Primeiros socorros: meu cão engasgou!

Certamente, mais de uma vez que você já viu o seu cachorro brincar com pequenos objetos e, inclusive, colocá-los na boca e morder cabos e fios. Esse tipo de situação pode causar a chamada asfixia, pode ser perigosa para os seus animais de estimação e, em alguns casos, até mesmo mortal.

O sufocamento de seu pet por asfixia, ocorre quando ele engole um objeto qualquer, como um brinquedo ou um até mesmo um osso.

Em geral, o objeto engolido fica preso na garganta, provoca extrema dificuldade para respirar, náuseas, suspiros e um aumento da salivação. Ele também poderá ter tosse, membranas mucosas de cor azul (cianose) e, finalmente, o colapso de nosso amigo peludo.

O que devo fazer em caso de asfixia do meu animal de estimação? Quais são os primeiros socorros?

Cão e gato no veterinário

O tempo é de extrema importância se houver uma obstrução da respiração. A aplicação dos primeiros socorros e a condução imediata do animal ao veterinário, poderá salvar a vida de seu amigo.

Em primeiro lugar, para evitar este tipo de risco, deve ser enfatizada a prevenção. Cães de todas as idades podem ser expostos a este tipo de mal-estar. Portanto, evite deixar pequenos objetos ao alcance de seu animal de estimação.

No momento em que você perceber que o seu cachorro está sufocando, não entre em pânico. Embora não seja fácil, acalme-se. Se o objeto for um cabo, corda ou outro item que está enrolado ao redor do pescoço, cuidadosamente use uma tesoura para cortar o objeto.

Se ele engoliu algo, abra a boca e olhe lá dentro. Um objeto na boca, como uma vara ou um pedaço de osso, pode ser retirado com um alicate ou pode ser quebrado para liberar a pressão.

Se houver um objeto sólido presente na parte de trás da garganta (por exemplo, couro cru), não empurre o objeto com os dedos, já que você poderia afundá-lo ainda mais. Sempre use uma pinça.

Não enfie os dedos na garganta do seu cão se já não houver nada exposto, isso poderia causar danos aos tecidos delicados que estão localizados na parte de trás da garganta.

Objetos grandes como bolas de couro, às vezes podem ser removidos através de uma pressão firme com os dois polegares na base da garganta, abaixo da mandíbula. Esta pressão fará o objeto ser projetado para a frente.

Se você notar que o procedimento acima não está funcionando, será necessário que você o conduza o mais rápido possível ao veterinário. Se, no carro, seu cão não conseguir respirar, você poderá tentar a manobra de Heimlich.

Não faça isso a menos que você note que o animal entrou em colapso e que ele não pode respirar, pois isto poderá causar danos no peito. Em caso de você vir a tentar a manobra, quando vocês chegarem à clinica veterinária, deverá ser feito um exame para certificar-se de que não há nenhuma costela quebrada.

Na maioria dos casos, a remoção da obstrução permite que o cão volte a respirar normalmente.

Caso não consiga remover o objeto, comece a ressuscitação cardiopulmonar em aproximadamente 120 compressões por minuto e continue com esta prática. Se o objeto não for removido, vá rapidamente ao veterinário.

Tratamento

Gato doente

Autor: Rodrigo Soldon 2

Uma vez na clínica, o profissional irá confirmar que o seu cachorro está engasgado. Ele poderá sedar o cão para reduzir a sua ansiedade e, então, será mais fácil de examinar a boca e a garganta para que ele possa remover qualquer objeto.

Em uma obstrução completa, o veterinário poderá realizar uma traqueostomia de emergência – um procedimento de urgência que permitirá ao profissional passar um tubo de respiração do pescoço do animal diretamente para a traqueia, ignorando o bloqueio e permitindo que seu animal de estimação respire até que a obstrução seja removida.

O que acontece então? Alguns cães morderão a própria língua e poderão apresentar algumas escoriações.

Os cães que receberam a manobra de Heimlich, como outros primeiros socorros, deverão ser examinados para certificar-se de que não houve nenhum trauma no tórax.

Finalmente, o trauma no interior da boca ou da garganta poderá levar muitos dias para ser curado e também poderá ser difícil ou doloroso para o cachorro comer.

Por esse motivo, você deverá triturar a comida no liquidificador com água morna para torná-la mais fácil de seu cão digerir.