Um cão atravessado pro uma barra de aço se recupera

Cão atravessado por barra de aço

Dizem que os milagres não existem, porém há vezes em que as circunstâncias são tão extremas e parecem tão impossíveis de acontecer que quase não podemos acreditar. Esse é o caso de um cão que foi atravessado por um vergalhão. Hoje vamos contar a sua história.

O cão atravessado por uma barra de aço

Espen, um cão de tamanho grande de raça cruzada com labrador, estava com seu cuidador, enquanto seus donos viajavam durante as férias. Espen brincava no jardim quando, sem saber como, apareceu diante de seu cuidador com uma barra de aço atravessando seu corpo.

O cuidador, assustado, quase não pode olhar para Espen. O vergalhão de aço atravessou o peito do animal até as costas. Estava totalmente atravessado! Ele se assustou muito, ligou para o veterinário para saber se poderia levá-lo em seu carro até a clínica e que precauções deveria ter na hora de carregá-lo.

Depois disso, ao chegar na clínica, o cuidador ligou para os donos de Espen para contar que seu animal de estimação tinha sido atravessado por uma barra de aço. Não foi fácil contar algo assim a eles, e sua família se assustou tanto que rapidamente pegaram um vôo de volta para casa.

Não pararam de fazer perguntas e ninguém entendia como isso pode acontecer. Agora, o que importava era tentar salvar a vida de Espen.

O diagnóstico

Filhote na gramaAutor: Hessyz

O vergalhão de aço media um metro e meio de comprimento. Depois de realizar algumas radiografias de Espen, foi possível ver que a barra perfurou os pulmões, o diafragma e também havia ferido parte do fígado.

A situação era muito grave. Era necessário realizar uma operação para retirar a barra de aço, mas havia danos graves a órgãos vitais de Espen. Ninguém pensou que ele sobreviveria. Até mesmo sua própria família, apesar de manterem a esperança, acreditou que seu melhor amigo iria embora para sempre.

A operação e sua recuperação

Não foi nada fácil retirar a haste de aço que atravessou o corpo de Espen. Quando o animal foi sedado na sala de cirurgia, sua família humana não deixava de implorar para que, por favor, não morresse, mas a situação era muito delicada.

Na sala de cirurgia, os médicos se viram em uma posição difícil: se a incisão fosse grande demais, Espen poderia ter uma hemorragia. Se deslizassem a barra de aço, poderiam danificar demais seus órgãos vitais. Se cortassem o vergalhão, havia o risco de algum fragmento ficar alojado dentro de algum órgão.

Os médicos não explicaram como fizeram, mas o certo é que retiraram a barra de aço atravessada no corpo de Espen, que sobreviveu à operação. Ninguém podia acreditar!

Dois dias após a cirurgia, o primeiro relatório médico sobre seu estado de saúde foi “Sua recuperação está indo muito bem”. Assim disse o Hope Advanced Veterinary Center, o centro veterinário onde Espen foi operado. Dois dias mais tarde, decidiram levar o cão a um lugar mais agradável e sua mãe pode vê-lo, com a esperança de que isso iria motivá-lo a se alimentar.

 

Espen volta a ser o cão de sempre

Labrador deitado na grama

Vários dias no hospital foram necessários para que Espen se recuperasse e pudesse sair da clínica em seus próprios pés, voltando a ser o cão feliz e brincalhão que era antes desse terrível acidente, que permanece sem explicação.

Sem dúvidas, tudo parece indicar que aconteceu um milagre. Seja como for, é reconfortante pensar que existem médicos em qualquer lugar do mundo que sabem fazer muito bem o seu trabalho, tendo como único objetivo salvar os nossos animais de estimação.