Um cachorro detecta um câncer de mama na sua dona

Nos últimos anos, os bichinhos têm sido usados em diferentes atividades, entre elas a de detectar doenças graves, como o câncer, a diabetes e outras. Hoje, vamos contar a você a história de um cachorro que salvou a vida de sua dona porque detectou um câncer de mama presente nela antes que ela soubesse disso.

Temos que agradecer muito aos nossos animais de estimação, mas termos que agradecer ao nosso pet por estarmos vivos é algo que talvez nunca pensássemos que aconteceria. Preste atenção nesta história e deixe-se surpreender pelo instinto e o grande amor que nossos animais de estimação sentem por nós.

Cachorro detecta um câncer de mama em sua dona

Karin Gibson é uma mulher de 62 anos que tem um belo labrador negro, que ela nunca pensaria que um dia salvaria a sua vida. Tudo aconteceu quando, ao voltar de férias, o seu cachorro começou a agir de maneira estranha.

Ele não parava de ficar em cima dela e de cheirá-la compulsivamente, e muitas vezes ao dia encostava uma das suas patas nos seios dela.

A própria Karin afirma que embora Paddy, seu cachorro, sempre tenha sido muito carinhoso, ele se tornou muito meloso, pulando em cima dela, cheirando o hálito dela, olhando fixamente para ela e tocando em seu seio.

Karin começou a se preocupar e pensou que não custava nada fazer um check-up no médico. E que surpresa ela levou quando detectou um tumor no seu seio, o mesmo seio que Paddy não deixava de tocar! Graças a Paddy e seu infalível olfato, esse tumor pôde ser detectado a tempo e extirpado sem sequela alguma.

Karin nunca pôde imaginar o tanto que teria que agradecer ao seu belo labrador.

O caso de Paddy não é raro, já que existem outras experiências de cachorros que detectaram um câncer em seus donos. Vamos conferir alguns exemplos.

Outros cachorros detectores de câncer

border-collie

  • Max. Este cachorrinho foi capaz de detectar um câncer de sua dona, mesmo quando os exames feitos por ela apresentavam resultado negativo. Mas o animal insistia e insistia, o que fez com que ela repetisse os exames até que, finalmente, foi encontrado um tumor e sua dona pôde ser operada com sucesso.
  • Marine. Este foi um cachorro treinado no Japão que demonstrou uma eficiência de 90% na detecção do câncer.
  • Ledy. Ledy é uma cadelinha que começou a cheirar e a tocar compulsivamente o pescoço de sua dona, e quando sua dona foi fazer um checkup, tinha um tumor.

Esses são apenas alguns casos de animais de estimação que detectaram câncer, mas como os cachorros conseguem fazer isso? Também vamos falar com você sobre isso.

Como um cachorro consegue detectar um câncer

De acordo com uma imensa quantidade de estudos realizados, os cachorros têm a capacidade de detectar o câncer através do odor. Foram adestrados centenas de cães em diferentes laboratórios e foram feitos os mesmos testes em todos . Eles tinham que cheirar pessoas saudáveis e pessoas que já tinham desenvolvido câncer, e todos reagiram da mesma maneira.

É possível que os tumores desprendam um odor quase imperceptível, mas que pode ser percebido pelos cachorros. Esses testes foram feitos usando o hálito e as fezes dos doentes. Usando o hálito, houve 98% de eficácia e acerto na detecção do câncer nos doentes, frente a 95% no caso das fezes. Um grande feito da ciência!

Os cientistas afirmam que, embora seja pouco prático usar os cachorros para detectar o câncer, o seu olfato e esses testes podem levar ao desenvolvimento de um novo sensor que permita detectar os tipos de câncer mais agressivos antes que se espalhem para outras partes do corpo.

Sem dúvida, histórias como a de Paddy e Karin são abundantes nas redes sociais e continuaremos ouvindo mais delas, pois o fato de um cachorro detectar um câncer, de que é capaz de fazer isso, já é um feito científico comprovado.

Fonte da imagem principal: www.abc.es