Um cão cuidou de um adolescente mexicano perdido por dois dias na serra

mexicano perdido

Que os cães são bons amigos do homem não é nenhuma novidade. Mas estes fiéis animais insistem em demonstrar isso de muitas formas, sobretudo quando se trata dos nossos pequenos. Pois bem, um cão cuidou de um adolescente mexicano perdido por dois dias na serra, até que o jovem foi resgatado pelas autoridades.

Adolescente mexicano perdido encontrou a ajuda de um cão para sobreviver

cão-labrador-sentado

O fato ocorreu no estado mexicano de “Nuevo León”. Juan Heriberto Treviño Leal, de 14 anos, estava participando – em uma área da serra da Galeana – de atividades de evangelização e assistência social junto a um grupo da paróquia Maria Auxiliadora, localizada na colônia Lindavista, município de Guadalupe.

Mas o jovem se afastou de seus companheiros, teve um acidente e se perdeu, o que imediatamente fez com que as autoridades e particulares começassem a busca.

Quarenta horas mais tarde, Treviño foi encontrado junto a um cão chamado Max e, então, ele contou como o cão cuidou dele em todos os momentos.

Um adolescente mexicano perdido em uma área serrana contou com a ajuda de um cão da raça Labrador para sobreviver nas quarenta horas em que esteve perdido. Saiba os detalhes de como o cão cuidou dele.

Detalhes da história de Treviño e de como o cão cuidou dele

O adolescente foi encontrado são e salvo em uma área chamada “La Palmitosa”, que integra o município da Galeana, 5 horas distante de onde estava instalado o acampamento do grupo religioso.

O animal, um cão Labrador que vive em um dos ranchos localizados na serra, não se separou do menino desde que o viu perambular sozinho pelo lugar.

É que Treviño, ao se separar de seus companheiros, se perdeu depois de escorregar e cair rolando por um barranco, não podendo encontrar novamente o caminho de volta. Então, o adolescente começou a caminhar pelo leito de um rio seco, mas parou ao escurecer.

Por sorte, Max o acompanhou em todos os momentos e lhe deu calor para passar a fria noite na serra. Assim o adolescente dormiu abraçado ao cão e também utilizou uma erva parasita, conhecida como Barba de velho, para cobrir suas pernas.

Como o jovem perdido foi encontrado com cão que cuidou dele

Treviño contou que rezou e que tinha a esperança de ser encontrado, embora muitas horas tenham se passado e ninguém ter pistas de seu paradeiro.

Em seu segundo dia perdido, o adolescente estava sedento e aí novamente Max foi de grande ajuda. O cão começou a beber de uma biquinha, com a qual cruzaram. E o menino, crédulo, fez o mesmo.

Pouco tempo depois, dois habitantes do lugar, que estavam unidos à busca, se depararam com o menino e com o cão.

Leoncio Ramírez e Jesus Espinosa tinham começado a percorrer a região a cavalo uma hora e meia antes. Ao avistá-los, o adolescente correu ao encontro dos homens, que lhe ofereceram comida, água e um refresco. Logo o levaram junto com o cão até um rancho onde o pessoal do resgate e sua família o esperavam.

Final feliz para o adolescente mexicano perdido

cão-labrador-bola

O menino foi transportado primeiro em um helicóptero e logo depois em uma ambulância até um hospital, onde puderam constatar que ele estava fora de perigo, embora muito cansado e um pouco desnutrido.

Autoridades locais manifestaram que nessa parte das serras é fácil se perder. E destacaram a sorte que teve o adolescente de encontrar o cão, dado o frio que faz durante as noites naquele local, porque é uma região muito alta.

E quanto ao cão Max, embora tanto o adolescente como sua família tenham manifestado a intenção de adotá-lo, souberam que ele voltou para o rancho junto a seu dono.

Mas certamente o adolescente não se esquecerá jamais da experiência de ter tido por perto um cão que tanto lhe cuidou enquanto ele estava perdido.