Como tratar feridas nas almofadinhas de cães e gatos?

almofadinhas

As almofadinhas das patas dos cães e dos gatos estão propensas a sofrerem feridas difíceis de curar, já que estão sempre em contato com o chão. Por isso devemos prestar especial atenção aos locais onde pisam os nossos animais de estimação. Se eles sofrerem alguma lesão, poderemos tratá-la ou, pelo menos, proporcionar os primeiros socorros.

As almofadinhas, uma área de risco no corpo de seu animal de estimação

almofadinhas

As ruas da cidade, o parque, o campo ou a praia, além de serem o cenário de passeios e brincadeiras com o seu amigo peludo, podem ser o lugar onde o seu animal de estimação poderá machucar as almofadinhas, se ele pisar, por exemplo, em:

  • Vidros
  • Pedrinhas que podem cravar facilmente na planta de suas patas
  • Sucata

Por isso é importante que verifique as patas de seu animal, para que, se houver alguma ferida, que a cure com rapidez.

Além disso, considere que sua casa também pode ser uma fonte de perigos para o seu animal de estimação, sobretudo se há objetos afiados ou vidros quebrados que não são recolhidos. E, inclusive, temperaturas extremas podem prejudicar as almofadinhas de seu cão ou de seu gato.

As almofadinhas de seu animal de estimação estão propensas a sofrerem feridas de diferentes tipos. Se as lesões não forem graves, você mesmo poderá curá-las.

Casos onde você mesmo poderá tratar as feridas nas almofadinhas

De acordo com à gravidade da ferida que o bichinho apresente em suas almofadinhas, você terá que decidir se você mesmo poderá tratar ou se deverá levá-lo ao veterinário com urgência.

No caso de estar saindo muito sangue da lesão ou se você notar que tem algum objeto encravado profundamente, o melhor será recorrer imediatamente à ajuda de um profissional. Mas se a ferida é superficial você mesmo poderá tratá-la.

Em todo caso, observe como evolui o quadro e, ante o menor sinal de que pode estar piorando, recorra a um especialista.

Como você deve proceder para tratar as feridas nas almofadinhas de seu gato ou de seu cão

A primeira coisa que você terá que fazer para curar uma ferida nas almofadinhas de seu animal de estimação é desinfetá-la. Utilize uma gaze embebida em alguma solução antisséptica, preferivelmente de uso veterinário. A Clorhexidina pode ser uma boa opção.

Lembre-se que os animais têm um pH muito diferente do das pessoas e, portanto, se usar nele algum produto para humanos, poderá provocar um dano maior na ferida já existente.

Por esse motivo, é sempre bom ter um estojo de primeiros socorros para o seu animal de estimação, equipado com a orientação do veterinário, com tudo o que é necessário para socorrer o seu amigo peludo em uma emergência médica.

Enfaixar ou não enfaixar, eis a questão

Depois da desinfecção, embora o ideal seria que a ferida do bichinho se curasse sem ser coberta, colocar algum tipo de bandagem para que a pata não fique exposta a se infectar pelo contato com a sujeira, de diferentes superfícies que o seu cão pisa, pode ser uma boa decisão.

Além disso, já sabemos que a primeira coisa que fará o animal será morder a área afetada. Assim, se ele insistir nisso, possivelmente o melhor a fazer é colocar nele um colar isabelino, pelo menos em um primeiro momento.

Então, é conveniente que se cubra a ferida com duas ou três capas de gaze enrolada. Não aperte muito a bandagem, porque se você diminuir com isso a circulação de sangue, irá atrasar o processo de cura.

Atenção à evolução das feridas nas almofadinhas

almofadinhas

Se tudo evoluir bem, limpe a ferida e troque a bandagem diariamente até que a ferida esteja curada totalmente. Enquanto isso, não deixe que seu gato saia por aí e deixe que seu cão saia apenas para fazer suas necessidades.

O ideal é que quando o peludo for sair à rua, que você cubra a pata machucada dele com algum tipo de saco plástico ou coloque algum sapatinho especialmente desenhado para o seu animal de estimação que, como você deve imaginar, se compra em lojas especializadas do ramo.

E, mais uma vez, lembre-se que ante o menor indício de que a lesão piorou, recorra com urgência ao veterinário.