Remédios para resfriados em gatos

Resfriados em gatos

Um resfriado é uma infecção no trato respiratório superior que, geralmente, não é grave. No entanto, quando não tratada a tempo e o corpo do animal está fraco, o resfriado pode se tornar um problema maior. Como os animais não estão isentos destas doenças, passaremos a você alguns remédios para resfriados em gatos.

Para se considerar

Não dê ao seu gato medicamentos humanos ou de cães

O resfriado em gatos, em cães e em seres humanos é diferente, porque o vírus que provoca os resfriados é completamente diferente.

Da mesma forma, o tipo e a quantidade de substâncias que compõem determinados medicamentos podem ser altamente tóxicos para os gatos.

Nunca dê qualquer tipo de medicamento para o seu animal de estimação sem a orientação de um veterinário

Por mais inofensivo que pareça, você poderá prejudicá-lo severamente.

Mantenha o controle da febre

Se a temperatura não baixar em poucas horas, ou se aumentar, é melhor você ir ao veterinário.

Sintomas de resfriado

Gato doente

Os resfriados em gatos são o resultado de um vírus que se aloja no sistema respiratório.

Ainda que seja uma doença altamente contagiosa, os agentes que causam isso tem um tempo de vida muito curto quando eles estão no ambiente. No entanto, dentro do corpo do nosso animal de estimação, podem viver por muito tempo, sendo, em alguns casos, um mal crônico.

O rinovírus produz nos gatos sintomas similares aos que apresentam os seres humanos com um resfriado comum e, a maioria, é causado pelo herpesvírus ou pelo calcivírus felino. Os sintomas são:

  • Espirros. Involuntariamente esta é a resposta do organismo para expulsar o vírus do sistema nasal;
  • Corrimento do nariz devido à irritação. Em caso do corrimento ser excessivo, de um tom muito rosado, ou espesso, o melhor é falar com o veterinário, porque isso não é comum no resfriado;
  • Lacrimejo ou conjuntivite. É comum que ocorram quando a doença avança, como uma reação secundária aos vírus nasais;
  • O gato respira pela boca, devido ao entupimento das passagens nasais;
  • Perda de apetite;
  • Cansaço e falta de energia;
  • Febre.

Se o seu gato, depois de um tempo, começar a tossir, vomitar, ter secreções nasais escuras ou fadiga, isto é sinal que a doença avançou e pode ser um gatilho para doenças mais graves, por isso é melhor que o seu bichano receba tratamento veterinário o quanto antes.

Como lidar com o resfriado em casa

Gatinho recebendo carinho

Se o veterinário determinou que a condição de seu gato não requer maior atenção, você poderá ajudá-lo com estas simples dicas:

  • Se você tiver a possibilidade de utilizar um umidificador de vapor frio, coloque-o no lugar em que o seu gato descansa. Para aumentar a umidade, que escoará em suas vias respiratórias e ajuda a expulsar o excesso de muco.

No caso de não contar com um umidificador, você poderá abrir o jato de água quente no chuveiro por alguns minutos e deixar o seu gato no banheiro, assim ele poderá respirar o vapor. Prepare-o para a mudança de temperatura e não o deixe sair imediatamente do banheiro, a mudança brusca de temperatura poderá fazer mal a ele.

  • Hidrate-o corretamente. Os gatos são conhecidos por beberem pouca água e esse hábito irá se agravar se eles estiverem doentes, então forneça água fresca e faça o seu gato bebê-la de forma regular.
  • Proteja o seu animal de estimação. Mesmo se ele gostar de passear, a melhor coisa a fazer é mantê-lo longe de correntes de ar e de água, até que a sua condição melhore.

O ideal que você o coloque em um lugar quente e confortável para que ele possa descansar à vontade.

  • Dê ao seu gato alimentos com cheiros que estimulem o apetite dele, isto irá ajudá-lo a comer de forma adequada e, com isso, a se recuperar mais rapidamente.
  • A higiene é essencial, então você deverá ter o cuidado de limpar as secreções, especialmente o muco que escorre pelo nariz de seu bichano.
  • Peça ao seu veterinário para que lhe receite vitamina C. Os gatos podem consumir até 500 mg de vitamina C diariamente, e isso irá ajudá-los a lutar contra a infecção. Não dê nenhum tipo de vitaminas ao seu gato sem antes consultar o seu veterinário e utilize somente as que ele prescrever.