Quais são as principais características do gato Siamês?

Com pelo de cor creme, bege ou branco, o gato Siamês é um dos felinos favoritos para ter como animal de estimação. Seus intensos olhos azuis e bom caráter fazem com que ele seja uma excelente companhia para adultos e crianças.

Leal, parceiro, brincalhão e muito amoroso, habitualmente passa horas dormindo e explorando todos os cantos que tem ao redor.

A seguir, apresentamos mais alguns aspectos dessa raça para você conhecer algumas informações interessantes sobre o gato Siamês.  

Um gato delicado e bastante falador

Gato da raça Siamês

Os olhos de um gato siamês são incomparáveis. Sua forma e cor fazem que seu olhar seja penetrante e misterioso. São amendoados e se inclinam suavemente do nariz até as orelhas.

O gene que causa o padrão da forma também é responsável pela cor e a sombra dos olhos. É provável que qualquer gato com olhos azuis tenha alguma ascendência siamesa.

Embora muitas lendas associem a raça com os olhos cruzados ou com o estrabismo, agora é considerado como um erro genético na reprodução.

De orelhas pontiagudas e de rosto angular, esse tipo de felino tem o tamanho mediano, um pouco musculoso. Suas patas são compridas e magras e o rabo costuma ser grande.

Outra das características principais do gato Siamês é a “voz”. São bem conhecidos por emitir miados altos, que em algumas ocasiões pode te deixar surdo. Além disso, os gritos mais fortes são geralmente específicos das fêmeas no cio e nos machos em busca de fêmeas.

A maioria das “vozes” do Siamês geralmente têm tons aceitáveis aos nossos ouvidos, mas são geralmente diferentes.

A raça é muito comunicativa e a maioria dos donos, geralmente, é capaz de reconhecer o extenso “vocabulário” ou a gama de sons que seu gato emite.

Com suas “vozes” extraordinárias, podem comunicar uma ampla gama de comandos e emoções. Eles irão ronronar se estiverem felizes e protestar se estiverem descontentes ou forem acordados.

Alguns membros da raça têm “vozes” um pouco baixas, mas outros têm vozes agudas, claras e seus gritos, às vezes, são comparados com os sons dos bebês quando choram.

Amigável, leal e um grande brincalhão

Um gato muito amigável

Cada Siamês tem sua própria personalidade e a maioria deles são, geralmente, gatos enérgicos e muito ativos. Além disso, são inteligentes e desfrutam 100% da interação humana.

Algumas pessoas opinam que muitos deles costumam ter mal humor, mas isso não é considerado verdade. São muito carinhosos, companheiros e muito curiosos.

Em geral, os Siameses são gatos saudáveis que têm uma vida longa (em alguns casos, até 20 anos).

Gostam muito de aventura, ou seja, um pedaço de corda, preferentemente com alguma coisa num de seus extremos parecido a um rato, pode ser um de seus brinquedos favoritos e o manterá com entretenimento garantido durante horas.

Embora também é provável que se entedie de brincar muito antes que comece o jogo.

Os gatos Siameses são musculosos, atléticos e muito graciosos. A forma de caminhar é muito linda e, em geral, andam pulando e fazendo acrobacias. Se você olhar para eles, seus delicados movimentos te podem lembrar as bailarinas.

Mas nem tudo é tão prefeito e sempre há um lado palhaço nisso nos pequenos peludos.

A natureza deles é muito aventureira e gostam muito de explorar todo o entorno que os rodeia. Eles desfrutam do ar livre e, nesse contexto, vão investigar todos os cantos de seu jardim e provavelmente também todos os jardins de seus vizinhos.

Para esses pequenos peludos, manter-se no interior da casa pode chegar a ser entediante e neurótico, se não existirem coisas para entretê-los. Se eles não tiverem com o que se entreter, provavelmente destruirão seus tapetes ou arranharão algum móvel.

São gatos muito inteligentes e resistem ao confinamento. De fato, são o suficientemente hábeis para abrir portas.

Ver uma janela aberta para ele, supõe um desafio e uma oportunidade; um espaço para explorar o lado escapista e passar um bom momento. Amam o sol e passam horas olhando pela janela.

A personalidade do gato Siamês caracteriza-se pela lealdade. Parecem precisar do contato humano mais que os outros gatos e formam fortes laços com seus donos.

Não gostam de estar sós e, na ausência de seus donos, podem ficar deprimidos e chateados.