Ração aumenta a vida do seu cachorro

Decidir que tipo de alimento dar a seu animal de estimação é bastante importante. Muitos veterinários recomendam a ração – alimento industrializado – como uma opção saudável. Porém…Como é feita a ração? Na verdade, esse tipo de comida pode aumentar a vida de meu cão?

Quais são os ingredientes da ração?

cachorrocomendo1

Os cachorros têm sido domesticados há milhares de anos e sua alimentação, a medida em que os séculos se passaram foi modificada. Os primeiros alimentos industrializados começaram a surgir em 1930. Antes dessa data, os animais ingeriam apenas produtos naturais.

Atualmente, seja em pequenas bolotinhas ou no formato de figuras, a ração é o alimento mais usado para dar de comer aos animais de estimação. No mercado, existem mais de cem marcas que disputam espaço e com o passar dos anos tem sido um segmento que demonstra um aumento crescente.

De fato, há alguns anos, em lojas especializadas em animais ou nos supermercados talvez se encontrasse apenas uma ou duas marcas. Agora, é possível achar uma grande variedade de produtos que, segundo indicam as instruções nos pacotes, se adaptam às necessidades de cada tipo de animal de estimação, dependendo de sua raça ou idade.

Na hora de elaborar esse tipo de alimento, cada fabricante utiliza suas próprias receitas, as quais devem incluir ingredientes que cumpram as necessidades nutricionais requeridas pelos animais. Nesse sentido, a ração é produzida com matéria-prima que possua proteínas, que pode ser a carne de boi, de frango ou mesmo seus ovos.

Também contém grãos, cereais, vitaminas, minerais e antioxidantes. No processo de elaboração desse tipo de alimento, cada um desses ingredientes é misturado e moído com a finalidade de se obter uma massa consistente que, posteriormente, será assada em grandes fornos.

A ração inclui alguns nutrientes que são muito importantes para a saúde de nosso animal de estimação. Um deles é o aminoácido taurina, que só é encontrado na carne. Até algum tempo, a importância dessa substância era desconhecida. Agora é sabido que para cães e gatos a taurina é muito importante para melhorar a saúde cardiovascular.

Como melhorar a alimentação dos animais de estimação?

cachorroscomendo

É fundamental que antes de comprar qualquer marca de alimento você leia a etiqueta impressa no pacote. Algumas marcas usam mais grãos e subprodutos de origem animal do que outras. Lembre-se que a melhor dieta para seu cachorro é aquela que combine de forma mais equilibrada carne, vegetais e grãos. No entanto, o mesmo não acontece com os gatos. Os felinos, por serem animais carnívoros, necessitam em sua alimentação de uma presença maior de carne e de uma medida menor de grãos e verduras.

Também é bastante importante prestar atenção na quantidade de calorias que a ração contém. Não se esqueça que a dieta de seu animal de estimação se baseia em alimentos secos e o volume de calorias é muito mais elevado que nos alimentos enlatados.

Existe muita controvérsia a respeito da ração e de sua contribuição positiva para a saúde dos cachorros. Alguns estudos demonstraram que a introdução de um alimento comercial seco na dieta favorece a saúde oral dos animais de estimação.

Porém, além das posições conflitantes, o mais importante é em relação à quantidade do alimento. Seja ele comercial ou natural, é necessário supervisionar muito bem quanto de comida é oferecida a seu cachorro. A quantidade dependerá da idade, do nível de atividade e do peso ideal, o qual é determinado de acordo com a raça do animal.

Um Pastor Australiano jovem, por exemplo, precisa de muito exercício e isso significa que deve ser alimentado com uma porção de comida bastante generosa. No entanto, um pequeno Chihuahua de 10 anos de idade não gasta tanta energia e, por isso, sua ração diária será muito menor.

Em geral, para um cachorro adulto é recomendável oferecer duas porções de comida por dia, salvo os cães que necessitam comer com maior frequência, uma vez que seu metabolismo é muito mais rápido.

Nos rótulos dos alimentos também aparece a informação sobre a porção diária aconselhada para se oferecer a um cachorro, porém, o melhor é que consulte um veterinário para saber o que é mais adequado para o seu animal de estimação. E não se esqueça de que uma dieta saudável e equilibrada deve ser sempre acompanhada por exercício. Dessa maneira, graves problemas que podem afetar a saúde de seu bichinho poderão ser evitados.