Um cachorro não é um brinquedo

Um cachorro não é um brinquedo

Alguma vez você já se perguntou o que ocorre com um cachorro quando ele é abandonado pela família? Infelizmente, esta é uma das situações mais comuns que se costuma ver em muitas partes do mundo, já que se tem a concepção errada de que os cães não são mais do que seres prescindíveis que servem apenas para nos entreter.

Esta insólita premissa tem tido como consequência que, em diversas ocasiões, sejamos testemunhas de como os animais de estimação passam de seres vivos respeitáveis e dignos de serem sempre amados e se convertem em pouco menos que mercadorias, que podem mudar de mão e de dono, sem importar o dano irreparável e a depressão que isto lhes causa.

O abandono e a coisificação estão se convertendo, infelizmente, em um problema que se repete sem parar, o qual não há feito mais do que gerar traumas no melhor amigo do homem.

Diante desta situação, vamos deixar aqui alguns conselhos para tratar dignamente a um cachorro.

Não compre, adote

Filhote de labrador

Diante da injusta mercantilização da qual são vítimas este pequenos amigos, adotar, ao invés de comprar, é a demonstração absoluta de que você os enxerga como um amigo e não como um simples objeto.

Além disto, a adoção de cachorros oferece os seguintes benefícios:

  • Você presenteia o cachorro com a oportunidade de contar com uma família que o ame e um lar no qual poderá viver feliz.
  • Você coloca em adoção outro cachorro, já que quando um cão é adotado, seu lugar no centro de posse canina é ocupado por outro que se encontra na rua.
  • Fortalece sua saúde, pois o amigo de quatro patas ajuda a diminuir o estresse, além da maneira como melhoram sua condição física, pois necessitam sair para passear.

“Você deve ter sempre em conta que quando adotar um amigo peludo, você vai necessitar corresponder com o mesmo carinho, proteção e fidelidade incondicional que este vai oferecer.”

Eduque seu cachorro adequadamente

Sem nenhum tipo de dúvidas, a inteligência é uma das virtudes mais ressaltantes dos cães, já que graças a esta eles podem entender nossa comunicação e nossas ordens, motivo pelo qual é muito normal se criar um forte vínculo entre dono e animal de estimação.

É divertido e saudável que eles aprendam a executar alguns truques, o melhor que você pode fazer para aproveitar sua incrível capacidade de entendimento é ensinar valores essenciais para seu desenvolvimento e comportamento.

Se você adotá-lo filhote, estas são algumas regras essenciais para poder educar adequadamente seu cachorro:

  • Mantenha a constância: ainda que em várias oportunidades possa custar que o pequeno amigo cumpra suas indicações, você deve ser sempre constante, caso contrário, ele não vai aprender o que você desejava lhe ensinar e você vai dar um mal exemplo.
  • Ofereça carinho incondicional: ainda que você não acredite, os cães que mais obedecem as ordens não são os que sentem medo de um castigo, mas sim os que se sentem mais amados, por isso é incondicional ser sempre amoroso com eles.
  • Nunca mude as regras: em poucas palavras, tudo o que você deixar ele fazer quando for filhote, deve ser o mesmo que vai permitir quando for adulto.

Respeite-o e faça com que ele o respeite

border collie

O respeito é algo fundamental que deve ser oferecido constantemente ao seu cachorro, já que como bom animal de estimação e ser vivo, ele necessita saber que é alguém de muita importância para você.

Da mesma forma, para tratar adequada e responsavelmente seu pequeno companheiro, é de suma importância que ele o respeite, devido a que, desta forma, ele o reconhecerá não só como seu amigo e dono, mas também como seu líder.

Para conseguir tudo isso, você deve cumprir as seguintes recomendações:

  • Não o castigue bruscamente quando ele errar, já que isto pode gerar traumas irreparáveis.
  • Você deve marcar alguns limites, já que se em sua casa cada membro mantém certa disciplina, seu cachorro também deve agir assim, o que vai fazer com que ele se sinta como mais um da família.
  • Cuide do estado de ânimo e de saúde do seu cachorro.
  • Compartilhe todo o tempo que puder ao lado dele.

Lembre-se sempre que longe de ser um objeto inanimado, o cachorro é um companheiro fiel que deve ser tratado da maneira mais digna possível, pois não se trata somente de um membro especial em sua vida e na de sua família, mas sim de um ser vivo.