Qual a diferença entre uma sociedade protetora e um abrigo de animais?

Existem muitos termos que definem os lugares onde os cachorros e outros animais de estimação podem ficar. Existem os canis, os abrigos, a sociedade protetora de animais… Eles são todos iguais ou existem algumas diferenças que os distinguem?

Apesar de muitas pessoas acharem que esses termos significam a mesma coisa, não é assim que funciona. Cada entidade cumpre uma função diferente. Conforme as nossas necessidades na hora de adotar um cachorro ou dependendo do que o nosso animal de estimação tem, deveremos nos dirigir a uma ou outra entidade.

O que são e para que servem os canis?

caes-de-gaza-no-abrigo-e1475788970138

Fonte: www.eltelegrafo.com.ec

Os canis são órgãos criados pelas prefeituras dos municípios ou cidades com a finalidade de recolher os animais de rua. A Lei de Proteção Animal define que é assim que deve ser: toda cidade e município deve ter uma entidade que se encarregue dos animais desaparecidos e de acolhê-los por no mínimo 20 dias até que apareça seu dono.

É importante frisar que essa não é uma associação sem fins lucrativos, mas sim um negócio. As prefeituras pagam a essas empresas para que elas façam “o trabalho sujo”.

Como funcionam os canis

Quando o animal chega, a primeira coisa que se faz é se certificar se ele tem um microchip, para assim tentar entrar em contato com o dono dele. Se ele desapareceu, o mais comum é que o dono apareça o quanto antes. Mas, se não aparecer, é possível que o animal tenha sido abandonado. Se dentro do prazo de 20 dias, ninguém reivindicar a posse do animal nem ninguém quiser adotá-lo, a partir do 21º dia o canil tem autorização de sacrificá-lo, sem ser acusado de estar praticando algum crime.

O que é e para que serve a sociedade protetora de animais

O primeiro que vocês devem saber é que as protetoras, sim, são organizações voluntárias. Eles se preocupam com o bem-estar dos animais, sem cobrar nada por isso.

Na sociedade protetora dos animais, os bichinhos nunca são sacrificados a não ser por causa de uma doença terminal ou alguma dor extrema que não tenha outra solução que não pôr fim a vida do animal.

Nas sociedades protetoras dos animais trabalham voluntários que não cobram nada pelo seu trabalho. Eles se dedicam a recolher animais de rua que estão abandonados ou aqueles animais cujos donos não querem mais acolhê-los, e que os levam para lá.

Além disso, eles se esforçam em ir aos canis e salvar os animais que já vão ser sacrificados. Se não tiverem espaço suficiente para mantê-los, entram em contato com as sociedades protetoras de outras cidades para saber se seria possível o translado. E, através das redes sociais estimulam a adoção desses animais, postando fotos e vídeos dos animais protegidos.

Essas associações se dedicam ao cuidado dos animais, fornecendo aos bichinhos alimentos, água, atenção veterinária e tudo o que for necessário. Fazem isso graças às doações voluntárias dos amantes dos animais. Essas condições são muito diferentes das que vivem os cães que estão nos canis.

O que é um abrigo para animais?

caes-obrigados-a-comer-salsicha-con-alfinete

O abrigo para animais, normalmente, acolhe aqueles animais que foram vítimas de maus-tratos ou que foram abandonados, e colaboram sempre com uma sociedade protetora de animais.

Quando uma sociedade protetora de animais não tem espaço suficiente para acolher mais animais, voluntários com casas grandes se oferecem a acolhê-los. Eles precisam ter as condições ideais para hospedar dois ou mais animais de maneira temporária. No momento em que as pessoas que vão adotar um animal se dirigem a uma sociedade protetora, no geral, eles serão encaminhados ao abrigo de animais, pois esses animais têm prioridade na hora de serem adotados.

Se você deseja criar um abrigo para apenas um animal, você pode fazer isso. Você terá que abrigar, somente, um cãozinho ou gatinho de forma temporária até que ele encontre um lar permanente. Isso, quem sabe, te ajudará a decidir se realmente você quer ou não ter um animal de estimação. Talvez, você não queira mais devolvê-lo depois.

Em suma, os canis são um negócio. Já os abrigos para animais e as sociedades protetoras de animais ajudam os animais desfavorecidos. No entanto, uma sociedade protetora de animais deve estar registrada legalmente, enquanto que um abrigo pode ser qualquer casa particular que se disponha a dar guarida a um animalzinho necessitado.