Como preparar uma dieta crua para cães

Dieta crua para cães

A dieta crua para cães, muitas vezes, causa controvérsias. Mas… no que consiste esta forma de alimentação? Pois bem, a dieta crua para cães se baseia em um tipo de alimentação que se apoia em ingerir carne crua, ossos, frutas e verduras. Por exemplo, os cães da raça galgo ou os de trenó, só se alimentam dessa forma.

A dieta crua também pode ser chamada de dieta BARF (acrônimo do Biologically Appropriate Raw Food), que em português significa alimentos crus biologicamente apropriados.

A seguir, compartilharemos mais dados sobre este tipo de alimentação.

No que consiste a dieta crua para cães?

Cão comendo maçã

Os mentores deste tipo de alimentação sugerem que os cães adultos serão mais saudáveis se fizerem uma dieta evolutiva similar a que os caninos levavam antes de serem domesticados. Ou seja, se comerem ossos crus e restos de vegetais.

Para os promotores da dieta crua, os alimentos comerciais são prejudiciais para a saúde de um cão.

Os que são a favor da dieta crua sustentam que, para a maioria dos animais, ela é mais benéfica do que os alimentos processados.

Entretanto, muitos veterinários convencionais não estão de acordo com a BARF, já que opinam que ela pode ser arriscada para a saúde.

Benefícios da dieta crua

Os benefícios deste tipo de dieta incluem:

  • Pelagem brilhante;
  • Uma pele mais saudável;
  • Dentes mais limpos;
  • Maiores níveis de energia;
  • Fezes menores.

Os riscos potenciais incluem:

  • Ameaça à saúde humana e a do cão, devido às bactérias da carne;
  • Uma dieta desequilibrada poderá prejudicar a saúde dos cães se for administrada durante um período prolongado;
  • Possibilidade de que o animal se asfixie ao ingerir ossos inteiros ou, ainda, que possa vir a quebrar os dentes ou sofrer uma punção interna;

Como preparar uma dieta crua?

Uma dieta de alimentos crus para cães normalmente consiste em:

  • Carne, principalmente a que se encontra no osso;
  • Vísceras, como fígado e rins;
  • Ovos crus;
  • Verduras, como o brócolis, o espinafre e o aipo;
  • Maçãs ou outras frutas;
  • Alguns produtos lácteos, como o iogurte.

Um programa de alimentação com este tipo de dieta poderia se desenvolver da seguinte maneira:

  • Iogurte pela manhã;
  • Carne de porco moída, carne de peru ou carne misturada com um pouco de arroz, para o jantar.

O custo de uma dieta de alimentos crus para cães varia segundo os ingredientes utilizados e com o modo de preparo.

Se você está alimentando o seu cão a partir da caça silvestre, cuidado com o chumbo das balas!

Recomenda-se que, antes de alimentar o seu animal de estimação, que a carne seja congelada por 24 horas. Desta maneira, eliminam-se os parasitas. Se você conhecer a origem da carne, o congelamento nem sempre é necessário.

Vozes contrárias

Cão comendo aipo

Alguns especialistas encabeçaram uma avaliação sobre as dietas de alimentos crus para cães. Eles advertiram que muitos donos estão escolhendo as dietas cruas apoiando-se em mitos e em uma propaganda de medo a respeito das rações para animais de estimação.

Para os donos de cães que querem evitar os alimentos comerciais, os veterinários aconselham uma dieta caseira desenvolvida por um nutricionista.

A avaliação analisou cinco dietas cruas, três caseiras e duas disponíveis comercialmente. Segundo o relatório, todas tinham deficiências nutricionais ou excessos que poderiam causar graves problemas de saúde, quando administradas a longo prazo.

Por exemplo, as dietas caseiras cruas podem carecer de suficiente cálcio e fósforo, que podem derivar em fraturas ósseas e problemas dentários. Dependendo da qualidade da dieta, o cálcio ou fósforo também pode ser difícil de ser digerido adequadamente, inclusive se este estiver presente em quantidades adequadas.

Os estudos sobre alimentos crus para animais de estimação também demonstrou a presença de contaminação bacteriana.

O estudo também incluiu amostras de quatro alimentos enlatados e secos para cães. Encontrou-se a bactéria “E. Coli” em todos os alimentos cozidos e processados ​​comercialmente.

Recomendações para quem segue uma dieta crua

Recomenda-se que os cães com pancreatite ou outros problemas digestivos comecem com uma dieta caseira cozida. Os cães com câncer, em tratamento de quimioterapia, ou animais com outras enfermidades imunossupressoras não devem comer alimentos crus.

Os filhotes também não são bons candidatos para uma dieta crua.

É muito importante levar em conta que se um animal não receber a proporção de cálcio e fósforo adequada, ele poderá ter deformidades ósseas e problemas de crescimento.

Créditos da imagem: Demo.