar ou se acomodar na cama. Essa calma será transmitida a você e você terá uma noite de sono maravilhosa.

Você é daqueles difíceis de acordar cedo? Não se preocupe porque o seu gato atuará como um perfeito e pontual despertador ao nascer do sol. E, é óbvio, ele será seu companheiro ideal para assistir a um filme na cama.

gatos-e-donos

Se você tiver equilibrado a balança a favor de dormir com o seu gato, você terá que cumprir com estas “regras”:

  • Escová-lo diariamente para que ele não solte pelos na cama.
  • Trocar os lençóis uma vez por semana.
  • Lavar a roupa de dormir todas as semanas.
  • Colocar um antiparasitário nele.
  • Completar o calendário de vacinas.
  • Limpar o quarto a fundo semanalmente.
  • Pôr uma manta velha para que ele se deite.

Conte-nos sua experiência de dormir com o seu gato!