Ter um cão desde criança ajuda a controlar a ansiedade

Ter um cão ajuda a controlar a ansiedade

Quase todos os especialistas concordam que ter um cachorro é ótimo para a nossa saúde. Está cientificamente comprovado que conviver com um animal de estimação enche os seres humanos de pensamentos positivos, ajuda a produzir sentimentos de bem-estar consigo mesmo e ainda combate a ansiedade e o estresse.

Acariciar um animal de estimação relaxa, alivia as tensões do dia-a-dia e gera pensamentos positivos. Quem tem um cachorro em casa não tem necessidade de aliviar o estresse com substâncias como o tabaco, álcool ou alimentos gordurosos.

O prazer de ser recebido por um cachorro

Carícia em cachorro

Poucas coisas no mundo são tão boas quanto chegar em casa depois de um longo dia de trabalho e encontrar o seu bichinho de estimação pulando, correndo e balançando a cauda de alegria. Ter um cão aumenta a autoestima e nos sentimos muito mais amados e bem acompanhados.

Benefícios que os cães trazem para as crianças pequenas

Já foi demonstrado que os bebês que convivem com cães sofrem menos com problemas respiratórios ou infecções nos ouvidos. Pode parecer estranho, mas a convivência com um animal ajuda a fortalecer o sistema imunológico dos filhos pequenos.

O convívio com o pet aumenta a produção de serotonina e dopamina. As duas substâncias ajudam a relaxar e combater a ansiedade, além de diminuir a chance de desenvolver alergias. Apenas 20% dos bebês que convivem com cães desenvolvem quadros alérgicos.

Os cachorros são utilizados em terapias assistidas para crianças com problemas de desenvolvimento, para potencializar a sua capacidade de amar e ser amado, reduzir a ansiedade e melhorar a sociabilidade. Tudo isso é possível porque os cães compreendem os sinais da comunicação humana. Ter um desses animais de estimação pode, inclusive, estimular a capacidade de se comunicar e conversar.

Os benefícios que os cães trazem para as crianças são muitos. Entre as incríveis capacidades dos caninos está a de aprender e entender o comportamento dos humanos, identificando estados mentais e atuando de acordo com as informações que conseguem apreender. Se a criança está doente, deprimida, é introvertida ou tem problemas de comunicação, o cão perceberá apenas observando e vai agir de acordo com essa situação.

Ainda existem mais vantagens para as crianças que vivem perto de cães: o bicho de estimação irá ensiná-lo a ser mais responsável e comportar-se adequadamente, assim como a ser mais amigável e comunicar melhor com as pessoas ao redor.

Não esqueça a higiene

Para que a convivência seja a melhor possível, é muito importante que as crianças e os cães estejam vacinados, já que ambos podem transmitir para o outro bactérias e vírus. Devemos prestar muita atenção à higiene e à saúde do nosso cãozinho, ainda mais se existir um bebê por perto.

A melhor raça e o melhor tamanho

cachorro e criança

O tamanho e a raça do cãozinho são questões que devemos considerar na hora de encontrar um companheiro para o nosso bebê. Entretanto, não é algo simples, já que o tamanho e a personalidade do animal não possuem relação direta.

Um exemplo é o Yorkshire Terrier. Esse pequeno cãozinho é a primeira opção de muitos para fazer companhia para o bebê, já que é fácil de cuidar e é muito alegre. Mas é um erro pensar que essa raça é a melhor escolha para estar sempre perto de uma criança pequena. Muito temperamentais, os cães dessa raça querem ser o centro das atenções e não vão tolerar que uma criança pequena “roube” isso deles.

Afinal, quais são as raças mais adequadas para quem tem filhos pequenos? O Labrador é uma delas. Sua gentileza, responsabilidade, tolerância em brincar com as crianças e até mesmo “suportar” as suas travessuras, fazem desse tipo de cão o companheiro ideal para os pequenos da casa. Além disso, esse animal detesta a solidão e também irá se beneficiar com essa convivência.

Depois deste artigo, não resta dúvidas de que ter um cão em casa ajuda a todos, adultos e crianças, a serem mais felizes, combater problemas e a prevenir doenças. Não deixe de adotar um cão!