Saiba se você é um dono responsável

dono responsável

Qualquer amante dos animais quando pretende adquirir um animal de estimação deseja apenas uma coisa ao adotá-lo: ser um dono responsável. É que ter um animal de estimação é ter uma responsabilidade a mais na vida, um pequeno ser que dependerá 100% de nós.

Se você nunca teve um animal de estimação e se preocupa com o que fazer e como fazer para ser um dono responsável e para que o seu animal de estimação esteja sempre bem cuidado, vamos te dar algumas dicas que certamente ajudarão nisso.

Você é responsável na vida?

Mulher abraçando cachorros

Autor: Ana Fontes

Ninguém nasce responsável. O responsável não nasce assim, ele se torna. Porém, você não precisa esperar até ter um animal de estimação para se tornar responsável, mas antes de adquirir um, devemos fazer uma autoanálise e ver se já somos responsáveis na vida e se estamos capacitados para ter um ser vivo que dependa de nós.

Mas como sabermos se somos responsáveis para ter um animal de estimação? Analisando estas questões:

  • Temos respeito pela vida de outros seres vivos. Se você ama e respeita a vida de outros seres vivos e além disso motiva os outros, sobretudo as crianças para que também ajam assim, é sinal que você ama e respeita a vida e que se tivesse uma em suas mãos que dependesse de você, você cuidaria dela de forma responsável.
  • Se você estiver disposto a assumir gastos pelo bem de seu animal de estimação. Se você é responsável em seus pagamentos, se tem dinheiro suficiente para cobrir os gastos médicos e de amparo a um outro ser vivo, é possível que você venha a ser um dono responsável para com o seu animal de estimação.
  • Tempo disponível. Para ter um animal de estimação é necessário que se tenha tempo para conviver, brincar e se divertir com seu animal de estimação.
  • Ser razoável e flexível. Estas duas qualidades lhe ajudarão na hora de ter que suportar as manias de seu animal de estimação, assim como na hora de dar a ele uma educação amorosa ao invés de uma ditatorial.

Como saber se você é um dono responsável

Os animais de estimação têm necessidades não só físicas, mas também emocionais e de outros tipos que necessitam ser supridas, por isso, se você já tem um animal de estimação, saber se o que você está fazendo é o correto é primordial para a boa qualidade de vida de seu bichinho. Se você está fazendo isto, parabéns! Você é um dono responsável:

  • Converse com o seu veterinário para saber que alimento é o mais adequado para seu animal de estimação.
  • Compre a comida adequada e a proporcione em horários definidos e suficientes para suprir suas necessidades alimentares. É importante que defina os horários de seu animal de estimação comer (melhor ainda se estes forem depois de você) e que os respeite.
  • Leve o seu animal de estimação para passear durante pelo menos 15 minutos 3 vezes ao dia e recolher sempre as fezes dele.
  • Eduque-o e tente treiná-lo para que ele aprenda comandos básicos.
  • Se por nada do mundo você o abandonaria e jamais o colocaria em situações perigosas.
  • Compre os acessórios necessários para uma vida calma e feliz.
  • Passe tempo de qualidade com seu animal de estimação, isso quer dizer abraçá-los, fazer carícias e dizer palavras amorosas.
  • Leve-o para um check-up veterinário a cada 4 meses pelo menos, para se certificar de que tudo está bem.

Cachorro passeando

Ter um animal de estimação é muito mais do que possuir uma coisinha peluda que correrá pela casa, ele é um ser vivo que dependerá de você e que você terá que cuidar e amar para o resto da vida, ou pelo resto da sua (caso você tenha uma tartaruga).

Obviamente nem todos os animais de estimação são iguais e cada espécie tem necessidades diferentes, por isso se você ainda não tem um, mas já sabe que espécie vai escolher, seria bom que pesquisasse um pouco, inclusive que falasse com um veterinário para saber do que o seu animal de estimação irá necessitar de você.

Lembre-se que adquirir um animal de estimação poderá limitar de certo modo a sua liberdade para fazer certas coisas, por isso pense bem antes de adotar um.