Saiba tudo sobre a mastite nas cadelas

A mastite nas cadelas

A mastite nas cadelas é uma infecção que se origina nos peitos das cadelas em lactação (ocasionalmente pode ocorrer em cadelas com gravidez psicológica). Apesar de ser uma infecção comum, há uma tendência para ignorá-la, por isso ela tende a piorar com o passar do tempo e poderá infectar os filhotes.

É comum que as cadelas desenvolvam esta infecção após a gravidez e que esta seja uma condição bastante desconfortável e dolorosa para elas. Em particular, porque a área em que ela é produzida está sendo continuamente estimulada pelos filhotes famintos.

Causas da mastite

Esta condição se origina devido a uma queda das defesas da mãe, que fica vulnerável a ataques de agentes patogênicos, como o estafilococos, que entra em seu sistema através das feridas causadas pelos filhotes no peito da cadela.

O tratamento da mastite é necessário e é importante que você detecte o quanto antes, porque a mastite poderá comprometer seriamente a qualidade do leite e causar, até mesmo, a morte dos filhotes.

Cadela amamentando

Sintomas

  • Falta de energia e sinais evidentes de dor em contato com o peito;
  • Abscessos ou aparecimento de tumores nas mamas, produto da retenção do leite materno;
  • Diarreia, vômitos e perda de apetite.

Sintomas em filhotes

O “leite tóxico” afeta significativamente os filhotes, estes, rapidamente começam a apresentar os seguintes sintomas:

  • Enfraquecimento dos filhotes da ninhada;
  • Choro constante;
  • Distúrbios digestivos;
  • O filhotes perdem peso rapidamente (em 24 ou 48 horas) ou não ganham peso, já passados alguns dias.

Se dois ou mais filhotes da ninhada apresentarem estes sintomas, a melhor coisa é ir ao veterinário para fazer um teste de qualidade do leite, que consiste em medir o pH do mesmo. O pH do leite materno é, geralmente, neutro, mas no caso de mastite, torna-se ácido.

Uma doença evitável

A mastite é uma doença comum e fácil de evitar. No entanto, esta prevenção exigirá que você gaste algum tempo extra com a higiene da cadela e com os cuidados gerais.

A maneira mais fácil de evitar a mastite é começar com as medidas de higiene assim que a cadela der a luz. Limpe constantemente o peito da cadela para evitar que a umidade se torne um terreno fértil para as bactérias e germes. Isto deverá ser feito durante todo o processo de amamentação.

O ninho deverá permanecer igualmente em ótimas condições de higiene, portanto, você deverá limpar frequentemente as fezes e a urina, para evitar que os filhotes pisem na sujeira e transfiram os germes para a cadela através das patas.

Você deverá monitorar a aparência da mama, geralmente não é um bom sinal se elas estiverem muito duras, apresentarem feridas que sangram, ou se as feridas estiverem vermelhas. Se você detectar este tipo de irregularidades na mama de sua cadela, leve-a ao veterinário imediatamente.

Cadela amamentando

Tratamento

O tratamento da mastite pertence ao veterinário, não é prudente ou aconselhável que você medique a sua cadela. No caso de um diagnóstico positivo, o veterinário será responsável por cuidar de sua cadela, enquanto você cuidará dos filhotes.

É importante separar imediatamente os filhotes da cadela para evitar que eles consumam leite contaminado, então você terá que passar a alimentá-los com leite especial para filhotes. Nunca use exclusivamente leite de vaca para alimentar os pequenos peludos. O leite de vaca pode causar sérios problemas digestivos nos filhotes.

Normalmente, para alimentar as crias, utiliza-se uma mistura de leite de vaca, leite especial para filhotes, gema de ovo e farinha de osso.

O tratamento da cadela consistirá na drenagem do leite em excesso e um tratamento com antibióticos para combater os germes, assim como anti-inflamatórios e analgésicos para aliviar a dor que o cão poderá estar sofrendo, embora isto dependerá inteiramente da gravidade da infecção.