Um cão foi resgatado depois de cair em um rio congelado na Rússia

cão foi resgatado

As baixas temperaturas e as águas congeladas não são uma boa combinação e mais cedo ou mais tarde as pessoas e os animais acabam sofrendo acidentes em diferentes lugares do mundo. Hoje lhe contaremos como um cão foi resgatado depois de cair em um rio gelado na Rússia.

Saiba como um cão foi resgatado do Volga congelado

Cachorro em pedras

Um cão da raça Pastor Alemão foi salvo por um grupo de trabalhadores que se transportavam em uma pequena embarcação pelo mítico Volga, o maior e mais caudaloso rio da Europa.

Por sorte do cão, os homens notaram que algo estava esperneando na água gelada, tentando não afundar. Quando se aproximaram, perceberam o animal, que tentava se sustentar e flutuar sobre uma parte do gelo.

Então diminuíram a velocidade do navio – para evitar que o peludo acabasse afundando – e se aproximaram o suficiente para pegá-lo pela coleira e colocá-lo a bordo.

Se você quiser ver as imagens do resgate, veja este vídeo.

Nos frios invernos russos, os rios e lagos congelam rapidamente. Contaremos como um cão foi resgatado das congeladas águas do Volga, por um grupo de trabalhadores que estavam a bordo de uma pequena embarcação.

Como é o clima em Yaroslavl, a cidade onde o cão caiu no rio congelado

O fato ocorreu na cidade de Yaroslavl, localizada a 250 quilômetros ao nordeste de Moscou, justo a confluência dos rios Volga e Kótorosl, trata-se de um importante centro econômico que conta com indústrias petroquímicas e fábricas de pneus e motores a diesel.

A temperatura média anual em Yaroslavl é de 4 graus centígrados e chove durante todo o ano. Durante o inverno, os termômetros podem chegar a 11 graus abaixo de zero.

Com estes dados, é certo que animais e as pessoas estão acostumadas a suportar o frio e que as águas dos rios se congelem. Mas sempre há o risco de acidentes, que costumam ser numerosos na área. Desta vez a sorte esteve ao lado do peludo.

Alguns dados sobre a hipotermia em cães

O cão foi resgatado antes de ser vencido pelo esgotamento e antes que a hipotermia causasse estragos em seu corpo, o que certamente o levaria a morte.

A temperatura normal dos cães é entre 38,5 e 39,5 graus centígrados. A hipotermia se dá quando o corpo do animal não consegue manter a temperatura normal, provocando uma depressão do sistema nervoso central e afetando também:

E embora a hipotermia seja causada geralmente por temperaturas frias, como no caso do Pastor alemão de nossa história, em alguns casos, os animais também poderão vir a sofrê-la em condições de temperatura ambiente normais:

  • Os filhotes recém-nascidos;
  • As raças pequenas;
  • Animais que estão sob os efeitos da anestesia;
  • Animais em idade avançada.

Uma história russa com final feliz

Sabemos que o cão resgatado do Volga está em boas condições de saúde, embora se desconheça as causas que o levaram a cair no rio congelado. O mais provável é que ele estivesse passeando pelo lugar quando o gelo, de repente – como costuma acontecer – se quebrou.

Tampouco é possível saber quem são os seus donos. Mas – pensando no bom coração dos homens que o resgataram – concluímos que ele já deve ter encontrado um bom lar onde pôde se esquecer do congelante Volga e onde passará o restante do inverno russo aquecido e sendo bem tratado.

E como nos prevenimos?

Pastor alemão

Autor: Ana Fontes

Se você vive em áreas onde os rios, os lagos e outras superfícies com água se congelam, não se prive de desfrutar do lindo espetáculo da natureza. Mas se cuide e cuide de seu animal de estimação. Leve em conta estes conselhos:

  • Leve o seu peludo sempre com correia;
  • Não ceda à tentação de soltar o seu animal de estimação para que ele corra sobre o gelo;
  • Utilize roupas quentes e grossas para que elas amorteçam possíveis quedas;
  •  Use calçado adequado para estas ocasiões. Portanto, nada de solas lisas se você quer evitar os escorregões;
  • Caminhe devagar, dando passos curtos e apoiando toda a planta do pés no chão;
  • Não se distraia. Note bem por onde você caminha.

Evite acidentes e maus momentos para você e para o seu cão. Não arrisque sua sorte.