Uma turista alemã adota um cão de rua nas Filipinas

Certamente, alguma vez você já encontrou um cão de rua e teve uma vontade irresistível de levá-lo para a sua casa. Tomara que assim tenha feito. O mesmo aconteceu com Emmy Karnot. Mas o pequeno detalhe é que, quando Emmy conheceu o Buddy, ela estava de férias nas Filipinas, há muitos quilômetros da Alemanha, seu país de residência.

Detalhes de um feliz encontro

Cachorro e mulher na praia

Fonte: Facebook do Emmy Karnót

Não se desespere. A história teve um final feliz e depois de vários meses de trâmites, hoje o animal de estimação e a atual dona do animal convivem felizes em terras germânicas. Na Alemanha, Buddy (companheiro em inglês), assim chamado por ser o inseparável amigo e companheiro de Emmy, aprendeu a se adaptar ao frio e logo fez novas amizades com outros cães e também com humanos.

Mas como chegamos a este ponto? Tudo começou quando Karnot estava de férias em Boracay, uma paradisíaca ilha localizada ao sul de Manila, a capital das Filipinas. Como se aproximava o dia de seu aniversário, a mulher planejava festejá-lo junto com alguns amigos, fazendo uma fogueira na praia.

Por esse motivo, ela se aproximou de um policial para pedir permissão para acender o fogo. Naquele momento ela mudou o seu destino. O agente lhe mostrou dois filhotes de apenas 6 semanas que, de acordo com o que o policial informou a ela, viviam debaixo de um carro abandonado. A mulher logo fez amizade com os dois filhotes e brincou com eles por um longo tempo.

Adotar um cão de rua sempre é uma boa decisão. Embora Emmy morasse na Alemanha e tenha conhecido o seu amigo de quatro patas nas Filipinas, foi assim que começou a história dela com Buddy.

Um cão de rua, o melhor presente de aniversário

Foi então que o policial surpreendeu Emmy. Ele pegou o cão de rua e o deu a ela, lhe dizendo que esse era o seu presente de aniversário. Karnot não pôde recusar o presente, mas se mostrou insegura e manifestou seus temores por não saber como cuidar de um animal, já que ela nunca antes tinha tido um cão.

Mas nesse mesmo momento a mulher pensou que, de qualquer forma, o que ela podia lhe oferecer era muito melhor do que o que o bichinho tinha tido até aquele momento.

Assim foi que, pouco a pouco, os dois começaram a tecer uma íntima amizade, ao ponto de fazer com que as “férias” da mulher se estendessem por 3 meses além do previsto, bem o tempo que demorou os diferentes trâmites para poder retirar o cão das Filipinas e entrar na Alemanha com o seu novo e amado animal de estimação.

Enquanto isso, Karnot e Buddy, aproveitavam a praia e o mar. Emmy até mesmo ensinou o seu novo amigo a nadar, e conseguiu mudar a vida de privações que o cãozinho levava por um presente e um futuro feliz e saudável.

Você também pode se dar de presente um cão de rua

O número de animais de estimação abandonados cresce dia a dia em todo mundo. De qualquer forma, não é necessário que você vá a um lugar exótico para adotar um bichinho. Se você tem vontade de ter um gato, um cão ou outro animal de companhia, a melhor opção é que recorra a um lar ou a um abrigo e escolha lá o seu futuro amigo.

E se acontecer de você cruzar pela rua com um peludo e de se apaixonar por ele à primeira vista, aja responsavelmente. Verifique primeiro se os donos do animal não estão a procura dele. E, se depois do primeiro impulso, se arrepender ou achar que não poderá cuidar do animal como se deve, não volte a abandoná-lo.

Neste caso, tente encontrar um lar para ele entre amigos, familiares e conhecidos. Se não conseguir, tente fazer com que o recebam em um abrigo. Mas se certifique que lá cuidarão bem dele antes que ele possa ser adotado.

Por muitos outros animais felizes

Cachorros

Fonte: Facebook do Emmy Karnót

Embora a realidade seja sempre mais dura na maioria dos casos de cães que vivem nas ruas, sempre nos reconforta saber de histórias como a de Emmy e Buddy.

Mas por sorte também há diariamente encontros anônimos – e menos compartilhados nas redes sociais – entre humanos e animais de estimação abandonados que têm a possibilidade de ter uma nova e boa vida.

E nunca é demais recordar isso: conviver com um animal de estimação te faz uma pessoa mais saudável e mais feliz. Por isso não deixe de adotar um animal abandonado. Os benefícios, no bom sentido da palavra, serão mútuos.

Imagens extraídas do Facebook do Emmy Karnot.