Quando um filhote chora de noite

Quando um filhote chora...

Se o seu filhote chora de noite, arme-se de paciência e tente encontrar uma solução que sirva tanto ao animal como ao resto da família.

Primeiro e principalmente, você deve tentar entender os motivos do choro do animalzinho: ele tem medo. É um recém-chegado ao seu lar, foi separado de sua mãe e de seus irmãos e está em um lugar desconhecido e cercado por desconhecidos.

O mais provável é que o cachorrinho chore só nas primeiras noites, até que se adapte à nova situação. Isto pode ocorrer entre 3 e 7 dias. Se o choro se prolongar, teremos que corrigir algumas de nossas atitudes para com o animal.

O que fazer quando um filhote chora de noite

caricia-filhote

Sobre o que fazer de noite com um filhote recém-chegado, há posturas bem controversas.

Há os que assinalam que o pequeno cão deve dormir só desde o primeiro momento, no lugar que lhe foi atribuído na casa. E que, por mais que chore, não devemos ir consolá-lo.

Porque, se cedermos, estaremos criando um animal muito dependente de nós, que poderá, até mesmo, chegar a desenvolver futuros transtornos, como o de ansiedade por separação.

Outros afirmam exatamente o contrário. Se deixarmos o cachorrinho só e chorando pela noite, certamente ele se transformará em um adulto medroso e com pânico da solidão.

No meio termo, as opções são muitas e com diferentes variáveis. E, como cada pessoa e cada cão são diferentes, as soluções para este assunto são muitas.

Opções para evitar o choro noturno do cachorrinho

Suponhamos que você opte em deixar o cão sozinho à noite e fazer-se omisso ao seu choro, ainda que isto parta o seu coração. Em teoria, tudo é possível.

Mas o que acontece é que não podemos passar uma semana, ou mais, acordados. Porque na manhã seguinte temos que ir trabalhar, levar as crianças à escola, fazer nossas coisas, as tarefas da casa…

No caso oposto, se você opta por levar o cachorrinho para a cama, o mais provável é que o pranto cesse. Mas leve em conta que será muito difícil que você consiga desacostumá-lo depois. Mas essa é uma decisão sua.

Muita gente não tem inconveniente algum em dormir com seus animais, seja compartilhando a cama ou só o interior da casa.

Na grande avenida do meio, há alternativas variadas. Por exemplo, que o filhote durma ao lado de sua cama nas primeiras noites e, à medida em que ele vai se adaptando ao seu novo lar, você vai o afastando de sua cama até o lugar originalmente determinado para que ele durma.

Também podem ser utilizados alguns truques –cuja efetividade dependerá das características de cada animal– como o uso de feromônios artificiais que lhe tragam a lembrança do cheiro de sua mãe, para o tranquilizar.

Outros conselhos para que o peludinho não chore

filhote-dormindo

Quando o cachorrinho chega a sua casa, ele se torna o centro das atenções de toda a família. Durante o dia, todos lhe prestam cuidados constantes. Mas quando chega à noite, ele é deixado sozinho e a escuras, está claro que ele vai se sentir abandonado e começará a chorar.

Por isso é importante que o animal aprenda a ficar só, às vezes, ao longo do dia, no espaço que foi determinado para que ele durma. Assim a experiência noturna não será tão traumática.

Também é fundamental que:

  • Dê-lhe sinais claros. Não o enlouqueças com atitudes e ordens contraditórias.
  • Não o castigue por seus choros noturnos. Essa sempre é a pior opção.
  • Brinque com ele um bom tempo antes da hora de ir para a cama. Se o animal estiver cansado, certamente dormirá mais e chorará menos.
  • Tente também que ele faça suas necessidades antes de ir dormir. Assim reduzirá as possibilidades de que ele acorde com vontade de urinar ou defecar e que comece, mais uma vez, a chorar.

O mais importante é que, se um filhote chora de noite, que você tome algumas medidas para tentar minimizar a angústia do animal.

Peça conselhos a um veterinário de sua confiança. Mas não fique apenas com a opinião dele. Consulte a outros profissionais. Seguramente você irá achar a melhor solução para evitar o pranto noturno de seu filhote.