Um cão será fiel até a última batida de seu coração

Que os cães são nossos leais amigos é uma verdade que conhecemos faz tempo. Não faltam histórias e exemplos de sua nobreza de sentimentos. Dizer que um cão será fiel até a última batida de seu coração e, inclusive, depois de você já ter morrido, não é uma loucura. A pergunta, em todo caso é: por que estes animais se relacionam desta forma tão particular com os seres humanos?

Como os cães sentem o amor?

resgatar-um-cão

No mundo da ciência, que em muitas ocasiões se afasta bastante da realidade evidente e cotidiana, as águas estão divididas.

Enquanto alguns estudiosos sustentam que os cães são capazes de sentir um forte amor para com as pessoas, outros assinalam que eles só atuam por mero interesse.

Acontece que o cão, assim como nós, conta com uma espécie de centro de prazer em seu cérebro, que lhe proporciona sensações agradáveis. Além disso, segrega oxitocina, que é um hormônio que, nos humanos, está relacionado com os circuitos amorosos e com a felicidade.

Mas esses dados não atingiram ainda um avanço suficiente para que os cientistas consigam responder de uma maneira unificada à pergunta: um cão é capaz de sentir amor?

Humanos e cães, unidos pela oxitocina

Partiremos da base que, tanto os cães como os humanos, compartilham parte da química que explica o amor, dado que ambas as espécies segregam oxitocina.

Entretanto, para alguns investigadores, isto não termina de explicar cabalmente se os cães nos amam ou se, simplesmente, querem algo de nós e aprenderam que podem conseguir o que querem atuando de uma maneira fiel e amorosa.

Por exemplo, o cientista e veterinário Fred Metzger, da Universidade da Pensilvânia, nos Estados Unidos, sustenta que os cães não sentem o amor da mesma maneira que uma pessoa.

Amor e recompensas

Assim, Metzger está ao lado daqueles que veem com ceticismo o amor que os cães oferecem aos seus donos. Sua opinião é que os cães oferecem carinho aos humanos com o único objetivo de obter uma recompensa.

Segundo este raciocínio, o animal sabe que se fizer um truque ou uma graça para agradar ao seu dono, é muito possível que ele consiga uma recompensa:

  • Palavras de carinho
  • Carícias
  • Brinquedos
  • Um apetitoso sanduíche

Questionando a fidelidade

Metzger conclui que um cão aprende rápido a relacionar que quanto mais afeto consegue despertar em seu dono, a recompensa será ainda maior.

Metzler também se atreve a questionar que a tão memorada fidelidade do cão para com o seu dono seja desinteressada.

Para testar esse ponto, ele nos desafia a descobrirmos o que aconteceria se deixássemos o nosso peludo por uma temporada aos cuidados de outra família que o trate com a mesma consideração que nós. E ele mesmo responde: Ele a amará tanto quanto aos seus donos.

O cão será fiel porque te ama

Mas interessados ou não, os laços que se criam entre os humanos e o animal de estimação são de grande intensidade. Qualquer um que tenha um amigo peludo poderá testemunhar sobre isso.

Como se a experiência pessoal não bastasse, para rebater ao Metzger, podemos citar um estudo publicado na revista Journal of Comparative Psychology, onde um estudo afirma que os cães sentem um afeto real e não interessado pelos humanos.

De acordo às conclusões de uma equipe liderada pelo neurologista Michael Hennessey, o amor que um cão experimenta pelas pessoas que cuidam dele é mais intenso que o que sentem por seus congêneres, inclusive por seus irmãos de ninhada.

“As histórias registram mais exemplos de fidelidade de cães que de amigos. ”

-Alexander Pope-

Velhos e leais amigos

cão-sofá

Além de investigações científicas, os testemunhos de amor e fidelidade de nossos amigos de quatro patas se multiplicam e se repetem com o passar do tempo:

  • Cães que passam o resto de suas vidas sobre a tumba de seus donos.
  • Bichinhos que se perderam ou foram roubados e percorrem grandes distâncias para voltarem para o seu lar.
  • Cães que esperam em vão por seus donos falecidos na porta de um hospital ou que continuam diariamente fazendo o mesmo caminho para buscá-lo, seja em uma estação de trem ou em uma parada de ônibus.
  • Animais de estimação que não titubeiam em arriscarem suas vidas para defender aos seus seres queridos.

Restou alguma dúvida sobre a fidelidade de seu peludo?