De quais cuidados necessita um Agaporni?

Casal de Agaporni

Hoje vamos falar de uma das aves mais belas e interessantes do mundo, queremos apresentar a vocês o Agaporni. Essa ave tem sua origem no continente africano e, devido a sua monogamia e fidelidade, são conhecidas também como “inseparáveis” ou “papagaio do amor”.


O nome do Agaporni deriva dos términos gregos ágape, que significa amor ou afeto e ornis, que significa ave. São uma espécie de papagaios pequenos com cauda curta e um precioso colorido em suas plumas. 

É uma espécie de tamanho pequeno, mas o que faz o Agaporni tão fascinante são os fortes vínculos de casal, já que tanto o macho quanto a fêmea passam muito tempo juntos, até arrumam as plumas um do outro, não é romântico?

Características do Agaporni

Agaporni

O Agaporni é uma espécie de ave Psittaciforme que vive na região da Tanzânia e do Quênia, embora seja muito comum que se reproduzam em cativeiro. É uma ave muito semelhante fisicamente ao papagaio e com belos exemplares de plumagens coloridas. Tem, em média, de 12,5 a 15 cm.

As personalidades podem variar, dependendo se forem machos ou fêmeas, estas, mais ariscas que os machos. Podem imitar sons, inclusive a voz humana, mas nunca chegam a falar.

O Agaporni é uma ave que conta com mais de 300 espécies diferentes e que vivem em lugares distintos.

Cuidados com o Agaporni

O Agaporni é uma belíssima ave, mas que necessita de cuidados especiais, não podemos nos esquecer que é um pássaro tropical Africano, portanto, o local onde ele deve habitar deve ser o mais próximo possível de seu habitat natural. Deve viver em um lugar espaçoso e, claro, sempre na companhia de sua parceira.

Eles não estão acostumados a viver com outras espécies e isso deve ser respeitado. Acima de tudo, garanta que não se tenha por perto cães e gatos, pois o Agaporni pode se tornar uma presa fácil para eles.

Alimentação do Agaporni

Casal de Agaporni

Devem ter uma dieta saudável e equilibrada, porém ela não se diferencia muito da dieta de outras aves. Eles se alimentam de aveia, alpiste, sementes de girassol ou da mistura de diversas sementes. De vez em quando, pode-se também acrescentar frutas, como a manga, e vegetais, como as cenouras, na dieta do Agaporni.

Porém, se decidir acrescentar esses alimentos na dieta do Agaporni, você deverá lavá-los bem e cortá-las em pedaços bem pequenos, para que eles não engasguem. Eles também necessitam de cálcio, que pode ser fornecido através de um mingau a base de ovo ou com osso de Siba. Mas cuidado! Não dê produtos lácteos, pois esses pássaros podem vir a perder as penas e inclusive morrer.

O habitat do Agaporni

O local onde o Agaporni vive deve estar sempre limpo e ter sempre água fresca por perto. Deve ser ventilado e ter uma temperatura amena, ou seja, nem frio e nem calor.

Por ser uma ave tropical, ele precisa de sol. Assim, ele sempre irá apresentar um aspecto saudável e suas penas irão ostentar cores mais profundas.

Quando o inverno não fornecer luz solar direta, devemos colocar em seu ambiente uma pequena lâmpada de luz ultravioleta, 5 watts, por pelo menos 3 horas por dia.

Às vezes é necessário borrifá-los com água, pelo menos duas vezes ao dia, desta maneira mantemos as penas do Agaporni úmidas. Também é muito importante incorporar algum brinquedo em seu habitat, para que ele possa se exercitar, mas tenha o cuidado de não escolher um brinquedo muito grande para não assustá-lo.

A vida em casal

É básico e primordial ter sempre um casal de Agaporni, daí o seu nome, isso é essencial para a saúde deles. Eles podem começar a se reproduzir após o primeiro ano de vida. A fêmea pode botar até 8 ovos, e a futura mamãe irá chocar e cuidar deles por aproximadamente 25 dias. O papai também irá ajudar a criar os filhotes.

Os recém-nascidos virão ao mundo com uma plumagem que, mais adiante, perderão e que darão lugar a uma colorida e bela plumagem. Os pequenos pássaros abandonam o ninho, aproximadamente, 40 dias após o nascimento.