Tigre selvagem: o crescimento do século

Tifre selvagem

O tigre selvagem é uma espécie protegida que vive nas florestas entre a Rússia e o Vietnã e que vinha apresentando uma diminuição na população nos últimos anos. Entretanto, temos ótimas notícias para compartilhar: recentemente o número de indivíduos dessa espécie tem aumentado consideravelmente.

O que causou esse aumento no número de tigres selvagens nos últimos anos? A colaboração entre diversas ONGs e governos.

Causas do aumento de tigres selvagens

A preservação do tigre selvagem vem sendo promovida há anos, já que é um animal muito querido no oriente.

tigresa com filhote

Esse aumento no número de tigres pode ser atribuído à melhora dos censos em países como Índia, Nepal e outros. A WWF também aponta como uma causa desse crescimento a ampliação dos sistemas de preservação de espécies.

Marco Lambertini, diretor geral da WWF, disse que essa é a primeira vez em 30 anos de declínio na população da espécie que se demonstrou que a cooperação entre governos, ONGs e comunidades locais é capaz de ajudar a preservar uma espécie.

Isso não é resultado de um dia, obviamente, mas de um trabalho conjunto e contínuo por vários anos, após os quais foi possível notar algum resultado.

Qual foi o resultado?

Parecia não haver esperança para a espécie do tigre selvagem quando, em 2010, foi realizado o último censo conhecido (até agora) e que chegou à cifra de 3200 tigres. A partir desse dado alarmante, foi decidido que era preciso tomar medidas e atuar para a preservação da espécie.

No último censo, realizado neste ano e divulgado apenas há alguns dias, a quantidade de tigres selvagens aumentou para 3890. Pode parecer pouca coisa, mas é um aumento considerável para apenas seis anos, ainda mais se levarmos em consideração que a população desses animais vinha em constante queda.

Tomamos conhecimento desse censo na segunda-feira, antes que o primeiro-ministro da Índia, Narendra Modi, participasse da inauguração da III Conferência Ministerial da Ásia pela Conservação do Tigre. A reunião, onde o tigre selvagem tem um papel essencial, aconteceu no dia 12 de abril deste ano.

Qual o objetivo da conferência sobre a conservação do tigre selvagem?

Quando as medidas de preservação da espécie começaram a ser tomadas, em 2010, foi criado um processo que tinha uma meta chamada “Tx2”. Essa meta consistia em duplicar a população de tigres selvagens em todas as zonas em que eles habitavam até o ano de 2022.

Como parte do processo, foi criada em 2013 a Conferência Ministerial da Ásia sobre a Conservação do Tigre. Todos os anos, os dirigentes de países asiáticos se reúnem para chegar a acordos sobre as melhorias e trabalhos a serem feitos para alcançar a meta “Tx2”.

Mas parece que esta conferência será especial. Segundo o líder da iniciativa, Michael Baltzer, membro da WWF, se os países desejam alcançar a meta “Tx2”, deverão traçar um plano ambicioso e forte para não apenas deter a diminuição, mas dobrar o número de tigres selvagens e conseguir um lugar seguro para eles viverem.

Por que o tigre selvagem está desaparecendo?

Tigre na caminha

São duas as principais causas do desaparecimento do tigre selvagem: a caça ilegal e a destruição de seu habitat natural. No caso do Sudeste Asiático, também corroboram o pouco envolvimento dos governos na salvação do tigre selvagem.

Assim como outros tantos animais, o tigre selvagem não escapa dos danos causados pelo ser humano, tanto os diretos, com a caça ilegal, quando os indiretos, com as mudanças climáticas.

De acordo com os últimos dados, estima-se que a caça ilegal tirou a vida de 1590 tigres entre 2010 e 2014, o que ajudou na enorme redução da espécie.