Um aplicativo japonês revela como o seu cão se sente

A companhia japonesa Anicall criou um dispositivo para que possamos saber as emoções dos nossos bichos de estimação, o que eles sentem, se estão tristes, com medo, se estão felizes, etc. Através de um dispositivo eletrônico, um sistema celular irá transmitir um sinal ao nosso celular com a tradução da informação sobre o estado do animal. Esse avanço serve para consolidar a relação entre o cão e o seu dono, ao mesmo tempo em que outorga mais comodidade ao proprietário do animal.

A ideia é uma coleira que colocamos no animal, para que, através da análise de seus movimentos, tenhamos a possibilidade de saber com qual estado de ânimo ele está. As suas emoções serão transmitidas a nosso smartphone através de um sinal. Essa análise de ações e de atividades consegue reconhecer até 40 movimentos diferentes.

A princípio, ele só funciona quando estamos perto dos nossos bichos de estimação, mas será possível, até mesmo quando nos afastamos, conseguirmos saber o comportamento do cão à distância.

O aplicativo japonês que permite controlar o estado de ânimo

Carinho em cachorro

Outro avanço das coleiras para os animais de estimação é a possibilidade de visualizar em um monitor de dispositivo informático os diferentes estados de ânimo e o que os nossos animais de estimação sentem. As variáveis são muito diversas, os comportamentos gerais da raça e outros dados físicos, em função de variados parâmetros, como a idade, o peso, etc. Com essa informação, será possível saber através do monitor se a saúde do cão está boa, e quais ações podem ser tomadas para melhorá-la, etc.

Através da microinformática, também podemos saber o que os nossos animais de estimação sentem. Existe um mecanismo que consiste em colocar um fone nos nossos amigos para “saber” o que eles pensam, por meio das sensações de felicidade, tristeza, frio, fome, alegria, etc.

Se trata de um dispositivo que utiliza um alto-falante e um monitor e, além disso, um computador irá se encarregar de manifestar essa informação. Inclusive, essa informação pode ser traduzida em formato de voz emitindo um som. Cada dono pode escolher o tipo de voz que deseja associar a esses sinais, em função do que for mais adaptável à “personalidade” do seu bicho de estimação.

Uma série de estudos estão aprimorando esses tipos de sistema para obter deles maior funcionalidade e para serem mais práticos durante o dia a dia dos cachorros e dos donos. A finalidade é conhecer, por meio dos latidos, o que os cães estão sentindo, e ir traduzindo tudo para o monitor.

Existem outros dispositivos que avaliam a tristeza que o nosso cão sente quando não estamos em casa e temos que deixá-lo sozinho. Dessa forma, iremos conseguir que através de uma conexão com a Internet e por meio de uma vídeo chamada, a possibilidade de algum tipo de comunicação com os nossos cães.

Como controlar o movimento do nosso cão

Cachorro treinando

Na hora de passear com o nosso cão é importante estar vigiando ele constantemente, porém nem sempre isso é algo fácil de se fazer, e o nosso amigo irá sair correndo a qualquer momento. No caso de isso acontecer, existem vários dispositivos que servem para ir apresentando, a cada cinco segundos, os movimentos do nosso animal de estimação, além de indicar o caminho percorrido. É uma forma muito prática para controlarmos o animal.

Embora o instinto do nosso cão seja suficiente para conseguir nos localizar em distâncias curtas, para a nossa tranquilidade, esses tipos de dispositivo contam com um sistema, no qual a informação pode ser indicada em um mapa e em uma rede social disponível para os donos. Nele, é possível guardar o trajeto percorrido pelo animal de estimação, e também é possível criar perfis para o cão.

Existe um tipo de aparelho que nos permite premiar o nosso bicho de estimação com uma de suas coisas mais desejadas, sua guloseima favorita. Esse dispositivo funciona através de uma conexão com um roteador Wireless; por meio de um distribuidor poderemos conseguir agradar o nosso animal de estimação simplesmente utilizando o nosso smartphone, em qualquer lugar em que estivermos, mesmo que seja longe de casa. Tem um jovem que se chama Broocke Marti, que decidiu investigar, por conta própria, os sentimentos de um animal de estimação. Ele conseguiu comprovar como esse método reduz, de forma evidente, a ansiedade dos cães.

No caso dos cães que possuem o hábito de se afastarem dos seus donos, existe um tipo de coleira chamada “modo resgate”, um dispositivo simples e funcional para que saibamos em todos os momentos onde se encontra o nosso animal de estimação, nos permitindo localizá-los facilmente.