Sinais de envelhecimento em seu gato

Como os seres humanos, os animais se tornam idosos e o corpo sofre as consequências da idade. Como os animais geralmente vivem menos do que os seres humanos, eles envelhecem mais rapidamente e, às vezes, os donos não percebem. Um gato com apenas 6 anos de idade já está idoso, por exemplo.

Neste artigo nós iremos lhe dizer quais são os sinais de envelhecimento dos gatos, e então você poderá reconhecê-los e saber que o seu amigo já não pode mais fazer tudo o que ele fazia antes.

Grisalhos

O primeiro sinal de envelhecimento em gatos são os pelos cinzentos. Assim como nos seres humanos, os pelos dos gatos também tornam-se cinzas, lentamente, ao longo do tempo.

Os pelos grisalhos começam na face e nas patas, ou nas costas, e então começam a se espalhar por todo o corpo, embora o pelo nunca fique completamente branco.

Falta de movimento

Outro dos sinais de envelhecimento em um gato é que ele se torna mais preguiçoso, precisa dormir mais e move-se com dificuldade.

Sua atividade diminui e também seu ritmo de brincadeiras, embora ele possa continuar brincando, porém com menos intensidade.

Problemas nos dentes

Como se não bastassem todos os problemas da idade, os dentes dos gatos também tornam-se mais fracos com a idade, eles podem até mesmo perder alguns deles, ou partes, o que vai lhes custar mais para comer (e para não mencionar caçar, se for um gato que vive no campo).

Além disso, os gatos com muito tártaro podem sofrer de problemas como a gengivite (inflamação das gengivas) ou estomatite (inchaço generalizado das gengivas e dos tecidos de suporte), fazendo com que o gato sinta dor quando come e ele pode, até mesmo, parar de comer por causa dessa dor.

Se possível, você deve, de vez em quando, examinar a boca do seu gato para verificar a presença de placa bacteriana e de inflamações nas gengivas.

Além disso, eles precisam de uma alimentação correta com base em alimentos naturais ou comida crua.

Dores nas articulações

Como identificar gatos idosos

Outro sinal importante da velhice em gatos é que ele passa a fazer as suas necessidades ao lado da caixa de areia, e não nela. Isto pode ser devido ao fato de que muitos gatinhos, quando tornam-se mais velhos, sentem dores nas articulações ou na musculatura, na área das patas traseiras e quadril.

Assim, o gato para de saltar em lugares onde antes subia, como cadeiras, mesas ou até mesmo seu arranhador, porque sentem dor em suas patas traseiras.

tipo de areia que você utiliza em sua caixa pode impedi-lo de se equilíbrar. Se ele faz as necessidades ao lado da caixa, e não nela, isso indica que o gato realmente quer fazer as suas necessidades na areia, mas por algum motivo não pode. Neste caso, considere mudar a areia.

Perda dos sentidos

Os gatos mais velhos, assim como as pessoas, podem gradualmente perder os sentidos de cheiro, audição ou visão. Isso produz uma falta de atenção em nosso amiguinho, tornando-o desajeitado em seus movimentos e também mais irritado.

Além disso, os gatos mais velhos procuram ficar em paz e se incomodam quando os aborrecemos ou interrompemos as suas muitas sonecas. Você tem que respeitar as suas horas de sono e sua paz de espírito.

Problemas renais

Gatos idosos podem sofrer de insuficiência renal e passar a urinar fora de sua caixa de areria, normalmente em superfícies macias.

Se isto começar a acontecer, é aconselhável fazer um exame de urina para verificar se, na verdade, é insuficiência renal. Isso surge juntamente com a falta de higiene que normalmente aparece com a idade, tornando difícil conviver com um gato mais velho.

Gatos idosos dedicam menos tempo a sua higiene pessoal, a dor física os impede de se movimentar, também porque podem surgir problemas na boca. Portanto, a pelagem dos gatos mais velhos tende a ser menos brilhante e macia do que a de um gato jovem.

Excesso de peso

Gato obeso

Devido à falta de atividade, os gatos mais velhos tendem a engordar. Também é possível que comecem a sofrer de diabetes nesta fase.

Por outro lado, se ele bebe muita água, come muito, mas ainda assim perde peso, é possível que ele tenha diabetes.

Você deverá levá-lo ao veterinário e será necessário controlar rigorosamente a dieta de seu animal.

Tumores

O último dos sinais de envelhecimento é que os gatos, especialmente os não esterilizados, têm uma maior tendência de virem a sofrer de câncer, as fêmeas de câncer de mama, e os machos de próstata.

Os gatos esterilizados em idade precoce têm menor risco de desenvolver câncer.

Há muitos outros sintomas que podem indicar que o nosso querido amigo tornou-se um idoso. Muitos deles são ínicio de enfermidades que podem vir a acometer os gatos quando eles chegam a velhice.

Portanto, diante de qualquer sintoma, ou de uma mudança de comportamento, temos de levá-lo ao veterinário.