O sono dos cães: Quanto eles dormem?

Certamente, mais de uma vez, você já escutou como algumas celebridades comentam (e sem ficarem vermelhas!), que um de seus segredos de beleza é dormir por muitas e muitas horas todos os dias.

É provável que neste momento pensemos que é fácil ter uma boa aparência quando descansamos o necessário ou, até mesmo, mais.

No entanto, para o resto dos mortais, nem sempre é fácil dormir o mínimo de horas recomendadas a cada noite.

Bem, quanto ao número de horas que um adulto precisa dormir, como em tudo nesta vida, há diversos pontos de vista, mas costuma-se dizer que é entre 7 e 8 horas diárias.

Claro que se os seres humanos ainda não tâm muito clara uma opinião sobre este assunto, é mais claro ainda que também não saibamos quanto dormem os cães.

Neste artigo, iremos dar uma resposta adequada para esta pergunta.

Cães que dormem muito e cães que dormem pouco

o sono dos cães

Geralmente, quando nos perguntamos quanto dormem os cães, é porque pensamos que o nosso não o esteja dormindo corretamente. Pode nos parecer que o nosso cão é uma marmota, porque passa o dia todo dormindo ou, à noite, o confundimos com uma coruja, já que ele quase não fecha os olhos.

Em qualquer dos dois casos, pensamos que o nosso amigo tem um problema com a sua rotina de sono. Também é muito provável que, em seguida, nos perguntemos se o problema não é o fato de nos preocuparmos demais.

Quanto dorme um cão

Começaremos por dizer que, em regra geral, um cão, quando chega à idade adulta, dorme em média 13 horas diárias.

Divididas entre o descanso noturno, que costuma representar umas 8 ou 9 horas e, várias sonecas que se estendem ao longo de todo o dia.

Um tempo longo, mas que ainda assim se viu reduzido substancialmente comparado ao que precisavam quando eram filhotes.

O sono dos cães enquanto filhotes

Um filhote passa, literalmente, quase todo o dia (e a noite também!) dormindo, podendo ultrapassar, sem dificuldades, 20 horas de descanso diárias.

Ainda assim, é verdade que alguns donos de filhotes reportam que dificilmente seu animal acumula o descanso que mencionávamos e, em muitos casos, nem de longe.

Para começar, temos que levar em conta que estas horas de sono, como é lógico, não são seguidas. Elas se veem interrompidas por breves períodos no qual o animal comerá ou, simplesmente, permanecerá acordado por alguma razão.

É uma fase na qual o filhote tem que regular seu próprio relógio interno para adquirir bons hábitos. Além disso, muitas vezes, neste período, os problemas relacionados com o sono chegam quando o filhote é separado de sua mãe, da qual sente saudades.

Um truque que alguns profissionais do assunto recomendam é colocar um relógio perto dos cães, com prudência, para que o tic-tac lhe recorde o coração de sua mãe, fazendo assim, que ele se sinta reconfortado.

Conforme ele vai crescendo, se o cão estiver sadio, o normal é que ele durma a noite toda de uma vez e que a convivência vá se tornando mais tranquila.

Por que o meu cão dorme pouco?

Cão dormindo

A seguir, daremos a você algumas razões pelas quais, talvez, o seu cão não durma as horas suficientes ou não descanse a noite inteira.

Vida sedentária

Da mesma forma que acontece com os seres humanos, se o nosso peludo não faz exercícios e passa o dia todo deitado, é mais provável que quando chegue a hora de dormir ele não se sinta cansado e, portanto, não durma.

Rotina

A falta de uma boa rotina que o animal relacione com a hora de ir dormir, também pode ser outro motivo. Temos que estabelecer uma hora e, com certa flexibilidade, levar o nosso cão até o lugar que determinamos para o seu descanso e apagar as luzes.

Não devemos permitir que ele abandone o lugar que lhe indicamos, portanto ele deverá se deitar. Sejamos firmes até que consigamos que ele tenha uma boa rotina de sono estabelecida.

Calor

Como nós, os cães também têm mais dificuldade para dormir no verão. Por isso, faça-o descansar em algum lugar que seja o mais fresco possível e permita que ele se hidrate bem antes de ir dormir.

Como vimos, o sono dos cães é relativo, de modo que você não deve se preocupar tanto. Caso ainda tenha dúvidas, consulte um veterinário de sua confiança.