Sintomas que revelam problemas de saúde nos gatos

Gato

Se seu felino estiver sofrendo de alguma doença, nem sempre você irá notar de maneira evidente. Por isso, é importante observá-lo e estar atento a alguns detalhes que podem indicar desde problemas sem importância até doenças graves. Ir ao veterinário para que o profissional nos indique os tratamentos adequados é sempre a melhor opção.

Alguns sintomas que devemos levar em consideração

Gato

Um ou vários sintomas podem indicar distintos tipos de denças. A consulta rápida com um profissional é fundamental para evitar mais sofrimentos aos nossos gatos.

Contamos alguns detalhes:

  • A perda de peso é um dos primeiros sintomas visíveis da insuficiência renal. O segundo sintoma é o consumo excessivo de água e o terceiro é a anorexia. Infelizmente, quando começamos a detectar estes sinais, a doença já está muito avançada;
  • A perda de peso também pode ser originada de parasitas internos e da diabetes. No primeiro caso, inclusive, normalmente aparecem diarreias, vômitos, pelo opaco e falta de apetite. Se for diabetes, você certamente notará que o gato bebe muita água e está urinando em excesso;
  • Se seu amigo felino visita repetidas vezes a bandeja sanitária ou urina, ou tenta urinar em outras superfícies horizontais (cama, sofá, etc) e lambe a zona urinária com frequência, com certeza está sofrendo uma cistite ou uma obstrução. Se ele tenta muitas vezes e não consegue defecar, pode ser uma obstrução intestinal;
  • Miar de forma constante, durante o dia e noite, sem motivo aparente, pode dever-se a que o animal esteja surdo;
  • O inchaço em alguma parte do corpo pode ser um abscesso. Estas concentrações de pus nas capas mais profundas da pele são consequência de mordidas ou arranhões. Como em todo processo infeccioso, certamente o animal se mostrara decaído;
  • Se ele mexe ou tira sua cabeça, coça as orelhas ou tem alguma supuração na orelha, certamente esteja sofrendo uma otite;
  • O mau hálito, mastigar só por um lado da boca, ou diretamente deixar de comer, pode indicar um problema em algum dente;
  • Os colapsos e desmaios podem ter origem cardiovascular ou do sistema nervoso;
  • As dificuldades para caminhar e se mover estão relacionadas com problemas ósseos e musculares;
  • Se ele tem crostas e ulcerações na pele talvez indique sarna ou vermes;
  • Os olhos chorosos e o inchaço das pálpebras são sinais de clamidíase;

Os resfriados e as alergias podem se manifestar através de:

  • Espirros;
  • Ruídos fortes ao respirar;
  • Mucos;
  • Olhos chorosos;
  • Tosse;
  • Congestão nasal ou de peito;
  • Febre.

Sintomas de outros problemas de saúde em gatos

Gato mau egipcio

 

A seguir, detalhamos outras doenças que podem atingir os gatos e os principais sintomas para identificá-las:

  • Coccidiosis: É uma doença intestinal causada por parasitas internos. Os sintomas são diarreia, hemorragia, anemia, desidratação, perda de peso, vômito e dor ao tocar o estômago;
  • Panleucopenia Felina (EIF) ou enterite infecciosa felina: É uma doença vírica causada por um parvovírus e que é transmitida mediante as fezes ou a urina. Causa falta de apetite, febre, vômito espumoso, dores abdominais e disposições amarelo-cinza ou hemorrágicas, escuras e com mau cheiro;
  • Calicivirosis (CVF): É uma tensão virulenta do resfriado comum. Apresenta-se com febre moderada, espirros, aumento de saliva, úlceras na boca e bolhas na língua;
  • Rinotraquetis Felina (RVF) ou gripe do gato: Trata-se de um complexo de doenças das vias respiratórias altas. Provoca transtornos respiratórios, febre, mucos, conjuntivite, lágrimas, tosse e ulcerações na córnea do olho;
  • Leucemia Felina (Lvfe): A infecção se produz por contato com outros animais que tem a doença. Entre o contágio e a aparição dos sintomas clínicos, podem passar anos. Os sintomas mais frequentes são inapetência, sonolência, debilidade e anemia;
  • Peritonite Infecciosas Felina (P.I.F.): É uma doença viral que afeta, sobretudo, os gatos que convivem com muitos animais da mesma espécie. Caracteriza-se por decaimento geral, dilatação do abdômen, edema pulmonar e abdominal;
  • Raiva: Afeta o sistema nervoso central. O animal experimentará mudanças de caráter, paralisação dos músculos da garganta e caroços, que provocam dificuldades para comer, beber e uma expressão esquisita, além de babas abundantes;
  • Tifus: Destrói as células de sistema imunológico, o que ocasiona uma diminuição nas defesas do animal. Normalmente provoca diarreia, vômito e febre;
  • Coriza: Conjunto de doenças respiratórias. Os sintomas são gotejamento no nariz e olhos, espirros, febre e lesões ulcerativas na boca;
  • Broncopneumonia: É um inchaço agudo nos brônquios e os alvéolos pulmonares. Seus sintomas são tosse, febre, catarro, emissões mucopurulentas, estado sensorial alterado e dificuldade respiratória;

Lembre-se que um gato saudável é aquele que se mexe com facilidade, trepa, pula, come com vontade e limpa-se com dedicação. A ausência destas atitudes habituais pode estar indicando algum problema de saúde em seu animal de estimação.

Se ele não melhorar com rapidez, não fique com a dúvida e leve-o ao veterinário. É conveniente que sempre tenha perto seu número e endereço, para qualquer emergência que possa surgir.

Sem dúvidas, esta será uma das melhores formas de demonstrar a seu gato quanto você o ama e se preocupa com ele.