Primeira exposição no mundo criada para cães

exposição para cães

É sabido que os cães gostam de música e, principalmente, da boa música. Já com outras expressões de arte, os donos de animais de estimação não podem interagir muito junto aos amigos peludos. Mas esta nova exposição para cães pode mudar isto.

Amor pela arte. Exposição para cães

A companhia de seguros britânica “More Than” realizou uma exposição de arte para cães criada pelo reconhecido artista britânico e inventor Dominic Wilcox.

Este artista, entre outras muitas coisas, desenha, pinta e faz invenções dignas de qualquer cientista maluco. Já criou desde sapatos com GPS que guiam o usuário direto para sua casa (perfeitos para uma dessas noites de festa) até um dispositivo bi-áudio para ouvir sons urbanos separadamente e impressoras em 3D.

exposicao-para-caes-3

Fonte: www.boredpanda.es

Uma curiosa exposição para cães

Esta exposição para cães é um reflexo da “loucura controlada” deste artista. Uma exposição/instalação interativa que inclui um simulador de janela de carro, chamado “Cruising Canines”. Quando o veem, os cães colocam a cabeça, já que eles têm a sensação de estar em movimento.

Também há um recipiente gigantesco, cheio de bolas para cães, que foi batizado de “Dinnertime Dreams (a reação imediata dos cães é a de se jogar nela por causa das bolas), e até telas impressionistas de alto nível.

Essa Exposição para cães foi feita recentemente em Londres. Em uma área da exposição, há um campo artificial de onde sai até água. Os cães correm e caminham por lá, achando que estão no parque.

A opinião do autor

Segundo o próprio Dominic Wilcox, os animais podem sim apreciar suas obras tanto quanto a música, já que elas foram pintadas com cores como o azul e o amarelo, que são totalmente visíveis para os cães.

Dizem que os cães têm uma visão menos desenvolvida que a nossa para detalhes. É que a visão dos cães é cinco vezes mais pobre do que a dos seres humanos.

A visão canina

Uma pessoa é capaz de distinguir um objeto ou um brinquedo a 90 metros de distância, já o cão precisará estar a 20 metros do mesmo para o perceber.

Além disso, o espectro de cores visíveis para os cães é muito menor do que o que nós temos. Está comprovado que os cães veem o mundo em duas tonalidades básicas: azul e amarelo. E isso pôde ser demonstrado em uma exposição para peludos.

Nossos amigos peludos são incapazes de diferenciar entre o verde, o vermelho e o laranja e, efetivamente, eles não enxergam muito diferente das pessoas daltônicas.

Os estudiosos afirmam que os cães são capazes de reconhecer imagens na tela da TV. Inclusive, podem distinguir animais que nunca viram na vida, bem como diferentes sons do televisor, como latidos, vozes, etc.

Em meio a uma multidão de pessoas que podem aparecer em uma tela, um cão pode distinguir de forma visual outros cães que estejam entre essas pessoas.

Uma visão mais rápida

Dizem que os olhos dos cães captam as imagens com mais rapidez do que os nossos, por isso para eles, nas televisões antigas, as que mostravam menos fotogramas por segundo, eles não podiam apreciar nada. Não ocorre o mesmo com a resolução dos modernos televisores.

Também influi muito nisso a raça ou a personalidade do cão. Por exemplo, os cães tipo Terrier podem reagir bem melhor diante das imagens do televisor do que os Sabujos, já que o que mais lhes motiva é o cheiro, não a visão.

Os cães de caça, que se guiam pelo olfato, não costumam dar muita atenção às imagens. Em contrapartida, os chamados cães pastores, como os terriers, sentem-se mais atraídos pelo que veem na tela de sua TV.

Se pretendemos fazer um teste com programas de televisão com o nosso cão, pode ser que não vejamos outra coisa além de indiferença. Isso não quer dizer que o nosso animal de estimação seja insensível, mas sim que ele se interessará mais por conteúdos especificamente criados para eles.

Ouvir um cão latir na televisão normalmente excita outros cães espectadores. Alguns não só latem com os peludos da tela, mas também correm para trás do aparelho, procurando-os.

Fonte das imagens: www.boredpanda.es