Tudo sobre o British Shorthair (Pelo curto inglês)

British Shorthair

Por sua personalidade agradável e sua aparência de bichinho de pelúcia, o British Shorthair é um gato que ganhou a simpatia de milhares de pessoas que o escolheram como animal de estimação.

Dóceis, carinhosos e brincalhões – mas também majestosos e inteligentes – são a companhia ideal para as crianças e para os idosos, e se transformaram nos bichanos de pelo curto mais conhecidos do mundo.

Origem do British Shorthair

Tudo leva a crer que o British Shorthair se originou do cruzamento entre os gatos que as legiões romanas levavam a antiga Britânia, com os felinos do lugar.

Eles devem sua inconfundível pelagem dupla, curta e espessa à necessidade de se protegerem da chuva e da umidade, que caracterizam o clima britânico.

Ainda que também exista uma outra versão, que determina a origem destes felinos no Egito e sua chegada ao que é hoje o Reino Unido, em épocas tão longínquas como as de Moisés.

Reconhecimento e evolução da raça

Gato se lambendo

  • Em 1871, a raça foi reconhecida pela primeira vez durante uma exposição realizada em Londres, pelo artista Harrison Heir.
  • Tanto na Primeira quanto na Segunda Guerra Mundial, a população destes animais foi dizimada. Para sua recuperação, recorreu-se ao cruzamento com outras raças, principalmente a Persa.
  • Isso deu lugar para que surgissem alguns exemplares de pelo longo, os British Longhair.

Características físicas da raça

Estes simpáticos bochechudos apresentam as seguintes características físicas:

  • Tamanho: de médio a grande;
  • Peso: entre 4kg e 8kg;
  • Cabeça: Larga e maciça, com contornos arredondados;
  • Testa: Tende a ser redonda, nunca plana;
  • Nariz: Largo e curto, com os orifícios nasais abertos. Além disso, deve ter “stop” (depressão nasofrontal);
  • Queixo: Forte e bem desenvolvido. E em linha com o nariz;
  • Orelhas: De tamanho médio. Largas na base e de ponta arredondada;
  • Olhos: Grandes, expressivos e redondos. Bem separados entre si;
  • Corpo: Musculoso e de peito largo;
  • Patas: Fortes, largas, curtas e de aspecto arredondado;
  • Cauda: É larga e espessa na base. Se afina para a ponta, que é arredondada;
  • Pelagem: Curta, densa e suave;
  • Cores: O mais apreciado é o azul, mas o British Shorthair pode ter diferentes tonalidades: creme, lilás, branco, vermelho, chocolate, negro, etc.

Outros dados sobre o British Shorthair

São animais que preferem a tranquilidade do lar e a companhia humana. Não é tão evidente neles o espírito aventureiro que caracteriza outros gatos, ainda que, caso apareça uma ocasião, são excelentes caçadores.

Também:

  • Raramente arranham. Se são incomodados, optam por se afastar;
  • Devido a sua paciência, tolerância e equilíbrio, tornam-se os amigos ideais para as crianças;
  • Adaptam-se com facilidade a diferentes espaços;
  • Convivem bem com outros gatos e com cães;
  • Atingem a idade adulta entre os dois e os três anos.

Saúde e cuidados do British Shorthair

Gatinho dormindo

Os British Shorthair são gatos que costumam ter muito boa saúde. De todas as formas, recomenda-se:

  • Vigiar o peso, principalmente quando se trata de animais castrados, já que tendem a engordar.
  • Penteá-los e escová-los regularmente, especialmente em épocas de troca de pelos, para evitar que engulam o pelo e formem bolas.
  • Fornecer ração de qualidade, preferivelmente aquelas que previnam a formação das mencionadas bolas de pelos.
  • Desparasitá-los e vaciná-los segundo as indicações do veterinário. É importante considerar que sua densa pelagem favorece o aparecimento de pulgas.

Além disso, por causa do cruzamento com outras raças, eles apresentam uma tendência a sofrerem da doença do rim policístico (PKD, sigla em inglês).

Um gato “maravilhoso”

Quando Lewis Carroll publicou seu famoso livro Alice no país das maravilhas, em 1865, ele não sabia que estava contribuindo para popularizar, em todo mundo, o British Shorthair.

É que o gato de Cheshire, um dos mais famosos personagens da história – aquele que tinha a capacidade de aparecer e desaparecer à vontade –, é um gato inglês de rua, igual aos antepassados do British Shorthair.

Um animal de estimação ideal

Bem, agora você já sabe que, se você quer ter um gato que não saia para perambular pelas ruas e que prefira ficar dentro da casa fazendo companhia para você, mas sem ser chato, este é o animal de estimação ideal.

Mas ainda que ele pareça um bichinho de pelúcia, não se engane. Ele não é um brinquedo. Cuide e ame-o muito que ele saberá recompensá-lo generosamente.