Tudo sobre o gato Singapura

Esbelto e pequeno, o gato Singapura encarna toda a delicadeza e elegância que os gatos têm. As origens deste gato são incertas, pois apesar de saber-se que é uma raça antiga, só em 1974 ele recebeu o reconhecimento como tal.

Sabe-se também que ele é originário de Singapura, onde inclusive é comum os ver perambulando pelas ruas.

Apesar de sua origem, estes gatos ganharam popularidade nos Estados Unidos, onde a demanda era cada vez maior, em especial para os eventos de exibição.

Durante a década de oitenta, iniciou-se um processo de introdução da raça na Europa. Na França e na Grã-Bretanha, o gato Singapura foi especialmente bem recebido, mas nunca gozou do mesmo sucesso que teve nos Estados Unidos e é muito pouco comum encontrá-lo no continente europeu.

Características do gato Singapura

Características da raça

– A principal característica do gato Singapura é que ele tem a cabeça redonda, com um focinho curto e, em geral, é um gato de tamanho pequeno.

– A forma amendoada de seus olhos, delineados por uma linha negra, é uma particularidade desta raça, também, os olhos são maiores que os de outros felinos.

As cores tidas como normais para os olhos são o verde, o cobre ou dourado. Se tiver os olhos de cor azul, considera-se uma falha, ainda que, de qualquer jeito, sejam esplêndidos.

– A cara termina em orelhas grandes e pontiagudas, que dão a este animal um aspecto inteligente e atento.

– De seu corpo, sobressai a musculatura, pois, apesar de ser um gato pequeno, têm uma musculatura atlética e bem desenvolvida. O corpo termina em uma cauda delgada e fina, não muito alongada, mas também não tão curta.

– A pelagem deste gato é muito formosa, curta, fina e delgada, em tonalidades sépia, marfim ou marrom.

Se o gato estiver em boas condições, o manto costuma ser muito brilhante. A região do nariz adquire uma tonalidade salmão, que lhe dá um aspecto muito doce e agradável.

Temperamento

Este é um gato medianamente ativo que, enquanto requer exercícios, não padece da mesma hiperatividade de algumas outras raças.

É, em geral, um gato muito carinhoso. Terá momentos de muita atividade, mas permanecerá passivo a maior parte do dia.

E uma raça muito independente, portanto não sofrerão de estresse durante as ausências de seu dono. Por outro lado, não devemos nos descuidar do gato Singapura, pois ele gosta muito de carícias e de ser o centro das atenções.

Devemos ter cuidado com os animais mais pequenos que porventura tenhamos em casa, como aves ou roedores, já que este gato é um experiente caçador que desfruta das atividades relacionadas com a cadeia alimentar.

Se vai deixá-lo sair, tenha cuidado com o seu quadro de vacinações, certifique-se de tê-lo completo. É um aventureiro e gosta muito de correr e do ar livre, por isso mesmo, ele poderia se perder.

Saúde e cuidados

Saúde da raça

Uma das vantagens que há em cuidar de um gato de pelo curto é que este requer menos atenção, de modo que bastará com que o escove uma vez por semana.

Lembre-se de acostumá-lo a isto, pois embora o pelo não venha a embaraçar, no caso dele vir a ingeri-los, poderá ter bola de pelos no trato digestivo.

Ele deverá receber uma alimentação rica em gordura animal, que lhe permita desenvolver sua musculatura o suficiente para gozar de uma boa saúde.

Lembre-se, no entanto, que você não deve alimentá-lo em excesso, já que os gatos têm tendência à obesidade. O melhor é que lhe ajude a manter o peso brincando com ele várias vezes ao dia.

O exercício é importante para que ele tenha um bom desenvolvimento e uma vida longa e feliz.

Estes gatos têm a infância prolongada, sendo assim, você poderá gozar de um animal com a personalidade de um filhote por muitos anos.

É bom leva-lo ao veterinário, no mínimo, uma vez a cada seis meses quando ele se encontrar são, em especial para que seja avaliada a sua dentição, ossos e seu desenvolvimento em geral.

Em caso de você identificar algum sinal de doença, por exemplo, dermatites, vômitos constantes ou diarreia, dentre outros, você deverá levá-lo imediatamente ao veterinário.