A socialização do filhote é importante?

A socialização dos filhotes

O seu novo cãozinho está se estabelecendo muito bem, mas agora chegou a hora do seu filhote se socializar. No entanto, será que isso é realmente importante para o cão? Aqui te apresentaremos as respostas para isso.

Tenha em mente antes de começar com a socialização do filhote com outro cão ou levá-lo para passear no parque, ele deve ter completado o calendário de vacinação, para evitar que ele corra riscos, além disso, tente apresentá-lo a novas pessoas dentro de um ambiente conhecido e espere até que ele tenha idade suficiente.

Tudo é novo

Socializar é muito importante e você deve fazer isso enquanto ele ainda é um filhote, pois é o período em que os cães são mais receptivos, já que estão vivendo novas experiências. Isso não significa uma turnê relâmpago pelo mundo, mas você deve introduzi-lo, pouco a pouco, a novas sensações, sejam elas relacionadas a cheiros, texturas, sabores e apresentá-los a estranhos.

Não é necessário esperar para começar as aulas de capacitação para a socialização do filhote e, de fato, é muito melhor fazer isso só com a família, pois dessa forma, você pode seguir o ritmo do seu bicho de estimação.

Para poder se socializar, é importante conhecer novos lugares e estar exposto a todos os tipos de sensação (auditivas, visuais, táteis e gustativas). Leve o seu animal para fazer passeios mais curtos em diferentes lugares, como em lojas, em escolas, em parques, em florestas, em praias, enfim, em qualquer lugar que você saiba que irá visitar no futuro.

Filhote correndo

Tente visitar um lugar novo a cada dia e voltar a um ou mais desses lugares visitados anteriormente. Você não precisa permanecer mais de dez minutos se não quiser, você só precisa permanecer o tempo necessário para que o seu cão adquira uma nova experiência. 

Contato com outros cães

Se você não permitir, durante a socialização, que o filhote conheça outros filhotes porque ele não tomou todas as vacinas, você pode levá-lo no colo, se ele for bem pequeno, para que ele possa ver outros cães sem que eles cheguem perto dele, você também pode escolher os lugares com cuidado e deixá-lo cheirar as coisas em um terreno seguro.

Isso não significa que você deve subestimar os riscos das doenças virais e bacterianas, mas a verdade é que muitos cães são colocados para dormir devido as suas más aptidões sociais.

Se o seu veterinário não viu nenhum sinal de doenças no último ano, você poderá, sempre e enquanto evitar as zonas de risco óbvias (como por exemplo, parque para cachorros, etc), deixar que o cãozinho dê uma olhada ao redor.

Mantenha o cão longe dos lugares onde haja um grande número de cães, como o veterinário e petshops. A ideia é familiarizar o filhote com essas áreas e seus cheiros sem arriscá-lo, pelo menos até que as vacinas tenham surtido efeito.

Mantenha a calma durante a socialização do filhote

Os filhotes passam por vários períodos de medo durante o desenvolvimento, em que a sua atitude com relação às novas experiências é defensiva. Essa é a maneira natural de manter os filhotes seguros quando estão ativos e se movimentam o suficiente para se meterem em problemas por curiosidade.

Isso não significa que você deva fazer uma pausa na sua vida social, mas que você deve se comprometer a fazer com que todas as novas experiências sejam tranquilas e positivas.

Brincando com filhote

Os filhotes não precisam aceitar que os estranhos toquem neles, nem devem tolerar os avanços de cães que são incapazes de se socializar.  Por outro lado, as suas experiências devem consistir no contato com todos os tipos de pessoas, lembrando que pequenas coisas fazem grandes diferenças para eles.

Eles precisam conhecer pessoas com chapéus, com a cabeça descoberta, com barba, sem nenhuma barba, trazendo guarda-chuva e bolsas, altas, baixas, homens e mulheres. Além disso, eles devem se familiarizar com carros, motos, carrinhos de bebê, cadeiras de rodas…

Cada um deve se apresentar de uma forma para que o filhote tenha tempo de interagir e se familiarizar com o ser humano ou objeto. É um processo mental chamado aprendizagem latente, na qual as experiências se processam de maneira imediata na memória a longo prazo, e que não pode ser apressado.

A socialização do filhote requer um tempo para que ele assimile tudo que é apresentado para ele, pois a exposição em espaços curtos de tempo e em um ambiente familiar, funciona muito melhor quando se trata de coisas, pessoas e animais novos.